Para Que Serve o Caroço de Abacate? Pode Comer Mesmo?

Especialista:
atualizado em 21/05/2020

Veja para que serve o caroço de abacate, se você pode comer mesmo essa parte da fruta ou se não há desperdício em apenas jogá-la fora.

O abacate é uma fruta muito popular em várias partes do mundo. No Brasil, a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) confirmou que em 2016 o país estava em terceiro lugar do ranking mundial de maiores produtores desta fruta, produzindo 41.023.611 toneladas e ficando atrás apenas da China (1º lugar) e Índia (2º lugar).

Essa fruta está presente em vários pratos e receitas, além de ser muito querida pelas pessoas que fazem dietas, principalmente a dieta cetogênica, pois oferece vários nutrientes como a gordura saudável.

Aproveite para conferir todos os benefícios do abacate para a saúde e boa forma. Mas e quanto à semente do abacate? Para que serve o caroço de abacate, quais são suas utilidades e benefícios?

Antes de jogar fora, você pode querer saber o que ela pode fazer por você. Por exemplo, a semente de abacate pode fornecer incríveis antioxidantes, que possivelmente podem te ajudar a reduzir os ricos de Alzheimer e diminuir as dores de dente. Além disso, pode ajudar no tratamento de diabetes, diarreia, artrite e constipação, isso sem mencionar suas propriedades antifúngicas, colágeno, efeitos na redução do colesterol, entre muitos outros que faz com que muitas pessoas a chamem de “super semente”.

Porém, há um outro lado nessa história que você precisa considerar. Vamos conferir tudo isso em detalhes abaixo.

Afinal, os caroços de abacate são comestíveis?

A Comissão de Abacate da Califórnia afirma especificamente que não há dados suficientes para saber o quão bom é a semente de abacate para a saúde, e por enquanto eles recomendam evitá-la e sugerem que as pessoas se beneficiem de todo potencial nutritivo presente na polpa do abacate.

Por outro lado, outras pesquisas estão sendo conduzidas, e um estudo indica que as evidências se baseiam no fato de ser uma alternativa tanto para consumo como para uso em cosméticos.

Veja agora para que serve o caroço de abacate, seus benefícios e se de fato você pode comer.

O que é o caroço de abacate?

O caroço de abacate é a semente da fruta que é envolta de uma casca dura e compreende de 13% a 18% do tamanho da fruta inteira.

Embora as informações sobre a sua composição sejam limitadas, sabe-se que essa semente consiste principalmente de ácidos graxos, fibra dietética e carboidratos na forma de amido, bem como uma pequena quantidade de proteína e uma ampla gama de fitoquímicos, incluindo substâncias que as plantas produzem para se protegerem.

Enquanto alguns dos fitoquímcios podem ter um potencial antioxidante, outros podem não oferecem nenhum benefício à saúde.

Os carboidratos presentes em um caroço de abacate consistem principalmente de amido, que é quase que 75% do seu peso seco. O amido é composto por uma longa cadeia de açúcares e os pesquisadores começaram a investigar o seu uso potencial em produtos alimentícios.

Benefícios do caroço de abacate

Os potenciais benefícios do caroço de abacate são:

1. Fonte de antioxidantes

O caroço de abacate é considerado um ótimo antioxidante, e de acordo com um estudo realizado na Universidade Nacional de Cingapura, oferece mais atividade antioxidante do que outras partes da fruta que são mais comumente consumidas.

O estudo diz que as sementes podem conter mais de 70% dos antioxidantes encontrados em toda a fruta, o que faz com que o caroço seja um poderoso recurso antioxidante.

2. Pode ajudar a equilibrar os níveis de colesterol

A semente do abacate é um dos alimentos mais ricos em fibras, e sabe-se que a fibra pode ajudar a equilibrar os níveis de colesterol. Pode ser por isso que as pesquisas apontam que essas sementes podem reduzir o colesterol.

Pesquisas realizadas pelo Departamento de Ciência dos Alimentos da Universidade Estadual da Pensilvânia, EUA, detalharam para que serve o caroço de abacate para a saúde cardiovascular: segundo eles, o caroço pode melhorar a hipercolesterolemia e ser útil para o tratamento de condições inflamatórias, hipertensão e diabetes. Eles também descobriram que as sementes possuem atividades inseticidas, antimicrobianas e fungicidas.

3. Pode ajudar a eliminar o crescimento microbiano

O resíduo da semente do abacate é rico em polifenóis, tornando as sementes poderosos antioxidantes e antimicrobianas. Entre os polifenóis estão a catequina, ácido clorogênico, epicatequina e protocatecuico.

Em estudos, este resíduo foi aplicado a hambúrgueres de suínos e por oito dias, e foi observado que a carne moída que continha 0,5% de sementes em pó e 0,1% de extrato liofilizado, como resultado, teve pouca oxidação, o que significa que a proteção foi superior a 90%. V

Vale ressaltar que o estudo indica que o óleo de abacate, quando adicionado diretamente às carnes de hambúrgueres de porco, teve um efeito similar.

4. Demonstra uma promissora atividade antitumoral

De acordo com a Enciclopédia de Ingredientes Naturais comuns de Leung, a semente de abacate contém um flavonol condensado, o biscatechin.

Um estudo isolou o biscatechin das sementes de abacate e o testou em camundongos e ratos. Como resultado, esse flavonol condensado in vitro mostrou ter atividade antimicrobiana e efeitos antitumorais.

Outro estudo publicado no American Journal of Chinese Medicine observou a catequina como um flavonol que oferece vários benefícios para a saúde, como a antioxidação, neuroproteção, antihepatite e antitumoral. O flavonol mostra que é capaz de suprimir a inflamação em possíveis células cancerígenas.

5. Corante natural para alimentos

Como a maioria dos corantes alimentares convencionais contêm ingredientes à base de produtos químicos, é sempre melhor optar pelos naturais.

Uma pesquisa descobriu que quando o caroço do abacate é esmagado e misturado com água, ele desenvolve uma cor laranja, o que é uma ótima notícia, já que muitos alimentos, principalmente aqueles para crianças, são carregados com corantes tóxicos feitos de alcatrão ou petróleo e podem causar todos os tipos de problemas para a sua saúde, como alergias, hiperatividade, asma e câncer.

6. Pode ajudar pacientes com doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer é considerada uma das doenças mais neurodegenerativas do planeta, e muitos estudos foram realizados para revisar o conteúdo fitoquímico da semente de abacate.

Uma avaliação publicada no Journal of Basic and Clinical Physiology and Pharmacology mostrou a evidência de saponinas, alcaloides e terpenoides presentes nos extratos da semente de abacate, e de acordo com os pesquisadores, esse fitoquímicos podem oferecer uma abordagem natural para ajudar a controlar os efeitos da doença de Alzheimer.

A pesquisa diz que as atividades anti-colinesterásica e antioxidante das folhas e sementes do abacate podem estar ligadas aos seus fitoconstituintes, podendo ser os possíveis mecanismos subjacentes ao seu uso como um tratamento. No entanto, os pesquisadores dizem que esses extratos devem ser mais pesquisados in vivo.

Como escolher e usar caroço de abacate

Os abacates podem ser encontrados na maioria dos mercados, e o ideal é escolher a fruta madura, que é aquela que está um pouco mole, mas ainda firme. Se sentir que a fruta está muito mole, pode ser que o abacate esteja muito maduro.

Ainda não está claro se isso afeta ou não o valor nutricional das sementes, mas para que você possa se beneficiar também da fruta, compre uma que esteja madura ou que esteja perto do estágio de maturação e a deixe em casa em um local fresco até que fique pronta para comer.

Quando estiver maduro, lave-o e em seguida, corte ao redor do abacate e remova a semente. Para isso, bata gentilmente, mas com firmeza na semente com o cabo da faca, depois de um toque e a semente deve sair facilmente.

Para comer o caroço, ele deve ser moído até se converter em pó – a chamada farinha de caroço de abacate. Para isso, você pode colocá-lo dentro de um saco plástico grosso e esmagá-lo com um martelo ou deixar secar, colocando no forno por algumas horas a cerca de 250 graus, e em seguida retirar a pele exterior.

Depois de seco, pressione com algum material espesso, como com o cabo da faca ou um rolo de macarrão, dividindo em dois pedaços e em seguida corte em mais pedaços e coloque em um liquidificador de alta potência até que tenha atingido a consistência de pó.

Você também poderá usar um ralador de queijo, moedor de especiarias ou um almofariz e pilão pesados. Guarde esse pó em um recipiente fechado e coloque na geladeira.

Agora que você já tem esse pó nutritivo, é bom saber como usar

Como contém taninos, ele amarga, por isso o ideal é usá-lo com outros ingredientes como abacaxi, banana e espinafre ou misturar em smoothies e vitaminas.

Você também pode polvilhar em vários pratos como sopas, salada, ovos, etc. Outra opção para que serve o caroço de abacate é colocar a farinha em cápsulas, que podem ser encontradas em lojas de produtos naturais para consumir como suplemento.

Receita de smoothie com farinha do caroço de abacate

Ingredientes:

  • ½ abacate maduro;
  • 1–1¼ xícara de leite de amêndoa sem açúcar;
  • 1 colher de sopa de manteiga de amêndoa;
  • 1 punhado de espinafre;
  • 1 colher de sopa de sementes de chia, embebidas em 3 colheres de sopa de água por cerca de 10 minutos;
  • ½ colher de chá de abacate moído;
  • 1 colher de proteína de chocolate em pó ou baunilha;
  • 1 banana congelada – pequena;
  • ¼ xícara de água, se necessário para uma consistência mais fina;
  • gelo opcional.

Modo de preparo:

Adicione os ingredientes em um liquidificador de alta potência e bata até ficar bem misturado.

Preocupações com a segurança

Agora que você já sabe para que serve o caroço de abacate, seus benefícios, como comer e fazer a farinha de caroço de abacate, é importante saber sobre as preocupações com a segurança do consumo desta semente.

A Comissão de Abacate da Califórnia diz que é ótimo comer a fruta, porém a semente nem tanto, pois afirmam que ainda não há pesquisas suficientes, como também foi observado em uma pesquisa da Universidade do Estado da Pennsylvania que diz que “a segurança dos vários extratos das sementes de abacate deve ser avaliada a fim de estimar mais completamente a utilidade deste recurso”.

Há preocupações de que alguns compostos vegetais presente em caroços de abacates, como os inibidores de tripsina e glicosídeos cianogênicos, possam ser prejudiciais à saúde.

Um estudo realizado na Nigéria deu aos ratos doses muito altas de extrato de semente de abacate durante 28 dias e não observou efeitos prejudiciais. Com base no consumo de caroço de abacate da população local, estima-se que a ingestão diária máxima de extrato de semente de abacate seja de 3 mg por kg de peso corporal em humanos adultos.

Outro estudo realizado em ratos descobriu que o extrato de semente de abacate não apresentou toxicidade quando ingerido em concentrações de até 500 mg por kg de peso corporal por dia. Os ratos que ingeriram uma quantidade maior deste extrato morreram dentro de 24 horas.

Há também preocupações de que o óleo de semente de abacate possa causar danos, já que foi demonstrado que ele aumenta as enzimas e o acúmulo de gordura nos fígados dos ratos.

Atualmente não há evidências suficientes para garantir que as sementes de abacate sejam seguras para o consumo humano, já que a pesquisa até agora foi conduzida em animais. Além disso, o processo de extração usado nos estudos poderia alterar seus efeitos em seu corpo.

A melhor coisa é sempre evitar qualquer alimento novo que ainda está em fase de pesquisa, especialmente se estiver grávida, amamentando ou com algum problema de saúde. Consulte um médico para mais informações.

A boa notícia é que cada vez mais pesquisas para investigar para que serve o caroço de abacate, seus benefícios e se o seu consumo é seguro estão surgindo, e as primeiras indicações são de que ele oferece benefícios e pode ser promissor caso os novos estudos confirmem isso.

Você já sabia para que serve o caroço de abacate? Pretende consumir essa parte da fruta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,75 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário