6 chás para dor muscular

Especialista da área:
atualizado em 23/05/2022

O consumo dos chás pode trazer vários benefícios. Afinal, eles possuem propriedades calmantes, podem ajudar a desintoxicar, desinchar e até ser úteis quando estamos sentindo dores. 

Por exemplo, eles podem contribuir com o alívio das dores musculares, que podem ter diversas causas, como a prática de atividades físicas muito intensas, movimentos realizados incorretamente ou até algumas doenças crônicas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Conheça alguns dos chás para as dores musculares, além de diversas outras formas de melhorar o sintoma! Acompanhe a lista:

Chá de carqueja

Você já ouviu falar do chá de carqueja? Ele é um dos chás para dor muscular, pois possui propriedades anti-inflamatórias. Elas são responsáveis por diminuir a contração muscular, aliviando a dor e desinchando a região.

Suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes auxiliam na melhora até das dores de cabeça, das dores menstruais e estomacais. Portanto, é um ótimo chá para ser consumido para diversas finalidades.

Chá de arnica

Compressa de arnica
A arnica deve ser usada na forma de compressa

O chá de arnica também possui propriedades anti-inflamatórias. Assim, a recomendação é aplicar uma compressa feita com chá de arnica diretamente na região da dor. 

Ela é ideal para tratar dores musculares e dores nas articulações, além de também poder ser aplicada em machucados, arranhões, contusões ou hematomas.

  Continua Depois da Publicidade  

Por outro lado, a ingestão do chá não é indicada, pois pode causar alguns efeitos colaterais. Portanto, utilize apenas a compressa. Saiba mais sobre os cuidados que deve-se ter com a arnica

Chá de erva-doce

O chá de erva-doce possui diversos benefícios para o organismo em geral e um dos principais é a sua ação calmante. Ela ajuda o músculo a relaxar, aliviando o sintoma da dor, além de aliviar dores de cabeça e dores estomacais.

Chá de unha-de-gato

O chá de unha-de-gato possui agentes antioxidantes, anti-inflamatórios e antifúngicos. Ou seja, auxilia na limpeza no organismo e a reduzir os sintomas de dores e inflamações.

Acredita-se que ele ajude a amenizar dor muscular, dor de garganta, gastrite, amigdalite, artrite e diversas inflamações nas articulações.

Chá de mulungu

Assim como o chá de erva-doce, o chá de mulungu possui propriedades calmantes. É uma opção para quem sofre com dores crônicas e para quem tem ansiedade, compulsão, ou problemas com o estresse excessivo.

Além do seu efeito sedativo e tranquilizante, ele possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. Por isso, ajuda a combater a dor muscular, assim como qualquer outro tipo de dor.

  Continua Depois da Publicidade  

Chá de camomila

Chá de camomila
O famoso chá de camomila também é uma opção para aliviar dor muscular

O chá de camomila é bem conhecido por ajudar a acalmar os nervos e os músculos, proporcionando o alívio do sintoma. No entanto, o seu consumo necessita de alguns cuidados por parte de mulheres grávidas, crianças, pessoas alérgicas ou portadores de algumas doenças específicas.

Aliás, algo que vale não apenas para o chá de camomila, mas para qualquer tipo de chá é a dica de buscar orientação profissional antes de iniciar o uso da bebida, especialmente em situações de gravidez, amamentação, se o consumo for feito por crianças, idosos ou por pessoas que sofrem com alguma condição de saúde.

Conheça outras formas de aliviar dores musculares

Massagem
A massagem também pode ser uma boa opção em casos de dor muscular

Faça alongamentos

Os alongamentos ajudam a aliviar a tensão e a melhorar o movimento do corpo. Mas, é necessário alongar de forma cuidadosa para não piorar a dor, por isso, respeite os limites do seu corpo. Caso a dor piore com os exercícios, faça uma pausa. Em caso de dúvidas, consulte um profissional.

Medicamentos

Normalmente, o seu efeito já é percebido após algumas horas e proporciona um grande alívio. Mas, a dor tende a voltar após o efeito do medicamento passar. Se a sua dor persistir, procure um médico para descobrir a razão e saber qual o tratamento mais adequado.

Além disso, há um porém: não se recomenda tomar remédio para aliviar a dor após um treino. Isso porque o efeito do medicamento pode mascarar a dor, dando a ilusão de que o músculo não está mais dolorido e que o corpo está pronto para treinar novamente. 

O problema disso é que treinar sem o corpo ter se recuperado completamente aumenta os riscos de uma lesão. 

  Continua Depois da Publicidade  

Cautela com o exercícios

Por falar nisso, é importante ter cuidado com o excesso de esforços físicos, pois eles são um dos maiores causadores das dores e incômodos musculares. Respeite os limites do seu corpo e não tente segurar pesos maiores do que consegue aguentar. 

Durante os treinos é importante ter um profissional de educação física ao lado. Isso porque muitas vezes podemos fazer algum exercício incorretamente, sem ter ciência disso, o que pode contribuir bastante para o aparecimento das dores musculares.

Banho quente e massagem

O banho quente pode acalmar bastante o corpo e proporcionar uma sensação de alívio e bem estar. Por isso, deixe a região dolorida ser bem banhada e em poucos minutos já perceberá uma grande diferença. Após o banho, realize uma massagem na região com uma loção, para potencializar ainda mais o efeito.

As massagens podem aliviar até mesmo as dores crônicas. Elas proporcionam um alívio muscular e uma melhor circulação sanguínea, melhorando a oxigenação de todo o organismo.

Fontes e referências adicionais

Já conhecia esses chás para dor muscular? Qual deles você gostou mais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário