Vinagre de maçã

Vinagre de Maçã Limpa o Fígado ou Faz Mal?

O vinagre de maçã costuma ser utilizado na cozinha para temperar alguns pratos. Mas você sabia que ele já foi associado a inúmeros benefícios para a nossa saúde?

O ingrediente é conhecido por possuir ação antioxidante, auxiliar a saúde dos cabelos, ajudar a diminuir a acidez das articulações, contribuir com a melhoria da digestão e colaborar com a diminuição dos níveis de açúcar no sangue.

Mas e quanto ao nosso fígado? Será que o vinagre de maçã limpa o fígado ou faz mal para o órgão?

O vinagre de maçã limpa o fígado? Ou ele prejudica o órgão?

Em artigo revisado pela médica nutróloga Tamara Mazaracki, constatou-se que o vinagre de maçã possui o ácido málico, o ácido lático e o ácido cítrico em sua composição, substâncias que contribuem com a saúde do fígado e tornam o órgão mais eficaz na hora de processar as toxinas, colaborando para que o organismo as elimine de maneira mais acelerada.

A assistente de enfermagem e técnica de medicina Sharin Griffin escreveu em artigo publicado que o vinagre de maçã é conhecido por conter propriedades de desintoxicação do fígado.

Griffin explicou que a desintoxicação consiste na retirada de toxinas maléficas do ambiente que são acumuladas no organismo, principalmente no fígado. “O vinagre de maçã limpa o fígado, melhorando o seu processo natural de filtragem do sangue e ampliando os níveis de energia”, completou a assistente de enfermagem.

Portanto, podemos sim afirmar que o vinagre de maçã limpa o fígado, ou melhor dizendo, contribui com a limpeza do órgão.

Existe, inclusive, a chamada Secret Detox Drink (Bebida Detox Secreta, tradução livre), que leva vinagre de cidra de maçã, suco de limão, pimenta caiena, canela do ceilão (ceylon) e água na receita como forma de ajudar a desintoxicar e a limpar o fígado.

Por outro lado

Nada de ingerir o vinagre de maçã em quantidades elevadas. Pesquisas realizadas em animais apontaram que a ingestão excessiva do produto provoca danos no fígado, no estômago e no duodeno, por conta da acidez presente no ingrediente.

Além disso, as pessoas que apresentam úlceras devem evitar fazer uso do vinagre de maçã. As informações são do artigo revisado pela médica nutróloga Tamara Mazaracki.

Outros cuidados com o vinagre de maçã

Agora que já vimos que o vinagre de maçã limpa o fígado de fato, vamos conhecer alguns outros cuidados necessários em relação à utilização do produto.

Os indivíduos que têm problemas gástricos não devem consumir muito vinagre. O consumo em excesso do ingrediente também pode levar a uma irritação gástrica. Por sua vez, as mulheres grávidas devem consultar o médico antes de incorporar o vinagre de maçã às suas refeições. As gestantes e as mulheres que estiverem tentando ficar grávidas não podem ingerir a versão não pasteurizada do ingrediente.

A ingestão de quantias excessivas de vinagre de maçã, como uma garrafa inteira em apenas um dia, pode provocar a acidose metabólica. A condição é definida como a acidez excessiva no sangue e nos fluidos corporais, que pode sobrecarregar os rins e causar coma ou morte, em casos graves.

Quantidades elevadas de vinagre podem, teoricamente, interagir com medicamentos diuréticos, laxantes, remédios para a diabetes e remédios para doenças cardíacas.

Recomenda-se ingerir até duas colheres de sopa de vinagre de maçã diariamente, que correspondem a aproximadamente 30 ml do ingrediente.

O ideal é que o ingrediente seja consumido por meio das refeições, como tempero de saladas, por exemplo, ainda que algumas pessoas diluam o vinagre de maçã em um copo com água e a tomem na forma de uma bebida.

Outra orientação importante é a de optar sempre pelo vinagre de maçã cru, orgânico, não filtrado e não pasteurizado, rejeitando a versão refinada do ingrediente. O tipo ideal de vinagre de maçã é aquele que apresenta uma fina teia que boia no conteúdo – são as enzimas e cultura bacteriana que fazem o processo de fermentação do produto.

A importância do fígado

Quando falamos se o vinagre de maçã limpa o fígado ou faz mal para o órgão, também é interessante que entendamos porque esse órgão é tão importante e deve ser muito bem cuidado.

Pois bem, o fígado consiste na maior glândula existente no organismo humano, que oferece suporte a praticamente todos os outros órgãos do corpo. Não é possível para uma pessoa sobreviver sem que ela tenha um fígado em funcionamento. O órgão é vital para as funções metabólicas e o sistema imunológico do organismo.

Além disso, ele é responsável pela produção de uma substância chamada bile, que é necessária para a digestão de gorduras. O fígado também atua na desintoxicação do sangue para a eliminação de substâncias prejudiciais como álcool e drogas e no armazenamento do mineral ferro e de algumas vitaminas.

O órgão trabalha ainda no armazenamento de glicose, na conversão do açúcar armazenado em açúcar funcional nos períodos em que os níveis de glicose estão abaixo do normal e na decomposição da hemoglobina, da insulina e de outros hormônios.

Mas não termina por aí – o fígado também converte a amônia em ureia, algo descrito como vital para o metabolismo, e atua na destruição dos glóbulos vermelhos velhos.

Você já tinha ouvido falar que o vinagre de maçã limpa o fígado? Tem curiosidade de experimentar o uso do vinagre para este fim? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*