Vinagre de Vinho Emagrece? Benefícios, Para Que Serve, Como Usar e Dicas

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

Você provavelmente já conhece o vinagre de vinho e sabe onde utilizá-lo da forma que melhor te agrada. No entanto, você descobrirá a seguir se o vinagre de vinho emagrece e também conhecerá os seus maiores benefícios, para que serve exatamente e como usar este vinagre para obter os melhores resultados.

Se você já usou ou usa outros vinagres no seu dia a dia, também vale a pena conhecer os diferentes tipos de vinagre e entender a diferença entre eles e os seus benefícios. E se, além do vinagre, você faz uso de azeite nas suas saladas, vale a pena entender se o azeite engorda ou emagrece.

Além do uso do vinagre em saladas e receitas, muita gente bebe água com vinagre para emagrecer, mas será que é tão simples assim perder peso apenas escolhendo um tipo específico de vinagre?

Aqui você vai encontrar muitas dicas de uso, conhecer as suas propriedades e descobrir de uma vez por todas se vinagre de vinho emagrece.

Vinagre de vinho

Os vinagres em geral são produzidos a partir da fermentação de uma fonte de carboidratos em álcool.

Segundo um estudo publicado em 2006 no periódico científico Medscape General Medicine, após a transformação do carboidrato em álcool, bactérias do tipo acetobactérias entram em ação para converter o álcool em ácido acético, o principal composto presente no vinagre e que dá a ele seu aroma e acidez característicos.

A diferença entre o vinagre de vinho tinto e o vinagre de vinho branco é justamente a fonte de carboidratos usada para produzir os vinagres que pode ser o vinho tinto ou o vinho branco. 

Ácido acético

O teor pode variar de 3 a 9%, mas o que todo vinagre tem em comum é o ácido acético.

O ácido acético é um ácido graxo de cadeia curta que está presente naturalmente nos fluidos corporais e que é produzido pelas bactérias saudáveis do intestino. Ao receber alimentos ricos em fibras, o intestino fermenta tais fibras produzindo acido acético.

Dessa forma, acredita-se que o ácido acético encontrado no vinagre pode:

  • Acelerar o metabolismo;
  • Melhorar a saúde intestinal;
  • Suprimir o apetite;
  • Reduzir o acúmulo de gordura corporal;
  • Melhorar a queima de carboidratos e de gorduras.

Para que serve

Muito versátil, o vinagre de vinho pode ser usado para vários fins.

– Culinária

Na culinária, ele é muito utilizado como ingrediente em molhos de salada, em marinadas e em reduções de molhos em geral.

– Limpeza

O vinagre de vinho branco pode ser usado como um agente de limpeza doméstica com alto efeito bactericida. Mas o vinagre de vinho tinto – apesar de ter propriedades semelhantes – não costuma ser usado para a limpeza da casa, pois ele pode deixar manchas em certas superfícies.

– Pele

Em relação aos cuidados com a pele, qualquer tipo de vinagre de vinho serve. Algumas pessoas diluem o vinagre de vinho em água na proporção de 1 para 2 e o usam como um toner facial.

– Tratamento de lesões

Também há quem afirme que adicionar cerca de 2 colheres de sopa de vinagre de vinho ao banho pode acalmar a pele e que a aplicação de vinagre de vinho diluído sobre a pele pode auxiliar no tratamento de queimaduras leves.

– Outros benefícios para a saúde

O vinagre de vinho também pode oferecer alguns outros benefícios relacionados à saúde que incluem o controle da glicose, da pressão arterial e do colesterol, além da perda de peso.

Os detalhes – baseados em dados científicos – desses e outros benefícios são encontrados logo abaixo, incluindo os relacionados à perda de peso.

Benefícios do vinagre de vinho

– Redução dos níveis de açúcar no sangue

O ácido acético pode ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue. A hipótese é de que a manutenção dos níveis de açúcar no sangue ajuda a evitar que a glicose em excesso seja convertida em gordura para ser estocada no organismo, evitando assim o ganho de peso.

Estudos como o publicado em 2000 no Journal of Nutrition atestam que o vinagre pode retardar a digestão de carboidratos e aumentar a absorção de glicose, o que resulta em um nível mais baixo de glicose sanguínea.

Em 2004, um estudo feito com adultos com resistência à insulina, publicado na revista Diabetes Care, mostrou que o consumo de 2 colheres de sopa (30 mL) de vinagre antes de uma refeição rica em carboidratos foi capaz de reduzir os níveis de açúcar no sangue em 64% e de aumentar a sensibilidade à insulina em 34%.

Uma outra pesquisa também da revista Diabetes Care, publicado um pouco depois em 2007, mostrou que o uso de 2 colheres de sopa de vinagre de maçã na hora de deitar por 2 dias resultou na redução dos níveis de açúcar sanguíneo em jejum em até 6% em indivíduos com diabetes do tipo 2. Isso mostra que esse benefício não é exclusivo do vinagre de vinho tinto, já que também foi observado para o vinagre de maçã.

Uma revisão científica publicada em 2018 no periódico Nutrients sugere que o vinagre de vinho tinto pode reduzir o índice glicêmico dos alimentos em alguns pratos culinários, o que também ajuda a diminuir os níveis de açúcar no sangue. Outras pesquisas também constataram que a substituição de alimentos feitos com vinagre foi capaz de reduzir o índice glicêmico de refeições de 20 até 35%.

Se você é diabético e tem dificuldades para controlar o índice glicêmico e para emagrecer, veja algumas dicas de como controlar a glicose naturalmente.

– Proteção da pele

As antocianinas presentes no vinagre de vinho tinto, que são pigmentos responsáveis por dar cor azul, vermelha ou roxa aos alimentos, são compostos antioxidantes potentes que podem evitar danos à pele.

Um estudo publicado em 2010 na revista Food Research International mostrou que os vinagres de vinho tinto feitos com Cabernet Sauvignon (tipo de uva mais usado na fabricação de vinhos tintos no mundo) podem oferecer até 20 tipos de antocianinas.

Segundo pesquisa publicada em 2018 no International Journal of Molecular Medicine, outro antioxidante encontrado no vinagre de vinho tinto é o resveratrol. Tal antioxidante pode ajudar no tratamento de alguns tipos de câncer de pele – como o melanoma, por exemplo – evitando o crescimento de novas células cancerígenas e eliminando as existentes.

O ácido acético do vinagre também é conhecido por combater infecções na pele. As propriedades bactericidas do ácido acético são conhecidas há mais de 6 mil anos, tempo em que o vinagre era usado para tratar feridas e infecções em geral.

Uma pesquisa de 2015 publicada na revista científica PLoS One mostra que o ácido acético pode impedir o crescimento de bactérias do tipo Acinetobacter baumannii que estão envolvidas com o desenvolvimento de infecções em pessoas com queimaduras.

Ainda que o vinagre de vinho possa auxiliar no tratamento de infecções, feridas e até de alguns tipos de câncer de pele, ele deve ser usado com cautela e sempre deve ser diluído antes de ser aplicado na pele. Isso porque, de acordo com outro estudo de 2015 indexado no The Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology, a aplicação de vinagre não diluído sobre a pele pode causar irritações ou queimaduras devido à sua acidez.

– Poder antioxidante

O vinho é rico em antioxidantes como as antocianinas e o resveratrol e tais antioxidantes também fazem parte do vinagre produzido a partir do vinho, mesmo que em menores quantidades devido ao processo de fermentação.

Ainda assim, uma publicação do Indian Journal of Clinical Biochemistry de 2015 mostra que os antioxidantes em geral evitam danos celulares causados por radicais livres, que podem levar ao desenvolvimento de doenças crônicas como a diabetes, o câncer e as doenças cardíacas.

Dessa forma, a presença de antioxidantes no vinagre de vinho pode ajudar a evitar o estresse oxidativo prevenindo várias doenças e também a manter a pele saudável e jovial por mais tempo.

– Coração saudável

Estudos publicados em 2014 e em 2017 nos periódicos Journal of Food Science e Scientific Reports mostram que o ácido acético e o antioxidante resveratrol encontrados no vinagre de vinho tinto podem prevenir a formação de coágulos sanguíneos e reduzir o colesterol, a pressão arterial sanguínea e a inflamação.

antioxidante resveratrol promove o relaxamento dos vasos sanguíneos e melhora a circulação do sangue, o que gera um bom impacto na pressão arterial.

Tanto o ácido acético quanto o resveratrol parecem reduzir os níveis de colesterol e de triglicerídeos. Um estudo publicado na revista The British Journal of Nutrition em 2006 indica que o ácido acético diminui o colesterol total e os triglicerídeos em testes conduzidos em ratos.

Além de reduzir a pressão e o colesterol, o vinagre aumenta a absorção de cálcio, o que melhora o equilíbrio de líquidos e de eletrólitos no corpo e contribui para a saúde do coração.

Os resultados sugerem que o ácido acético e o resveratrol presente no vinagre de vinho podem diminuir o risco de doenças cardíacas por meio da regulação da pressão arterial e do colesterol.

Vinagre de vinho emagrece?

De acordo com alguns benefícios mencionados acima, o vinagre de vinho pode ajudar a promover a perda de peso.

Muitos estudos – incluindo uma pesquisa publicada em 2017 no periódico Scientific Reports – indicam que o ácido acético encontrado no vinagre diminui o armazenamento de gordura, aumenta a queima de gordura e reduz o apetite.

Conforme dados publicados em 2007 na revista BMC Gastroenterology, o ácido mantém a comida por mais tempo no estômago, o que leva a um atraso na liberação de grelina – hormônio da fome. Esse mecanismo pode evitar a ingestão de alimentos em excesso.

Um estudo publicado em 2009 no periódico científico Bioscience, Biotechnology and Biochemistry analisou adultos obesos durante 12 semanas. Nesse período, os participantes da pesquisa – que foram separados em 2 grupos – tomaram uma bebida de 500 mL contendo 0 ou 30 mL de vinagre por dia.

O grupo que bebeu 30 mL de vinagre diariamente apresentou uma maior perda de peso e uma redução significativa na gordura abdominal em relação aos integrantes do grupo controle que não ingeriu vinagre.

Além disso, há relatos de que a sensação de saciedade dura de 60 a 90 minutos depois da ingestão do vinagre.

Outra pesquisa publicada em 2005 no European Journal of Clinical Nutrition feita com 12 pessoas mostrou que aquelas que ingeriram vinagre com maior teor de ácido acético no café da manhã com pão de trigo branco apresentaram uma sensação maior de plenitude quando comparadas com as pessoas que consumiram um vinagre com um teor de ácido acético mais baixo.

Todas essas pesquisas indicam que o vinagre de vinho emagrece porque pode aumentar a sensação de saciedade e retardar a liberação do hormônio da fome, o que pode inibir o apetite, facilitar a perda de peso e ajudar a reduzir a gordura acumulada no corpo.

No entanto, os benefícios em relação à perda de peso têm a ver com o teor de ácido acético na maioria dos estudos. Dessa forma, não é apenas o vinagre de vinho que pode ajudar nesse sentido. Por exemplo, o vinagre de maçã emagrece seguindo essa mesma linha de raciocínio.

Como usar

Não é nada agradável ingerir nenhum tipo de vinagre puro. Além do mais, o vinagre pode prejudicar o esmalte do dente devido à sua acidez. Assim, é indicado tomar o vinagre sempre diluído em água ou em algum outro líquido.

As formas mais comuns de usar o vinagre é através da sua diluição ou por meio do uso de vinagre em receitas.

Solução para beber:

A recomendação usual é tomar de 1 a 2 colheres de sopa de vinagre diluída em uma xícara de água ou em água com gás. Se preferir, você pode misturar o vinagre com um suco. A solução pode ser ingerida até 3 vezes por dia.

Temperos:

Outras formas mais agradáveis de usar o vinagre são na forma de temperos para carnes e saladas, por exemplo.

Se você busca inserir o vinagre em receitas diferentes, pode ser que se interesse por bolinhos de vinagre assados que ficam deliciosos e que podem ser uma opção saudável de lanche da tarde.

Dicas

Usar vinagre antes de comer

Comer a salada ou tomar o vinagre diluído alguns minutos antes das refeições pode diminuir o apetite e ajudar na luta contra a balança.

Cuidado com a dose

Porém, não é porque o vinagre de vinho emagrece em determinados casos que isso quer dizer que você poderá utilizá-lo sem restrições. O uso exagerado de vinagre de vinho pode causar alguns contratempos. De acordo com uma pesquisa de 2015 publicada no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, o consumo diário de vinagre durante vários anos seguidos pode aumentar o risco de efeitos colaterais.

A ingestão de muito vinagre – especialmente não diluído – pode causar sintomas desagradáveis como:

  • Náusea;
  • Azia;
  • Indigestão;
  • Irritação na garganta;
  • Erosão do esmalte do dente;
  • Redução nos níveis de potássio;
  • Danos ao esôfago;
  • Dor de estômago.

Fique atento ao uso de remédios

Seu uso também pode interferir no uso de certos medicamentos como aqueles utilizados para controle da pressão arterial e para problemas do coração. Isso porque o vinagre pode reduzir os níveis de potássio, causando uma diminuição na pressão arterial.

Nunca coloque vinagre puro na boca

O consumo de soluções ácidas como o vinagre pode prejudicar o esmalte dos dentes. Mas, felizmente, esse efeito pode ser minimizado ao enxaguar a boca com água logo depois de ingerir produtos que contenham vinagre.

Espere para escovar os dentes

O vinagre deve sempre ser usado diluído e com cautela para evitar efeitos adversos e para preservar os dentes saudáveis.

Evitar escovar os dentes logo depois de consumir qualquer alimento ou bebida que sejam ácidos também ajuda a preservar a integridade do esmalte dentário.

Observe sua alimentação e seus hábitos diários

O vinagre de vinho emagrece (assim como outros tipos de vinagre), desde que exista um comprometimento em cuidar da alimentação e da saúde física, pois apenas o uso do vinagre não surtirá o efeito desejado.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sabia se vinagre de vinho emagrece? Pretende experimentar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,75 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário