Não acredite nessas mentiras sobre o whey protein

Especialista da área:
atualizado em 05/04/2021

Certamente, o whey protein é o suplemento fitness mais famoso que tem por aí. Tanto que mesmo quem não costuma treinar com foco no ganho de massa muscular já ouviu falar do produto.

  Continua Depois da Publicidade  

O whey protein é a proteína do soro do leite. Para fabricar o suplemento, separa-se e desidrata-se esta proteína do restante da composição do leite.

No entanto, sabia que nem tudo o que se diz a respeito do whey protein é verdade? Pois é, há afirmações erradas sobre o suplemento nas quais você não deve acreditar! Conheça quais são algumas delas:

1. O whey protein é anabolizante

Você provavelmente já escutou como os esteroides anabolizantes que alguns usam para ficar musculosos são perigosos para a saúde. Mas, fique tranquilo: o whey protein não é um anabolizante e é um produto legalizado.

2. O whey protein faz mal para os rins

Rins

Para a grande maioria das pessoas, não. Isto é, desde que você não tenha um problema prévio nos seus rins que exija a restrição do consumo de proteínas, não espera-se que o suplemento cause problemas neste sentido.

Assim, se você tem algum problema de saúde que torna necessário ingerir menos proteínas, converse com seu médico sobre o consumo de whey protein e de qualquer outro suplemento de proteínas.

Já para quem não precisa restringir as proteínas, a recomendação é contabilizar as proteínas do whey dentro daquele limite diário de proteínas que você pode consumir por dia.

Não sabe quantos de proteínas pode ou precisa ingerir por dia? Então, consulte um nutricionista para te ajudar a definir uma quantidade de acordo com a sua saúde e os seus objetivos em termos de ganho de massa muscular.

3. O whey protein dá espinhas

Ao começar a treinar, pessoas que nunca malharam antes aumentam a produção de hormônios como a testosterona em seu próprio corpo. Como resultado, a produção de sebo e a tendência a ter espinhas também podem aumentar.

Isso não tem necessariamente uma ligação com o whey protein, mas está associado à relação hormonal com o treino de musculação.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, alguns não lavam o rosto e não tomam banho após o treino. Assim, aquele sebo/gordura que o corpo produz naturalmente junto com o suor se acumula na pele e provoca mais espinhas.

4. O whey não pode entrar em uma dieta para emagrecer

Uma dúvida que muitos podem ter é se o suplemento serve para perder peso ou para a construção de massa muscular. Como o produto é à base de proteínas, ele pode entrar tanto na dieta para emagrecer quanto na dieta para ganhar massa muscular.

Normalmente, o nutricionista coloca o suplemento no cardápio para auxiliar a atingir a meta diária de proteínas que estabeleceu para a dieta do paciente.

Entretanto, para que traga benefícios é fundamental que o suplemento faça parte de um programa composto por dieta e treino voltados para seus objetivos. Apenas tomar whey protein não vai trazer benefícios milagrosos.

Pelo contrário: o uso errado do whey protein pode engordar, pois o suplemento tem calorias. Antes de começar a usar o produto, consulte um nutricionista para saber como deve utilizá-lo para que ele te ajude e não te atrapalhe a conquistar as suas metas.

5. O whey concentrado é rico em carboidratos

Whey protein

O whey protein concentrado é aquele que concentra a proteína do leite, mas também traz partes de outros ingredientes do leite, como um pouco de lactose e gordura natural do leite.

Já o isolado é feito por filtração iônica, em que isola-se a proteína do leite dos outros componentes, para ter uma proteína mais pura. O produto contém menos carboidratos do que o concentrado.

Por sua vez, o whey hidrolisado é aquele em que além de isolar a proteína do leite, quebra-se a proteína em enzimas. Ou seja, ela já é pré-digerido.

  Continua Depois da Publicidade  

Estamos dizendo tudo isso para explicar que o whey concentrado não é super rico em carboidratos, caso se trate de um produto de boa qualidade. Um whey concentrado de boa qualidade costuma ter 5 gramas de carboidratos por copo.

Ao comprar o suplemento, observe se ele não é composto por maltodextrina (um carboidrato) ou se não tem a adição de outras substâncias ao lado do whey que elevam o seu teor final de carboidratos.

A dica é bem importante porque embora o whey isolado e o whey hidrolisado sejam versões mais puras do suplemento, eles também têm um custo mais alto. O isolado é mais caro que o concentrado e o hidrolisado é ainda mais caro que o isolado.

Na hora da compra

Antes de comprar seu whey, vale a pena conversar com o nutricionista para saber se você realmente tem a necessidade de comprar um whey mais puro – e mais caro. O profissional também poderá te indicar uma opção de boa qualidade de whey concentrado, que não é tão caro.

Isso porque, para a grande maioria das pessoas, a versão concentrada do suplemento já cumpre o papel de fornecer proteínas.

Vídeos

Confira os vídeos abaixo em que a nossa nutricionista também apresenta as mentiras sobre whey protein em que você não deve acreditar e mais algumas dicas para os melhores resultados com o whey.

Você costuma usar whey protein? Tem bons resultados com o suplemento? Então, conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário