Homem com calvície

12 Remédios para Queda de Cabelo Mais Famosos

Querendo ou não, a vaidade nos acompanha diariamente. Seja no ambiente de trabalho, no ambiente de estudo ou até mesmo em casa, estar bem consigo mesmo tem uma grande relação com a aparência. Cabelos bonitos e saudáveis não são apenas uma questão estética, já que eles também protegem nosso couro cabeludo da radiação solar, por exemplo. Vale lembrar ainda que fios fracos e que caem muito podem ter relação com problemas de saúde e efeitos colaterais de certos medicamentos.

Embora a perda de cabelo seja mais comumente associada aos homens, as mulheres também sofrem com esse problema. Assim, muitas pessoas buscam por soluções que corrijam ou ao menos amenizem a queda de cabelo. Vamos mostrar os remédios para queda de cabelo mais usados abaixo.

Principais causas da queda de cabelo

  • Hereditariedade ou histórico familiar;
  • Mudanças hormonais;
  • Condições médicas;
  • Medicamentos;
  • Deficiência de vitaminas;
  • Menopausa.

Remédios para queda de cabelo

Independentemente da causa, existem formas de tratar a queda de cabelo. Em seguida, estão os remédios para calvície e queda mais populares a fim reduzir ou eliminar esse problema tão desagradável.

1. Finasterida (Propecia)

Finasterida é o nome genérico para os medicamentos de marca Proscar e Propecia. A finasterida foi originalmente desenvolvida pela empresa farmacêutica Merck como uma droga para tratar as próstatas alargadas, um problema de câncer benigno da próstata. Porém, os pesquisadores observaram um efeito colateral interessante: o crescimento do cabelo.

Desde então, a finasterida pode tem sido também usada como um dos principais remédios para calvície masculina. Tal medicamento promove crescimento do cabelo na região da coroa da cabeça e ajuda a prevenir a queda do mesmo.

Trata-se se um medicamento inibidor de 5-alfa-redutase, uma enzima responsável por converter a testosterona em dihidrotestosterona (DHT). Níveis altos de DHT no couro cabeludo podem diminuir o folículo capilar, levando à calvície. Ao tomar uma dose de 1 mg de finasterida, os níveis de DHT podem ser reduzidos em até 60%, o que diminui a perda de cabelo em até 86% dos homens que tomam o remédio.

2. Minoxidil (Rogaine)

Minoxidil foi o primeiro medicamento aprovado pela FDA (Food and Drug Administration – Órgão que regula os alimentos e os fármacos nos EUA) para o tratamento da calvície masculina. Durante muitos anos, o minoxidil, em forma de pílula (Loniten), foi amplamente utilizado para tratar a pressão arterial elevada, e assim como a finasterida, os pesquisadores descobriram um efeito colateral muito interessante do medicamento.

As pessoas que tomavam a medicação notaram crescimento de cabelo em locais inesperados como nas bochechas e na parte de trás das mãos.

A partir dessa observação, foi criado o minoxidil em solução líquida tópica para ser aplicado diretamente na cabeça para que crescesse cabelo. Porém, esse remédio não provoca nenhuma alteração hormonal e seus resultados são temporários, e uma vez que o uso é interrompido, o cabelo volta a cair.

3. Cortisona

Este também é um dos remédios para queda de cabelo mais potentes e que mostra resultados muito efetivos quando tomado sob a forma de injeções diretamente no couro cabeludo. Ele também está disponível na forma de pílulas e pomadas que podem ser aplicadas topicamente. As pílulas parecem ser mais fortes do que as outras formas disponíveis.

Geralmente, esse tratamento que usa corticoides só é indicado para pessoas com alopecia areata, caracterizada pela queda repentina e irregular de cabelo, inclusive em outras partes do corpo. Pode, portanto, ser um remédio para queda de cabelo feminino e não apenas para casos de calvície masculina, na qual a queda de cabelo é regular.

4. Avicis

Usado para tratar alopécia androgenética, ou seja, casos de calvície, Avicis é uma solução de uso tópico que funciona a partir do mesmo princípio que a finasterida. Ele age ao inibir a enzima 5-alfa-redutase que converte a testosterona em DHT, levando à diminuição dos níveis de DHT no couro cabelo e diminuindo também a queda de cabelo.

5. Pantogar

Pantogar é uma combinação de vitaminas que melhoram a qualidade do cabelo. Desta forma, não se trata de um remédio para corrigir a queda de cabelo, mas que pode fazer com que o cabelo cresça mais forte.

Composto por aminoácidos, queratina, cistina e leveduras, fornece um suplemento vitamínico para os cabelos. Pode ser usado em casos que não envolve alopecia, pois também funciona como um remédio para queda de cabelo por estresse, por exemplo.

6. Follixin

Follixin é um suplemento composto principalmente por biotina que evita a queda de cabelo. Ele age melhorando fluxo sanguíneo para o couro cabeludo e fortalecendo os folículos, o que reduz a queda de cabelo e promove nutrição dos fios.

7. Óleo essencial de alecrim

O alecrim é usado para promover o crescimento do cabelo. O óleo de alecrim deve ser aplicado diretamente no couro cabeludo ajudando a melhorar o fluxo sanguíneo, o que causa o crescimento do cabelo.

Trata-se de um dos principais óleos essenciais quando se trata de aumentar a espessura e o crescimento do cabelo. Acredita-se que o óleo de alecrim é capaz de aumentar o metabolismo celular que estimula o crescimento do cabelo. Uma pesquisa publicada em 2015 mostra ainda que o óleo de alecrim parece funcionar, assim como o medicamento minoxidil, como um tratamento convencional de perda de cabelo tópico.

8. Kalium Carbonicum

Kalium carbonicum é um medicamento usado em homeopatia que é composto por carbonato de potássio. Ele é altamente benéfico para evitar o desgaste e os cabelos secos. Este remédio, no entanto, deve ser consumido somente ao consultar um homeopata para prevenir possíveis interações medicamentosas.

9. Silicea

Outro medicamento homeopático para promover o bom crescimento do cabelo é a silicea. Ela é derivada do mineral arenito e de tecidos humanos e altamente eficaz na nutrição dos folículos capilares. Esta substância encontra-se disponível em forma líquida concentrada e em grânulos. Também é conhecida e encontrada como “sais celulares homeopáticos”.

10. Vitaminas de nioxina

Este é um medicamento puramente baseado na combinação de vitaminas e minerais e atua como suplemento vitamínico para as raízes já existentes do cabelo, e isso faz com que o cabelo cresça mais rápido. É prontamente disponível sob a forma de shampoos, condicionadores e loções capilares. Essas vitaminas são conhecidas por promover o crescimento de cabelo onde já existe, sendo menos eficaz em casos de alopecia.

11. Difenilciclopropenona (DPCP)

Este medicamento é conhecido por ser muito eficaz na aplicação tópica diretamente no couro cabeludo. Está disponível em forma líquida e deve ser aplicado uma vez por semana para fortalecer as raízes do cabelo e leva alguns dias ou semanas para começar a fazer efeito.

12. Chá de sálvia

Esta erva é conhecida par aumentar o crescimento do cabelo e também para diminuir a queda excessiva de cabelo. O chá de sálvia deve ser preparado, resfriado e aplicado diretamente sobre o couro cabeludo. Também é possível tomar o chá para obtenção dos nutrientes, porém apresenta um gosto muito amargo e pode ser de difícil ingestão.

Remédio caseiro para queda de cabelo por química

Quando o cabelo é submetido a muitos processos químicos como tintura e progressivas, é normal que ele fique desgastado e mais fraco, o que pode levar à queda. Dessa forma, a palavra chave é hidratação.

É importantíssimo hidratar o cabelo para que ele recupere as forças degradadas pelos procedimentos de beleza e recupere sua cor e brilho. A seguir, sugerimos algumas opções caseiras de remédio para queda de cabelo causada por processos químicos.

  1. Pó de proteína do caldo do osso: Este suplemento é encontrado na forma de uma proteína em pó e é muito rico em proteínas, colágeno, gelatina, glucosamina, condroitina e minerais. Tais nutrientes ajudam a promover o crescimento saudável do cabelo e mantê-lo saudável. Além do suplemento, é possível preparar o caldo do osso através de restos de ossos de animais. Dessa forma, sugere-se usar os restos de osso e refogá-los com água e temperos da sua preferência até obter um caldo. Uma concha do caldo é suficiente para obter os nutrientes necessários. No caso do suplemento, é preciso observar as informações no rótulo.
  2. Saw palmetto: Uma opção caseira para prevenir a queda de cabelo é utilizar o saw palmetto como tempero em comidas já que ele é um inibidor natural de DHT, sendo então uma versão natural de remédios para queda de cabelo como a finasterida, por exemplo. A dose recomendada é de 320 mg de saw palmetto por dia.
  3. Óleo de semente de abóbora: Uma porção de 8 gramas ou aproximadamente 1 colher de sopa por dia também é capaz de inibir a formação de DHT, além de conter ácidos graxos que ajudam a melhorar a saúde de cabelos com fios mais grossos.
  4. Óleo de peixe: Uma dose de até 1 g por dia pode ajudar a reduzir processos inflamatórios e nutrir o cabelo muito fino e quebradiço, engrossando o fio.
  5. Aloe vera: Hidratar o cabelo com aloe vera é uma ótima maneira de salvar o cabelo do dano químico. É recomendada uma porção de ½ xícara de aloe vera por dia para lavar o cabelo.

Remédio para queda de cabelo por estresse

  1. Ashwagandha: Uma dose de até 500 mg de ashwagandha ao dia ajudam o corpo a se adaptar e lidar com eventos estressantes, pois equilibra os hormônios e ajuda a reduzir os níveis de cortisol (o hormônio do estresse), o que influencia, portanto, no estímulo do crescimento saudável do cabelo.
  2. Rhodiola rosea: A rhodiola rosea ou raiz de ouro também é uma erva que evita o estresse e estimula o crescimento do cabelo. É possível tomar uma porção de até 500 miligramas por dia.
  3. Vitaminas do complexo B: As vitaminas do complexo B ajudam no gerenciamento do estresse. Em especial, a biotina ou vitamina B7 ajuda a engrossar o cabelo enquanto que a vitamina B5 ou ácido pantotênico dá suporte as glândulas adrenais, fortalecendo o cabelo. A suplementação pode ser feita com um comprimido por dia.
  4. Zinco: Um dos sinais da deficiência de zinco é a perda de cabelo. Desta forma, é possível tomar até 8 mg por dia de zinco (se você for mulher) e até 11 mg (se for homem). Esse mineral melhora o sistema imunológico e ajuda nas funções intestinais também.
  5. Lavanda, tomilho, cedro, sálvia e hortelã: Uma mistura desses componentes pode ajudar a aumentar a circulação sanguínea no couro cabeludo. Uma receita caseira para estimular o crescimento do cabelo é combinar de três a quatro gotas de menta com alecrim e sálvia e adicionar uma colher de sopa de azeite ou óleo de coco e massagear a região capilar suavemente de uma a duas vezes por dia.

Nutrição balanceada

Infelizmente, muitas pessoas não têm uma dieta adequada e a falta de nutrientes e minerais pode causar queda de cabelo.

Quantidades adequadas de proteína são importantes para fortalecer o cabelo e promover o crescimento saudável. A quantidade diária recomendada é cerca de duas a três porções de carne ou uma combinação de quatro a cinco porções de produtos lácteos e feijões.

Também é importante incluir alimentos saudáveis como nozes e sementes, ovos e peixes nas dietas, que são fontes importantes de ácidos graxos do tipo ômega-3, que ajudam a diminuir a inflamação e deixar o couro cabeludo mais saudável. Isso tudo sem esquecer de adicionar frutas e vegetais à dieta.

  • Ferro: a anemia pode causar perda de cabelo, mas os suplementos de ferro só são recomendados se você comprovou a deficiência por meio de um exame de sangue.
  • Sementes: sementes de abóbora são um dos principais alimentos com alto teor de zinco, o que é necessário para a saúde saudável do cabelo. As sementes de chia, linhaça e cânhamo também são ricas em fibras e gorduras saudáveis ​​que podem ajudar no crescimento do cabelo.
  • Peixe selvagem: peixes como o salmão são ricos em e o espessamento do cabelo.
  • Chá verde: ajuda a promover a desintoxicação e contém antioxidantes que promovem o crescimento do cabelo. Também pode diminuir a conversão de testosterona em DHT, diminuindo a queda capilar.
  • Cafeína: quando em doses baixas e com moderação, a cafeína estimula os cabelos e os ajuda a crescer mais rapidamente, diminuindo os efeitos da DHT.

Alimentos que devemos evitar para prevenir a queda de cabelo

  1. Gorduras trans: Gorduras trans são pouco saudáveis e aumentam processos inflamatórios no organismo além de aumentar a produção de DHT, que pode levar à queda de cabelo. Assim, é melhor evitar óleos hidrogenados como o óleo de milho e o óleo de soja.
  2. Açúcar: O açúcar desempenha um papel em causar desequilíbrios hormonais, contribui para a resistência à insulina, aumenta os níveis DHT e causa inflamação, o que pode levar à perda de cabelo.
  3. Alimentos processados: Alimentos que são altamente processados ​​são frequentemente carregados com gorduras não saudáveis como as gorduras trans, açúcar e sódio, e por esse motivo contém poucos nutrientes e prejudicam o crescimento saudável do cabelo.
  4. Álcool: A ingestão excessiva de álcool pode aumentar a inflamação e causar toxicidade hepática, levando a perda de cabelo.
  5. Cafeína: Em altas concentrações, a cafeína no organismo pode causar desidratação, desequilíbrios hormonais e até produção elevada de DHT.

Cuidados e dicas

  • Gerenciar o estresse: Perder o cabelo pode ser estressante. E o estresse (físico e emocional) também pode ser a causa da perda de cabelo. Para evitar esse ciclo vicioso, o ideal é que você gerencie o estresse da melhor maneira possível e fuja de situações muito estressantes.
  • Nem toda queda é prejudicial: Nem toda queda de cabelo é sinal de perigo. Existem períodos da vida em que é normal ocorrer perda de cabelo, como na gravidez ou na menopausa, por exemplo.
  • Livre-se das caspas: A presença de caspa pode prejudicar o crescimento dos cabelos. Assim, livrando-se dela, pode ocorrer um efeito positivo no crescimento e prevenção da queda dos cabelos.

Precauções

Antes de correr para comprar qualquer desses remédios para queda de cabelo, recomendamos que sempre consulte seu profissional de saúde.

Tratamento cirúrgico

Também é possível restaurar o cabelo cirurgicamente, porém é importante saber que você não terá cabelos perfeitos instantaneamente. É muito comum que os cabelos caiam dos enxertos logo após o transplante e demorarem um certo tempo até a regeneração. Além disso, possíveis efeitos colaterais e complicações da substituição do cabelo ou cirurgia de transplante incluem dor, dormência temporária na região, hemorragia, infecção, inchaço da cabeça e rosto, mau crescimento de enxertos e aparência não natural do cabelo transplantado.

Efeitos colaterais

Quando se trata de tratamentos convencionais para perda de cabelo, há muitos possíveis efeitos colaterais. Certifique-se de verificá-los cuidadosamente.

Os efeitos colaterais do medicamento minoxidil, por exemplo, podem incluir pelos faciais ou corporais indesejados, tonturas, batimentos cardíacos rápidos e irregulares, desmaios, dor torácica, inchaço de mãos ou pés, ganho de peso incomum, cansaço e dificuldade para respirar.

Os efeitos colaterais da finasterida podem incluir impotência sexual, perda de interesse no sexo, dificuldade em orgasmo, ejaculação anormal, inchaço nas mãos ou nos pés, moleza, dor de cabeça, corrimento nasal e erupção cutânea.

Além disso, nunca combine tratamentos naturais e convencionais (como minoxidil com óleos essenciais, por exemplo) pois podem ocorrer efeitos colaterais indesejados.

Aviso para grávidas

Se você está grávida ou amamentando, consulte seu médico antes de usar remédios convencionais ou naturais de perda de cabelo pois eles podem conter substâncias prejudiciais ao feto ou bebê. Além disso, é preciso ter certeza que a opção de tratamento para os cabelos não interaja com nenhum medicamento ou suplemento que esteja tomando.

Verifique com seu médico as causas mais prováveis do seu problema de queda de cabelo e se o uso dos remédios é realmente necessário. Também é importante lembrar que as receitas caseiras ou remédios indicados nesse artigo não podem sozinhos criar cabelos extremamente bonitos e saudáveis. É preciso combinar qualquer que seja o tratamento com uma dieta saudável para que o cabelo obtenha os nutrientes adequados.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Referências adicionais:

Você já utilizou muitos destes remédios para queda de cabelo? Quais tiveram melhores resultados? Já luta há muito tempo contra a calvície? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (17 votos, média: 3,82 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Meu irmão optou pelo transplante, e foi o que ele esperava! Ele fez na Master Health e ficou mto feliz com o resultado, pois os remédios não adiantavam para ele

  2. Tenho alopecia androgenética. Já usei pantogar e não vi resultado algum, dinheiro jogado fora. Agora uso Hair Skin and nails da Nature’s Bounty, e Biotina 5.000mcg + loção de minoxidil, toda noite. Não parou de cair, mas pelo menos nasceram novos fios.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*