Resveratrol – Para que serve, benefícios e fontes

Especialista da área:
atualizado em 09/12/2020

Encontrado no vinho tinto e em alimentos como uvas escuras e o mirtilo (blueberry), o resveratrol é uma substância que proporciona uma série de benefícios à saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

Estudos desenvolvidos na última década indicam que o resveratrol pode combater inflamações e até mesmo oferecer proteção contra doenças cardiovasculares e determinados tipos de câncer.

Além disso, o composto também parece ser um aliado na eterna luta contra o envelhecimento.

Então, vamos entender o que é o resveratrol, como ele age no corpo e quais os benefícios para a saúde que ele pode trazer.

O que é o Resveratrol exatamente?

Uvas escuras
Uvas escuras são uma ótima fonte de resveratrol

O resveratrol é um composto antioxidante da classe dos polifenóis, produzido naturalmente por algumas plantas com a finalidade de proteção contra os ataques de fungos, bactérias e outros agentes agressores.

E, quando consumidos na alimentação, esse composto pode trazer alguns benefícios para a saúde. A maior parte dos benefícios do consumo regular de resveratrol estão relacionados a sua ação antioxidante.

E como todo antioxidante, o resveratrol age amenizando e prevenindo os danos causados pelo acúmulo de radicais livres no organismo. Assim, ele ajuda a prevenir uma série de problemas de saúde, que veremos com mais detalhes a seguir.

Como agem os radicais livres?

antioxidantes em ação sobre os radicais livres
Os antioxidantes estabilizam os componentes instáveis do organismo

Os radicais livres são substâncias produzidas durante a respiração celular. Isso quer dizer que a todo momento nosso corpo está produzindo esses compostos.

Mas nosso organismo consegue lidar com essa quantidade de radicais livres produzidas pelas células, e não deixa que ocorra o acúmulo.

Entretanto, existem alguns outros fatores, muitas vezes decorrentes da rotina da vida moderna, que aumentam a produção de radicais livres, e desequilibram nosso sistema antioxidante interno. São eles:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Tabagismo, mesmo que seja indireto, como a convivência regular com alguma pessoa que fume;
  • Consumo exagerado de álcool;
  • Estresse;
  • Alimentos ricos em gorduras saturadas;
  • Exposição excessiva à radiação solar;
  • Poluição ambiental, algo extremamente comum em grandes cidades.

Assim, o consumo de alimentos ricos em antioxidantes se torna ainda mais necessário, uma vez que quase sempre estamos expostos a esses fatores.

Benefícios do resveratrol para a saúde

O vinho tinto é uma ótima fonte de resveratrol

Veja a seguir como o resveratrol pode trazer benefícios para saúde e boa forma:

1. É um grande aliado do coração

O consumo regular de antioxidantes, como o resveratrol, está associado à redução das taxas de colesterol LDL (o colesterol “ruim”) e aumento das taxas de colesterol HDL (o “bom” colesterol).

Além disso um estudo recente publicado em 2019 no site da Americam Heart Association concluiu que o resveratrol ajuda a diminuir a pressão arterial.

Também outro estudo recente, publicado em 2018 pela Clínica e Investigación en Arteriosclerosis, constatou que o resveratrol atua no combate à aterosclerose, que é o acúmulo de gorduras nas artérias.

Assim, o resveratrol ajuda a proteger a saúde do coração e dos vasos sanguíneos, o que o torna um aliado importante na prevenção de doenças cardiovasculares.

2. Ajuda na regulação do sistema imunológico

Existe uma quantidade enorme de estudos mostrando que o resveratrol age em diferentes pontos do sistema imunológico, auxiliando em sua regulação. Um desses estudos foi publicado em 2019 na revista Nutrients.

Nele foi destacado o potencial do resveratrol na prevenção e tratamento de uma variedade de doenças crônicas, incluindo doenças cardiovasculares, inflamatórias, metabólicas, neurológicas, de pele e várias doenças infecciosas.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas embora esses estudos tenham sido feitos tanto in vivo quanto in vitro, e tenham comprovado o papel benéfico do resveratol no sistema imunológico, ainda são necessários mais estudos para esclarecer os seus mecanismos de ação em diversas condições fisiológicas.

3. Ajuda a combater o estresse oxidativo que está relacionado ao câncer

O estresse oxidativo, que é o estado induzido pelo acúmulo de radicais livres no corpo, tem sido correlacionado ao desenvolvimento de alguns tipo de câncer.

Isso foi objeto de um estudo publicado em 2006 na revista Chemico-biological interactions, que destacou o papel importante dos antioxidantes, como o resveratrol, para reestabelecer o equilíbrio celular, e assim evitar os danos causados pelo estresse oxidativo, e consequentemente, o surgimento do câncer.

4. É bom para o cérebro

Sabe-se que o estresse oxidativo e os processos inflamatórios tem sido apontados como os grandes responsáveis pelo envelhecimento cerebral.

Nesse sentido, alguns estudos, como este estudo publicado em 2018 pelo Current neuropharmacology, mostram que os polifenóis, como o resveratrol, podem ajudar a amenizar o declínio cognitivo característico do envelhecimento.

Mas outros estudos, mais detalhados, ainda são necessários para confirmar este efeito.

5. Pode combater a obesidade

Estudos desenvolvidos com animais têm encontrado evidência de que o resveratrol pode ser utilizado no tratamento do sobrepeso e da obesidade.

Em um estudo, indivíduos com síndrome metabólica foram tratados por 4 meses com 1 g de resveratrol. Os resultados indicaram melhoria dos marcadores relacionados à essa condição de saúde.

Em outro estudo, homens obesos foram suplementados com 150 mg de resveratrol por 30 dias. Constatou-se a diminuição de tamanho das células de gordura subcutâneas abdominais.

Portanto os resultados do resveratrol relacionado ao combate ao sobrepeso e à obesidade são bastante promissores.

6. Aumenta a resistência física

Em 2013 foi publicado um estudo no periódico Molecules (Basel, Switzerland) que mostrou que o resveratrol retardou o cansaço físico em animais, bem como melhorou sua performace nos exercícios.

Entretanto mais pesquisas sejam necessárias para comprovar essa mesma atividade em humanos.

Mas se levarmos em consideração que o resveratrol ainda reduz inflamações (bastante comuns em quem treina com alta intensidade) e melhora a função cardíaca, podemos concluir que a substância pode favorecer os praticantes de atividades físicas.

7. Bom para diabéticos

Um estudo publicado em 2014 no The American journal of clinical nutrition constatou que o resveratrol melhora o controle da glicose e a sensibilidade da insulina em pessoas com diabetes. Tal resultado não foi observado em pessoas sem essa condição de saúde.

Isso é muito importante já que as pessoas que tem diabetes precisam ficar bastante atentas aos níveis de açúcar no sangue, para prevenir outros tipo de problemas de saúde relacionados à doença que podem surgir.

Outros efeitos do resveratrol

Existem outros potenciais efeitos do resveratrol, alguns deles ainda sendo pesquisados, como:

  • Proteção renal: Já existem alguns estudos mostrando esse efeito, mas a realização de pesquisas maiores, envolvendo mais pacientes, ainda são necessárias
  • Protege a pele: O consumo de antioxidantes está associado a redução do aparecimento de sinais de envelhecimento precoce.
  • Aumenta a concentração de testosterona e a contagem de espermatozoides: Um estudo feito em animais e publicado em 2005 no Journal of Nutrition, constatou o aumento na contagem de espermatozoides e na concentração de testosterona e gonadotrofinas.

Fontes de resveratrol na Dieta

Chocolate amargo com cacau
Chocolate amargo (alto teor de cacau) é uma excelente fonte de resveratrol

Alguns dos alimentos ricos em resveratrol (além do vinho tinto, é claro) que você pode incluir na sua dieta para obter todos os benefícios do composto são:

Dosagem

Não existe até o momento uma dose diária ideal de resveratrol. Além disso, doses elevadas podem fazer mal à saúde.

Boa parte da literatura médica tem sugerido um consumo diário de 40-50 mg de resveratrol ao dia, muito embora existam estudos envolvendo quantidades dezenas de vezes maiores da substância.

Uma única cápsula de 20 mg (20.000 mcg) de resveratrol fornece uma concentração do nutriente equivalente a mais de 40 copos de vinho.

Portanto, de forma geral, a recomendação é incluir porções de alimentos ricos em resveratrol, sem exagero, no cardápio. Assim, você conseguirá ingerir este poderoso antioxidante, além de se beneficiar de outros nutrientes presentes nos alimentos.

E qual a melhor maneira de tomar resveratrol?

Ouvirmos falar com frequência dos benefícios do consumo do vinho tinto, ligados a presença do resveratrol. Mas precisamos lembrar que ele é bebida alcóolica, e que seu consumo em exagero pode trazer inúmeros malefícios para a saúde.

Além disso, há a contraindicação pra mulheres grávidas ou que estejam amamentando, crianças e adolescentes e pessoas que estejam realizando algum tratamento medicamentoso ou que tenham certas condições de saúde.

Assim, a melhor forma de incluir o resveratrol no seu cardápio é investir em alimentos ricos no nutriente, e sempre associar esse consumo a uma dieta saudável e equilibrada, e à prática de exercícios físicos.

Fontes e Referências Adicionais
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (208 votos, média: 4,26 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

27 comentários em “Resveratrol – Para que serve, benefícios e fontes”

  1. Uma coisa que não foi dita é que não se recomenda para grávidas e pacientes com tratamento de câncer nos seios ou no útero, pois o resveratrol é um similar a estrógenos.

  2. Li sobre ele e aqui não tem nada sobre usar na fase menopausa/ climatério pode dar um esclarecimento ? Ele tem hormônios? Tem efeitos colaterais? Já que parece ser bom pra várias coisas.

  3. comecei a tomar tem 5 dias ele tem 250mg ainda não observei nada vamos esperar pelo menos 1 mes,tomo em jejum

    • Você não vai observar nada em cinco dias. Precisa no mínimo um mês para ver resultados, mas nos exames. Não é um questão de saber se esta funcionando por um “bem estar” subjetivo ou “se sentir bem”, é um questão orgânica que você só vai saber realmente o efeito ou não por exames de sangue.

  4. Faço uso de remédios controlados Alprazolam para síndrome do pânico 1.0 gramas. Por dia posso fazer uso do Revestrol uma vez que há a presença do álcool? Nas cápsulas existe a. Presença do álcool? Obrigada.

  5. Desde os tempos da antiga Grécia, já se sabiam dos benefícios substanciais do vinho, além da alegria por ele provocada; hoje a ciência atesta e comprova esse antigo conhecimento. Custa caro ainda, é fato, mas, mais cara no meu ponto de vista é a minha saúde, então, mesmo que ainda seja um valor alto, estando ao meu alcance, usarei com certeza! Vivam os gregos, viva a ciência!!!??????????

  6. Gostei muito de saber tudo isso sobre essa nobre substância. Estou tomando, na fórmula que minha nutricionista me passou.

    • O problema da farinha na minha opinião é que você tem que mistura-la em algo , como vitamina ou suco , a cápsula é mais prática, já está pronta , só precisa de um copo de água…mas sem dúvida a farinha de uva é bem mais barata que os suplementos