12 remédios para queda de cabelo mais famosos

Especialista da área:
atualizado em 07/04/2021

Todo mundo quer ter um cabelo bonito e saudável, e por isso a queda dos fios incomoda tanto. Sendo assim, hoje vamos mostrar os 12 remédios para queda de cabelo mais famosos, que você pode usar para prevenir e tratar a queda de cabelo.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, cabelos bonitos e saudáveis não são apenas uma questão estética, já que eles também protegem nosso couro cabeludo da radiação solar. Também é importante saber que a queda dos fios pode estar relacionada a problemas de saúde e a efeitos colaterais de certos medicamentos.

Embora a perda de cabelo seja mais comum nos homens, as mulheres também sofrem com esse problema, o que faz com que muitas pessoas busquem soluções que corrijam ou ao menos amenizem isso. Confira neste artigo o que pode estar por trás da queda dos seus cabelos e como resolver essa questão.

Principais causas da queda de cabelo

Remédios para Queda de Cabelo

As principais causas da queda de cabelo são:

  • Hereditariedade ou histórico familiar;
  • Mudanças hormonais;
  • Condições médicas;
  • Efeitos colaterais de alguns medicamentos;
  • Deficiência de vitaminas;
  • Menopausa.

Remédios para queda de cabelo

Independentemente da causa, existem formas de tratar a queda de cabelo. Confira abaixo os remédios mais populares para tratar a calvície e a queda de cabelo, a fim de reduzir ou eliminar esse problema tão desagradável.

No entanto, antes de começar a tomar qualquer um dos medicamentos listados abaixo é necessário consultar um médico para saber qual é a causa da sua queda de cabelo e qual é o remédio mais indicado para você.

1. Finasterida (Propecia)

Originalmente desenvolvida para tratar problemas de próstata aumentada, uma condição causada por um tumor benigno nesse órgão, a finasterida provou ajudar a tratar a queda dos fios de cabelo, já que um dos seus efeitos colaterais é o crescimento capilar.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, a finasterida tem sido também usada como um dos principais remédios para calvície masculina, já que promove crescimento do cabelo na região da coroa da cabeça e ajuda a prevenir a queda do mesmo.

Esse medicamento age inibindo a ação da enzima 5-alfa-redutase, responsável por converter a testosterona em dihidrotestosterona (DHT), que em níveis altos no couro cabeludo pode levar à calvície. Homens que tomam uma dose de 1 mg de finasterida tem os níveis de DHT reduzidos em até 60%, o que diminui a perda de cabelo em até 86%.

2. Minoxidil (Rogaine)

Minoxidil foi o primeiro medicamento aprovado pela FDA (Food and Drug Administration – Órgão que regula os alimentos e os fármacos nos EUA) para o tratamento da calvície masculina.

Durante muitos anos, o minoxidil, em forma de pílula (Loniten), foi amplamente utilizado para tratar a pressão arterial elevada, e assim como a finasterida, os pesquisadores descobriram um efeito colateral muito interessante do medicamento.

As pessoas que tomavam a medicação notaram crescimento de cabelo em locais inesperados como nas bochechas e na parte de trás das mãos.

A partir dessa observação, foi criado o minoxidil em solução líquida tópica, para ser aplicado diretamente na cabeça, a fim de estimular o crescimento do cabelo. Porém, esse remédio não provoca nenhuma alteração hormonal e seus resultados são temporários, e uma vez que o uso é interrompido, o cabelo volta a cair.

  Continua Depois da Publicidade  

3. Cortisona

Este também é um dos remédios para queda de cabelo mais potentes e que mostra resultados muito efetivos quando tomado sob a forma de injeções diretamente no couro cabeludo.

Mas, também é possível encontrar a cortisona na forma de pílulas ou de pomadas, que podem ser aplicadas no couro cabeludo. No entanto, as pílulas tem se mostrado mais eficazes do que as outras formas disponíveis.

Geralmente, esse tratamento que usa corticoides só é indicado para pessoas com alopecia areata, ou seja, quando a queda de cabelo é repentina e irregular, podendo, inclusive, ocorrer queda de pelos em outras partes do corpo.

4. Avicis

Usado para tratar alopécia androgenética, ou seja, casos de calvície, o Avicis é uma solução de uso tópico que funciona a partir do mesmo princípio que a finasterida, já que inibe a ação da enzima 5-alfa-redutase, que converte a testosterona em DHT, levando assim à diminuição dos níveis de DHT no couro cabelo e diminuindo também a queda de cabelo.

5. Pantogar

Pantogar é uma combinação de vitaminas que melhoram a qualidade do cabelo. Desta forma, não se trata de um remédio para corrigir a queda de cabelo, mas de um tipo de suplemento para fazer com que os fios cresçam mais fortes.

  Continua Depois da Publicidade  

O pantogar é composto por aminoácidos, como a queratina, a cistina e também por leveduras. Além disso, ele pode ser usado em situações que não envolvem calvície, já que também funciona para casos de queda de cabelo decorrente de estresse.

6. Follixin

O follixin é um suplemento composto principalmente por biotina, uma substância que evita a queda de cabelo. Ele age melhorando fluxo sanguíneo para o couro cabeludo e fortalecendo os folículos capilares, o que reduz a queda de cabelo e promove a nutrição dos fios.

7. Óleo essencial de alecrim

O óleo de alecrim ajuda a promover o crescimento dos cabelos. Para obter os seus benefícios, você deve aplicá-lo diretamente no couro cabeludo. Ele age melhorando a circulação sanguínea, o que promove o crescimento capilar e, além disso, esse óleo também aumenta a espessura dos fios.

De acordo com uma pesquisa publicada em 2015, o óleo de alecrim age de forma similar ao medicamento minoxidil no tratamento da perda de cabelo. No entanto, o óleo tem a vantagem de ser um produto natural.

8. Kalium carbonicum

O kalium carbonicum é um medicamento homeopático que é composto por carbonato de potássio. Ele ajuda a evitar o desgaste capilar. No entanto, para usar esse remédio é necessário se consultar com um médio homeopata primeiro.

  Continua Depois da Publicidade  

9. Silicea

Outro medicamento homeopático para promover o bom crescimento do cabelo é a silicea, já que ajuda a nutrir os folículos capilares. A silicea encontra-se disponível em forma líquida concentrada e em grânulos, sendo também conhecida e encontrada como “sais celulares homeopáticos”.

10. Vitaminas de nioxina

Este é um medicamento puramente baseado na combinação de vitaminas e minerais e atua como suplemento vitamínico para as raízes já existentes do cabelo, e isso faz com que o cabelo cresça mais rápido.

As vitaminas de nioxina podem ser encontradas na forma de shampoos, condicionadores e loções capilares. No entanto, esse medicamento só promove o crescimento capilar onde ainda existem alguns fios, o que o torna menos eficaz em casos de alopecia.

11. Difenilciclopropenona (DPCP)

Este medicamento é conhecido por ser muito eficaz na aplicação tópica, diretamente no couro cabeludo. A DPCP está disponível em forma líquida e deve ser aplicada uma vez por semana para fortalecer as raízes do cabelo. Entretanto, ela leva alguns dias, ou semanas, para começar a fazer efeito.

12. Chá de sálvia

Essa erva é conhecida por aumentar o crescimento do cabelo e também para diminuir a queda excessiva dos fios. Para usar o chá de sálvia no combate à queda de cabelo, você deve prepará-lo e deixá-lo esfriar, para depois aplicá-lo diretamente no couro cabeludo.

Além disso, você também pode tomar o chá para obter os benefícios dos seus nutrientes, porém essa bebida apresenta um gosto muito amargo e pode ser de difícil ingestão.

Remédio caseiro para queda de cabelo por química

Remédio caseiro para queda de cabelo por química

Quando o cabelo é submetido a muitos processos químicos, como tintura e escovas progressivas, é normal que ele fique mais fraco, o que pode levar à queda. Uma das formas de evitar que isso aconteça é hidratando os fios.

A aloe vera, ou babosa, é uma das plantas mais indicadas para quem quer cuidar do cabelo, confira aqui algumas receitas de como usar essa planta para deixar os seus fios saudáveis e bonitos.

No entanto, alguns alimentos também podem ajudar na recuperação da saúde capilar. Sendo assim, confira algumas opções caseiras de tratamentos para queda de cabelo causada por processos químicos.

1. Pó de proteína do caldo do osso

Esse suplemento é encontrado na forma de uma proteína em pó e é muito rico em colágeno e em minerais, por isso ajuda a promover o crescimento capilar e a manter os fios saudáveis. Mas também é possível preparar o caldo do osso em casa, confira a receita aqui.

Uma concha do caldo é suficiente para obter todos os nutrientes necessários para a saúde dos cabelos. No caso do suplemento, é preciso observar as informações no rótulo.

2. Saw palmetto

Uma opção caseira para prevenir a queda de cabelo é utilizar o saw palmetto como tempero, já que ele é um inibidor natural de DHT, sendo então uma versão natural de remédios para queda de cabelo. A dose recomendada é de 320 mg de saw palmetto por dia.

3. Óleo de semente de abóbora

Uma porção de 8 g, ou aproximadamente 1 colher de sopa, por dia também é capaz de ajudar a inibir a formação de DHT, já que elas são fontes de ácidos graxos que ajudam a melhorar a saúde de cabelos

4. Óleo de peixe

Uma dose de até 1 g de óleo de peixe por dia pode ajudar a reduzir processos inflamatórios e nutrir o cabelo.

Remédios para queda de cabelo causados por estresse

homem estressado

Os seguintes remédios podem ajudar a tratar a queda de cabelos decorrente do estresse:

  1. Ashwagandha: uma dose de até 500 mg de ashwagandha ao dia ajuda o corpo a lidar com eventos estressantes, já que equilibra os hormônios e ajuda a reduzir os níveis de cortisol (o hormônio do estresse). Sendo assim, ela também estimula o crescimento saudável dos cabelos;
  2. Rhodiola rosea: a rhodiola rosea, ou raiz de ouro, também é uma erva que ajuda a lidar com o estresse e estimula o crescimento do cabelo. Recomenda-se tomar uma porção de até 500 mg desse composto por dia;
  3. Vitaminas do complexo B: essas vitaminas auxiliam o organismo a gerenciar o estresse. Em especial a biotina, ou vitamina B7, que também ajuda a engrossar os fios, e a vitamina B5, ou ácido pantotênico, que á suporte as glândulas adrenais, o que fortalece o cabelo. Consulte seu médico para saber se você deve suplementar essas vitaminas;
  4. Zinco: um dos sinais da deficiência de zinco é a queda dos cabelos. Por isso, se os seus fios estão caindo muito, vale a pena marcar uma consulta com o seu médico para que ele possa avaliar se você precisa suplementar esse mineral;
  5. Azeite, óleo de coco, menta, sálvia e alecrim: o uso desses óleos pode ajudar a aumentar a circulação sanguínea no couro cabeludo. Uma receita caseira para estimular o crescimento do cabelo é combinar de três a quatro gotas de menta com alecrim e sálvia, e adicionar uma colher de sopa de azeite ou óleo de coco. Deve-se massagear a região capilar suavemente, uma a duas vezes por dia.

Nutrição balanceada

remédios para queda de cabelo

A falta de vitaminas, nutrientes e minerais pode causar queda de cabelo. Além disso, também é importante consumir boas quantidades de proteína diariamente (de duas a três porções de carne ou uma combinação de quatro a cinco porções de produtos lácteos e feijões), já que essa substância é importante para fortalecer os cabelos e promover o seu crescimento saudável.

Também é importante consumir fontes de ácidos graxos do tipo ômega-3, pois ele ajuda a deixar o couro cabeludo mais saudável. As principais fontes dessa substâncias são: nozes, sementes, ovos e peixes. Além disso, recomenda-se consumir frutas e verduras diariamente.

Alimentos e nutrientes que devemos consumir para ter um cabelo forte e saudável

  • Ferro: a falta desse mineral causa anemia, que pode levar à queda de cabelo. No entanto, procure um médico para saber se você precisa suplementar ferro;
  • Sementes de abóbora: as sementes de abóbora são umas das principais fonte de zinco, que é um mineral essencial para deixar os cabelos saudáveis;
  • Sementes de chia, linhaça e cânhamo: elas são ricas em fibras e gorduras saudáveis, ​​que podem estimular o crescimento do cabelo;
  • Chá verde: ajuda a promover a desintoxicação do organismo e ainda contém antioxidantes que promovem o crescimento do cabelo. Também pode diminuir a conversão de testosterona em DHT, diminuindo assim a queda dos fios;
  • Cafeína: quando em doses baixas e com moderação, a cafeína estimula o crescimento capilar, já que ajuda a diminuir os efeitos da DHT.

Alimentos que devemos evitar para prevenir a queda de cabelo

  1. Gorduras transelas não são saudáveis e aumentam processos inflamatórios no organismo. Além disso, essas gorduras também estimulam a produção de DHT, que pode levar à queda de cabelo. Sendo assim, é melhor evitar óleos hidrogenados como o óleo de milho e de soja;
  2. Açúcar: ele pode causar desequilíbrios hormonais, o que leva ao aumento dos níveis de DHT;
  3. Alimentos processados: esses alimentos apresentam muitas substâncias ruins para a saúde, como gorduras trans, açúcar e sódio. Sendo assim eles acabam prejudicando o crescimento saudável dos cabelos, já que fazem mal ao organismo com um todo;
  4. Álcool: a ingestão excessiva de álcool pode aumentar a inflamação e causar toxicidade hepática, o que pode contribuir para a perda de cabelo;
  5. Cafeína: se consumida exageradamente, a cafeína pode causar desidratação, desequilíbrios hormonais e até produção elevada de DHT.

Cuidados e dicas

  • Gerenciar o estresse: perder o cabelo pode ser estressante. E o estresse (físico e emocional) também pode ser a causa da queda dos fios. Por isso, o ideal é que você gerencie o estresse da melhor maneira possível e fuja de situações muito estressantes;
  • Nem toda queda é prejudicial: nem toda queda de cabelo é sinal de perigo, pois existem períodos da vida em que é normal ocorrer perda dos fios, como na gravidez e na menopausa;
  • Livre-se da caspa: a presença de caspa pode prejudicar o crescimento dos cabelos.

Implante de cabelo

implante de cabelo

Também é possível restaurar o cabelo cirurgicamente, por meio de um implante, porém é importante saber que você não terá cabelos perfeitos instantaneamente. É muito comum que os cabelos caiam dos enxertos logo após o implante e demorem um certo tempo até se regenerarem.

Além disso, possíveis efeitos colaterais e complicações do implante incluem:

  • Dor;
  • Dormência temporária na região onde foi implantado o cabelo;
  • Hemorragia;
  • Infecção;
  • Inchaço na cabeça e no rosto;
  • Mau crescimento de enxertos;
  • Aparência não natural do cabelo transplantado.

Efeitos colaterais

Quando se trata de tratamentos convencionais para perda de cabelo, há muitos possíveis efeitos colaterais. Certifique-se de verificá-los cuidadosamente antes de começar a tomar qualquer tipo de remédio.

Os efeitos colaterais do medicamento minoxidil, por exemplo, podem incluir:

  • Pelos faciais ou corporais indesejados;
  • Tonturas;
  • Batimentos cardíacos rápidos e irregulares;
  • Desmaios;
  • Dor torácica;
  • Inchaço de mãos ou pés;
  • Ganho de peso incomum;
  • Cansaço;
  • Dificuldade para respirar.

Os efeitos colaterais da finasterida podem incluir:

  • Impotência sexual;
  • Perda de interesse no sexo;
  • Dificuldade em atingir o orgasmo;
  • Ejaculação anormal;
  • Inchaço nas mãos ou nos pés;
  • Moleza;
  • Dor de cabeça;
  • Corrimento nasal;
  • Erupções cutâneas.

Além disso, nunca combine tratamentos naturais e convencionais (como minoxidil com óleos essenciais) pois podem ocorrer efeitos colaterais indesejados.

Aviso para grávidas

Se você está grávida ou amamentando, consulte seu médico antes de usar remédios convencionais ou naturais para a perda de cabelo. pois eles podem conter substâncias prejudiciais ao bebê. Além disso, é preciso ter certeza que a opção de tratamento para os cabelos não interaja com nenhum medicamento ou suplemento que você esteja tomando.

Verifique com seu médico as causas mais prováveis do seu problema de queda de cabelo e se o uso dos remédios é realmente necessário. Também é importante lembrar que as receitas caseiras ou remédios indicados nesse artigo não podem, sozinhos, criar cabelos extremamente bonitos e saudáveis.

É preciso combinar qualquer tipo de tratamento com uma dieta balanceada para que o cabelo obtenha todos os nutrientes necessários para se manter saudável.

Vídeos do especialista

Veja abaixo os vídeos que explicam mais sobre a queda de cabelo e as alternativas disponíveis de tratamento e prevenção.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já utilizou muitos destes remédios para queda de cabelo? Quais tiveram melhores resultados? Já luta há muito tempo contra a calvície? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (28 votos, média 3,89)
Loading...

Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas, sabemos que a sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso, contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso, todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário