Polióis – O Que é, Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Como Usar

Especialista:
atualizado em 20/02/2020

Além de saber o que é, veja também para que serve, como usar e os possíveis efeitos colaterais que você pode enfrentar ao ingerir polióis em excesso.

Muitos substitutos do açúcar são polióis. Se você se interessa por alternativas pouco calóricas e que podem te ajudar a controlar a diabetes, pode ser válido conhecer mais sobre os benefícios do xilitol – um dos polióis mais utilizados atualmente pelos diabéticos.

Entenda a seguir o que são os polióis e como eles podem te ajudar em uma dieta mais saudável e equilibrada.

Polióis – O que é?

Polióis são carboidratos que são comumente usados como substitutos para o açúcar e que estão dentro da classe dos FODMAPs.

O sabor deles costuma ser mais agradável do que da maioria dos adoçantes e, por isso, vem aumentando a procura por eles.

Por causa de certas partes da estrutura química dos polióis que são parecidas com a do açúcar e com a do álcool, eles também são conhecidos pelo termo álcoois de açúcar. Os representantes mais famosos dessa classe de carboidratos são o xilitol, o sorbitol e o eritritol.

Veja também uma comparação entre o xilitol e o eritritol e saiba qual deles é melhor para a sua alimentação.

Além de alguns polióis serem encontrados naturalmente em vários tipos de frutas e vegetais, eles também podem ser adicionados em produtos alimentícios comerciais como balas, gomas de marcar e produtos para os diabéticos.

Os polióis são interessantes como substitutos para o açúcar porque apresentam um sabor agradável e oferecem menos calorias por grama quando comparado com o açúcar refinado.

Para que serve

Além do uso como adoçantes de mesa, os polióis também podem ser encontrados na composição de vários produtos alimentícios. Exemplos incluem barras de cereais, produtos de panificação, balas, gomas de mascar e sorvete.

A maioria dos alimentos rotulados como livre de açúcar ou sem adição de açúcar apresentam polióis como ingredientes para melhorar o sabor.

Alguns produtos de uso pessoal como cremes dentais e enxaguantes bucais e produtos farmacêuticos como xaropes ou pastilhas para a garganta também contam com a presença de álcoois de açúcar.

Principais tipos de polióis

  • Isomalte: adoçante com textura e aparência como as do açúcar, mas que apresenta muito menos calorias e cerca de 55% do sabor do açúcar;
  • Hidrolisados de amido hidrogenado: feito de amido de milho, trata-se de uma família de adoçantes que não cristaliza e que apresenta de 20 a 50% de doçura do açúcar comum;
  • Eritritol: produzido a partir do amido de milho, o eritritol é livre de calorias e tem um sabor muito agradável que chega a ser 70% mais doce do que o açúcar, além de ser uma boa opção para diabéticos e pessoas com problemas gastrointestinais;
  • Maltitol: 75% mais doce do que o açúcar, o maltitol é um substituto para o açúcar estável produzido a partir do amido de milho que não causa cáries dentárias;
  • Lactitol: o lactitol é feito de soro de leite e apresenta sabor cerca de 35% mais doce do que o açúcar além de poucas calorias e estabilidade;
  • Manitol: encontrado naturalmente em morangos, cebolas e cogumelos, o manitol é um adoçante de baixa caloria que é aproximadamente 60% mais doce do que o açúcar;
  • Xilitol: produzido a partir de diversas fontes como milho, cana-de-açúcar e bétula, o xilitol é um adoçante com poucas calorias que é seguro para os dentes e também para os diabéticos e que tem um sabor similar ao do açúcar comum;
  • Sorbitol: assim como o xilitol, o sorbitol também não prejudica a saúde dos dentes e apresenta menos calorias do que o açúcar comum. Produzido a partir da dextrose derivada do amido de milho, o sorbitol é cerca de 60% mais doce do que o açúcar.

Muitos relatos de que os polióis podem fazer mal para a saúde circulam pela internet. Aproveite para se informar mais sobre o assunto e veja se o isomalte faz mal e se o maltitol prejudica a saúde.

Informações nutricionais

De acordo com informações da International Food Information Council Foundation, os polióis apresentam a seguinte quantidade de calorias por grama:

Polióis Calorias por grama
Manitol 1,6 g
Sorbitol 2,6 g
Maltitol 2,1 g
Eritritol até 0,2 g
Xilitol 2,4 g
Hidrolisados de amido hidrogenados 3,0 g
Lactitol 2,0 g
Isomalte 2,0 g

São muitos os produtos que apresentam polióis em suas formulações. Exemplos incluem:

  • Chocolates e doces diet;
  • Alguns tipos de assados;
  • Vitaminas mastigáveis;
  • Bebidas em geral;
  • Sorvetes;
  • Geleias;
  • Pastilhas e remédios para a tosse;
  • Enxaguantes bucais;
  • Cremes dentais.

Faz bem ingerir polióis?

De acordo com um estudo publicado em 2014 no American Journal of Clinical Nutrition, ingerir alimentos com açúcar adicionado fornece aproximadamente 14,1% das calorias consumidas diariamente por crianças e adultos americanos. O hábito de consumir tanto açúcar tem relação direta com problemas de saúde como diabetes, obesidade e doenças cardíacas.

Não é novidade que o excesso de açúcar faz mal à saúde, mas se você não faz ideia do teor de açúcar adicionado em alguns alimentos, veja essa lista e se surpreenda com a quantidade de açúcar encontrada certos alimentos.

A boa notícia é que as pessoas estão cada vez mais cientes do risco de consumir muito açúcar e têm buscado meios de reduzir a quantidade de açúcar na dieta.

Procurar alimentos com álcoois de açúcar é uma boa pedida, já que eles não têm açúcar adicionado e geralmente apresentam menos calorias do que alimentos similares com açúcar.

Os álcoois de açúcar em geral não são totalmente absorvidos e digeridos pelo organismo. Isso tem a ver com a estrutura deles e com o alto teor de fibras dessas moléculas. Por esse motivo, eles são uma ótima opção para os diabéticos pois os níveis de açúcar no sangue não sobem tanto ao ingerir alimentos ou bebidas com polióis.

Além disso, eles são mais difíceis de digerir e acabam aumentando a sensação de saciedade, o que te beneficia se você estiver tentando perder peso.

Os dentes também saem ganhando com a inclusão de polióis na dieta. As bactérias naturalmente presentes na nossa boca não se alimentam de álcoois de açúcar e, assim, o risco de desenvolver cáries é praticamente nulo.

Diferenças entre polióis e açúcares comuns

Os polióis não são totalmente absorvidos e digeridos pelo corpo e, assim, causam um menor impacto nos níveis de açúcar sanguíneo.

Ao consumir polióis, o hormônio insulina é necessário em baixa quantidade para metabolizá-los. Além disso, eles fornecem menos calorias por grama em comparação ao açúcar comum.

Outra diferença tem relação com o sabor. A maioria dos polióis tem um gosto menos doce que o açúcar comum e apenas o maltitol e o xilitol apresentam um sabor doce comparável ao do açúcar refinado.

Diferentemente do açúcar, nem todos os polióis podem ser submetidos ao aquecimento pois suas estruturas não suportam altas temperaturas. Assim, é importante ficar atento às substituições em receitas que precisam ir ao fogo. Saiba se o xilitol pode ir ao fogo e qual a melhor forma de usar esse poliól em suas receitas.

Como usar

Os polióis são ótimas opções de carboidratos, principalmente se você tem diabetes, quer prolongar a saciedade após as refeições ou deseja que seus dentes sejam protegidos das cáries.

Não tem jeito certo ou errado de incluir os polióis na sua dieta. Tudo vai depender da sua sensibilidade aos FODMAPs.

Polióis como o xilitol e sorbitol podem ser usados como substitutos do açúcar. No caso do xilitol, 1 colher de chá equivale a 1 colher de chá de açúcar já que o sabor doce de ambos é equivalente. Mas essa proporção pode mudar já que alguns polióis podem ter menos doçura do que o açúcar.

Efeitos colaterais

O consumo excessivo de polióis pode causar efeitos adversos – principalmente problemas digestivos – como:

  • Diarreia ou efeito laxante;
  • Gases;
  • Náusea.

Quem sofre de síndrome do intestino irritável tem um risco maior de sofrer efeitos colaterais como esses já que os polióis não são totalmente absorvidos pelo organismo. Mas basta seguir uma dieta baixa em FODMAPs para evitar desconfortos digestivos.

Veja mais detalhes sobre a síndrome do intestino irritável e qual a dieta mais adequada para esse caso.

Considerações

Apesar de bem tolerados pela população geral, os polióis não são boas escolhas se você tem intolerância aos FODMAPs. Mesmo que você não seja intolerante, o consumo de grandes quantidades de álcoois de açúcar pode causar desconfortos como inchaço abdominal e diarreia.

Ainda que os polióis sejam benéficos para o controle do peso, a regulação dos níveis de açúcar no sangue e a saúde bucal, é importante observar se a ingestão desse alimento não está te causando nenhum mal.

Leia sempre os rótulos dos produtos que você usa já que a indústria alimentícia e até mesmo a indústria farmacêutica usam bastante os polióis em suas formulas para melhorar o sabor de alimentos e medicamentos sem precisar adicionar açúcar.

Se você não sofre nenhum efeito colateral ao ingerir polióis, eles são sem sombra de dúvidas melhores do que o açúcar refinado na sua dieta e devem ser utilizados, desde que isso seja feito dentro de uma dieta saudável e equilibrada.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar dos polióis? Pretende fazer uso de algum deles em sua dieta agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário