Cuidado com a carne moída na dieta – Como usar certo

Especialista da área:
atualizado em 23/08/2021

A carne vermelha moída é um alimento coringa na cozinha de muitas famílias. Afinal, dá para fazer várias coisas com ela. Além de servir no almoço e jantar, podemos colocá-la no molho do macarrão, fazer hambúrguer e usar como recheio de sanduíches, tortas, pastéis e outros pratos.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, ela rende mais quando misturamos outros ingredientes no meio e é possível encontrar carne moída magra, para quem está de dieta ou de olho na saúde.

Entretanto, existem certos cuidados que precisamos tomar na hora de comprar e levar o alimento para casa, para garantir que estamos adquirindo e consumindo uma carne moída de qualidade.

Peça para moer a carne da sua preferência na hora

Moedor de carne

Ao chegar no açougue, peça ao funcionário para moer a carne da sua preferência na hora. Se estiver fazendo uma compra grande, deixe para pedir a carne moída por último, depois que já tiver pegado tudo que vai levar. Isso evita ficar com uma carne que já foi moída há certo tempo.

Ao passar no aparelho para moer, a carne entra em contato com resquícios de outras carnes que ficaram paradas ali dentro. Além disso, a própria engrenagem do alimento pode ter uma proliferação de bactérias. Claro, num estabelecimento sério, a máquina é higienizada diariamente.

Mas, quanto mais se processa um alimento, maior é a tendência que ele se contamine com o passar do tempo. Em outras palavras, é mais fácil para a carne moída se contaminar, em comparação a um pedaço inteiro de carne.

Outra vantagem preferir a carne moída na hora em relação a uma carne moída já embalada é evitar levar um produto processado para casa, que pode ter conservantes, farinha de rosca e outras coisas no meio.

  Continua Depois da Publicidade  

Se não conseguir a carne moída na hora

Leia a lista de ingredientes na embalagem para ver se o produto é 100% carne e checar se ele não conta com aditivos. Se houver algum nome que não conhece na lista, pesquise para ver do que se trata.

Observe também o aspecto da carne e veja se não há pedaços de gordura no meio. Isso porque, em alguns casos, coloca-se um pedaço de outra carne para crescer o volume do produto.

Então, a carne que deveria ser toda vermelha com poucos pedaços brancos, fica mais branca do que vermelha, devido ao tanto de gordura ali presente.

Peça para limpar a carne

Mulher no açougue

Uma segunda dica importante é pedir para limpar a carne antes de moer. Embora alguns não gostem de limpar a carne toda porque acham que ela fica sem gosto, vale lembrar que boa parte do branco da carne é gordura saturada.

Cuidado com o transporte e armazenamento

A carne moída solta mais sangue. Por isso, é bom ter o cuidado de deixá-la em um saco separado, longe da sacola dos legumes e frutas, para evitar que eles fiquem molhados com o sangue da carne.

Ao chegar em casa, a primeira coisa que você deve fazer é dividir a carne moída, anotar a data em que comprou e guardar no congelador, caso não vá usar logo. Essa dica de anotar a data nas carnes serve para não esquecer de usá-las em tempo hábil.

  Continua Depois da Publicidade  

Faça o mesmo com as outras carnes que comprou, mas faça isso primeiramente com a carne moída. Se achar que vai demorar muito para separar e guardar a carne moída, guarde as outras carnes na geladeira até chegar a vez de organizá-las no congelador.

Além disso tudo, aproveite que está por aqui e aprenda como consumir a carne vermelha de maneira saudável.

Vídeo

Antes de ir, confira também o vídeo abaixo em que a nossa nutricionista conta o que você tem que saber antes de comer carne moída:

Você compra bastante carne moída? Então, conte nos comentários os cuidados que toma com o alimento!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média 4,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário