Remédio para Crescer Cabelo – 8 Mais Usados e Dicas!

Especialista:
atualizado em 03/07/2020

Promoção dos crescimento dos fios, nutrição do couro cabeludo e beleza dos cabelos: conheça os remédios para crescer cabelo mais usados!

Muitas mulheres têm a sensação de que seus cabelos não crescem, não importando o que elas façam. Mas os problemas com o crescimento do cabelo não preocupam apenas as mulheres: homens também podem sofrer com fios fracos e queda de cabelo.

Há muitos produtos no mercado que prometem que os cabelos vão crescer mais rápido e mais saudáveis após a sua aplicação, assim como ingredientes naturais que podem nutrir o couro cabeludo e promover o crescimento dos fios.

Vale a pena também dar uma conferida nos 16 poderosos alimentos que fazem seu cabelo crescer. Você poderá adicioná-los ao seu dia a dia para que eles façam parte da sua rotina e ajudem no crescimento do seu cabelo.

Vídeo:

Os remédios para crescer cabelo mais usados

Veremos agora os remédios para crescer cabelo mais usados, entendendo seus benefícios para os fios.

1. Viviscal

É um complexo capilar usado para promover o crescimento natural do cabelo em pessoas que sofrem com queda dos fios. Ele é composto por um complexo com ingredientes como niacina (vitamina B3), zinco e vitamina C.

Um estudo clínico publicado em 2015 no periódico Dermatology Research and Practice mostrou que após três meses de uso, a perda de cabelo em mulheres foi reduzida e o crescimento do cabelo foi estimulado. Segundo o fabricante, o complexo ajuda a fortalecer as células e a estimular o crescimento de novas células capilares. O produto deve ser tomado na forma de cápsulas 2 vezes ao dia por ao menos 6 meses.

2. Biotina

Esta vitamina solúvel em água é uma forma de vitamina B essencial para converter nutrientes em energia para o organismo. Assim, a biotina também pode atuar como um remédio que atua fornecendo a energia necessária para fortalecer o cabelo e estimular o seu crescimento. Suplementos de biotina são facilmente encontrados na forma de cápsulas ou comprimidos e além de nutrir o cabelo, a biotina nutre as unhas e promove o seu crescimento.

3. Finasterida

Nos homens, o cabelo que para de crescer ou insiste cair pode ser influenciado por fatores genéticos, o que torna o problema mais difícil de resolver, mas não impossível. Medicamentos prescritos podem ajudar em alguns desses casos, como a finasterida (propecia), que atua inibindo a conversão da testosterona em dihidrotestosterona (DHT), um hormônio que pode desencadear a perda de cabelo.

Porém, esses remédios só são usados para promover o crescimento de cabelo quando doenças como a alopecia são detectadas e quando há queda de cabelo massiva ou áreas de calvície. Efeitos adversos como redução na libido e na função sexual são raros, mas podem ser causados, principalmente em doses altas. Entenda melhor como a finasterida faz mal.

4. Minoxidil

O Minoxidil (Rogaine) é outro remédio para crescer cabelo. O medicamento precisa ser usado por alguns meses até que os resultados possam ser observados. Porém, alguns estudos afirmam que o remédio tem ação temporária e que a queda de cabelo volta a ocorrer.

Alguns efeitos colaterais que podem ser observados com o Minoxidil são: surgimento de pelos em locais indesejados como no rosto e nas mãos, aumento da frequência cardíaca e irritação no couro cabeludo. Rogaine foi proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 31 de maio de 2017, mas há produtos com Minoxidil na formulação registrados na agência e com venda permitida.

5. Nutrafol

É um suplemento que combina nutrientes como biotina, vitamina E, curcumina, queratina, resveratrol e ashwagandha. Acredita-se que todos eles ingredientes trabalhem juntos para nutrir o couro cabeludo e reestabelecer o equilíbrio hormonal, evitando a queda de cabelo e promovendo o crescimento dos fios.

6. Cortisona

A cortisona é um corticosteroide que pode promover o crescimento do cabelo. Injeções de cortisona aplicadas diretamente no couro cabeludo são mais eficazes, mas o medicamento também pode ser encontrado na forma de comprimidos de uso oral ou de pomadas para uso tópico.

7. Nioxin

Trata-se de um complexo de vitaminas e minerais que promove o crescimento do cabelo. Esse remédio para crescer cabelo pode ser encontrado na forma de shampoos, condicionadores e loções. Entretanto, o crescimento do cabelo só ocorre onde já existe cabelo e não é eficaz para tratar problemas de calvície, por exemplo.

8. Difenilciclopropenona

A difenilciclopropenona é um remédio para crescer cabelo encontrado na forma líquida. Ele deve ser aplicado como se fosse uma tinta diretamente no couro cabeludo. A aplicação uma vez por semana promete fortalecer as raízes e estimular o crescimento do cabelo.

Remédios naturais

– Medicamentos homeopáticos

Exemplos incluem a Silicea e o Kalium carbonicum. A Silicea é um remédio homeopático que promete nutrir os folículos capilares e estimular o crescimento capilar. Já o Kalium carbonicum é composto por carbonato de cálcio e evita que os cabelos fiquem fracos. Porém, não existem provas científicas que eles funcionam para esse fim.

– Óleo essencial de alecrim

Conforme dados publicados em 2015 na revista científica SkinMed, o óleo essencial de alecrim estimula o crescimento de novos fios e pode ser útil no tratamento da alopecia androgenética (calvície). Basta misturar algumas gotas do óleo em um óleo transportador como o óleo de coco e massagear o cabelo e o couro cabeludo antes do enxágue. Outra forma consiste em adicionar algumas gotas do óleo de alecrim ao shampoo ou ao condicionador.

– Suco de cebola

Em 2002, um estudo publicado no Journal of Dermatology mostrou que o suco de cebola pode ser um tratamento eficaz para a Alopecia areata, uma condição que causa a queda irregular de cabelo. Além disso, uma pesquisa conduzida em animais e publicada em 2015 no periódico científico Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine sugeriu que o suco de cebola melhora o fluxo sanguíneo e aumenta o fator de crescimento de queratina, promovendo o crescimento do cabelo.

Uma forma de testar se isso realmente funciona é extrair o líquido de algumas cebolas e aplicá-lo no cabelo e no couro cabeludo. Deixe agir por cerca de 15 minutos e em seguida lave normalmente.

– Fontes de proteínas

Alimentos proteicos como ovos, peixes, nozes, sementes, leguminosas e carnes magras podem ajudar o cabelo a crescer. Isso porque os fios são compostos basicamente por proteínas e a falta delas no organismo pode prejudicar os cabelos.

– Limão

O óleo de limão pode deixar o couro cabeludo saudável e estimular o crescimento do cabelo, segundo dados publicados em 2016 na revista Parasitology Research. Na ausência do óleo de limão, o suco de limão fresco também parece funcionar. O recomendado é aplicar um pouco se suco de limão fresco no cabelo e massagear o couro cabeludo. Depois de agir por cerca de 15 minutos, lave o cabelo normalmente.

– Óleo de coco

Ácidos graxos presentes no óleo de coco são capazes de penetrar no interior dos fios e diminuir a perda de proteína do cabelo, evitando quedas, segundo uma publicação de 2003 indexada no Journal of Cosmetic Science. Ele é capaz de nutrir e visivelmente torna os cabelos mais brilhantes.

Se o seu cabelo for oleoso, o óleo de coco pode ser usado apenas por algumas horas para que os fios internalizem o ingrediente e depois o excesso pode ser removido com uma boa lavagem. Já cabelos secos podem receber o óleo de coco a qualquer momento.

– Ferro

O ferro é um nutriente essencial para a nutrição dos cabelos porque o mineral é fundamental para que o fluxo sanguíneo até o couro cabeludo seja suficiente para fornecer oxigênio e outros nutrientes vitais para o cabelo. Alimentos que contêm bastante ferro incluem feijão, lentilha, carne, espinafre e sementes de abóbora.

– Aloe vera

O aloe vera – conhecido também como babosa – é usado para evitar a perda de cabelo além de acalmar o couro cabeludo e condicionar o cabelo. Não é à toa que existem vários shampoos de babosa no mercado. O aloe vera também ajuda a reduzir a caspa e a desobstruir folículos capilares tomados pela oleosidade em excesso.

– Ginseng

De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Medicinal Food em 2015, o ginseng ajuda a promover o crescimento do cabelo por meio do estímulo aos folículos capilares. Os compostos ativos do gingeng – chamados de ginsenosídeos – parecem ser os responsáveis por auxiliar a fazer o cabelo crescer.

– Óleo de peixe

Os ácidos graxos presentes no óleo de peixe – como o ômega 3, por exemplo – podem nutrir os cabelos com proteínas e outros nutrientes. Um estudo de 2015 publicado no Journal of Cosmetic Dermatology sobre perda de cabelo em mulheres mostrou que tomar ômega 3 em conjunto com compostos antioxidantes ajuda a melhorar a densidade e o diâmetro do cabelo.

– Massagens no couro cabeludo

Uma pesquisa publicada em 2016 na revista Eplasty mostrou que massagear o couro cabeludo pode estimulá-lo, restaurar o crescimento do cabelo e melhorar a espessura dos fios. Uma boa massagem também é capaz de aliviar o estresse, que pode ser um fator contribuinte para a perda de cabelo.

Funciona mesmo?

Não é possível garantir que um remédio para crescer cabelo escolhido entre estes faça o seu cabelo crescer de fato, já que os problemas capilares podem ter diferentes causas. O ideal é sempre procurar um médico para verificar se existe alguma deficiência nutricional ou outro problema de saúde causando a queda de cabelo ou dificultando seu crescimento para descobrir qual tratamento deve ser seguido.

A consulta ao dermatologista é especialmente importante antes de iniciar o uso com algum medicamento que possa provocar efeitos colaterais.

Vídeo bônus:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tomou algum remédio para crescer cabelo? Pretende experimentar um desses citados acima? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário