iogurte beneficios

9 Benefícios do Iogurte – Para que serve e Propriedades

Publicidade

Uma das principais fontes de probióticos da dieta, o iogurte é um alimento muito nutritivo e seu consumo proporciona uma série de vantagens para a saúde. No artigo a seguir, além dos benefícios do iogurte, vamos aprender sobre como ele é feito, para que serve e suas propriedades nutricionais.

Como é feito o Iogurte?

O Iogurte é feito através da fermentação do leite, isto é, ele é obtido a partir de um processo metabólico que neste caso é realizado por bactérias (lactobacilos). Para produzirem energia, estes micro-organismos convertem a lactose (açúcar do leite) em ácido lático, composto responsável pelo sabor azedo do Iogurte em sua essência, ao natural.

A indústria alimentícia incrementou e adaptou a produção de Iogurte, de modo que existem muitos tipos no mercado, como aqueles prontos para beber, ou com sabores específicos, produtos nas versões diet e light, sem lactose, etc.

Uma variedade que se popularizou bastante nos últimos tempos foi a de Iogurte Grego, que é mais concentrado que o Iogurte natural, de maior cremosidade e teor de proteínas. Vejamos então para que serve o Iogurte.

Para que serve o Iogurte?

O Iogurte é um alimento que as pessoas costumam consumir desde as primeiras horas do dia, no café da manhã, como lanche da tarde ou sobremesa após as grandes refeições.

Pode ser servido acompanhado de frutas, mel, granola, linhaça ou sementes de chia. O Iogurte também é muito utilizado para se fazer vitaminas e temperar saladas. Veja também: 10 Receitas de Molho de Iogurte Para Salada

Propriedades do Iogurte

Com relação às propriedades nutricionais do Iogurte, assim como o leite, ele é rico em vitaminas e minerais.

E, segundo uma pesquisa publicada no “British Journal of Nutrition”, tais nutrientes são mais bem incorporados pelo nosso organismo quando os consumimos na forma de Iogurte, do que com a ingestão do próprio leite.

No geral, os Iogurtes são uma boa fonte de vitaminas do complexo B, com destaque para a B12, B6 e a riboflavina, dos minerais cálcio, magnésio e potássio. Eles também apresentam quantidades significativas de proteínas, cujo teor, assim como de carboidratos e gorduras, varia conforme o tipo de Iogurte.

Em se tratando especificamente do Iogurte natural, uma porção de 100g apresenta 63 calorias, sendo 45% dessas fornecidas pelo seu conteúdo de carboidratos, 33% pelo de proteínas e 22% pelo de gorduras.

Benefícios do Iogurte

Veja a seguir como as propriedades do iogurte proporcionam benefícios para saúde e boa forma. Então, para que serve o iogurte afinal?

1- O Iogurte ajuda a emagrecer

Tanto as proteínas como o cálcio, ambos presentes em boas quantidades no Iogurte, são auxiliares da perda de peso. A ingestão de proteínas promove saciedade, fazendo você reduzir a quantidade de alimentos que come rotineiramente. No caso do cálcio, estudos indicam que o mineral diminui a liberação de cortisol no organismo, um hormônio que favorece o acúmulo de gordura corporal, sobretudo na região do abdômen.

Vale lembrar que o mercado fornece Iogurtes lights, colaborando ainda mais para sua dieta.

Veja também: Iogurte Engorda ou Ajuda na Dieta para Emagrecer?

2- O Iogurte é um bom alimento pós-treino

O alimento que selecionamos após o treino faz toda a diferença para o processo de construção e reparação muscular (nossos músculos também se danificam conforme a intensidade dos exercícios). De acordo com o “University of Birmingham’s jounal Sports Medicine”, o consumo imediato de um alimento após a prática de exercícios estimula a síntese de fibras musculares.

Os benefícios do Iogurte como alimento para o pós-treino são proporcionados pelo seu conteúdo de proteínas (o que ajuda no aumento e no reparo da massa magra), carboidratos (que repõe os estoques de glicogênio) e a pouca quantidade de gorduras (já que estas atrapalham a digestão dos nutrientes supracitados).

No entanto, é importante frisar que nem todas as variedades de Iogurte se adequam em tais parâmetros; algumas contêm até grandes quantidades de açúcar, e o excesso do mesmo é convertido em gordura pelo nosso metabolismo. Na hora da compra, procure optar pelo Iogurte natural ou por aqueles pouco calóricos, com baixo teor de carboidratos e lipídeos.

3- O Iogurte ajuda a regular a flora intestinal

As bactérias existentes no Iogurte são consideradas como probióticos, pois elas ajudam a compor a microbiota do intestino (comunidade de micro-organismos que mantém uma relação simbiótica com os seres humanos).

No intestino, os probióticos melhoram a absorção de vitaminas e minerais, ajudam a evitar prisão de ventre, diarreias, síndrome do intestino irritável, gases e doenças inflamatórias intestinais.

Pesquisas também indicam que os probióticos têm ação anticâncer, como por exemplo para os tumores no cólon.

4- O Iogurte combate infecções

Os probióticos também ajudam o sistema Imune no combate a infecções. Um estudo feito com idosos mostrou que aqueles que fizeram o consumo desses micro-organismos apresentaram uma diminuição considerável da duração dos quadros de infecções gastrointestinais e respiratórias.

Outra pesquisa revelou que os probióticos Lactibacillus e Bifidobacterium melhoram a resposta à terapia medicamentosa contra infecções persistentes por Helicobacter pylori, uma bactéria associada a ocorrência de gastrites, úlceras e câncer de estomago.

5- O Iogurte ajuda a conter a Candidíase

A candidíase, uma infecção fúngica recorrente em mulheres diabéticas, também pode ser combatida com o consumo de probióticos. Em uma pesquisa, 7 mulheres diabéticas, todas com esta doença vaginal, comiam diariamente cerca de 170 g de Iogurte com ou sem culturas ativas, congelado e adoçado com aspartame. Ainda que grande parte das mulheres não tiveram um bom controle do nível de glicemia, os resultados indicaram que as participantes que comeram Iogurte com culturas ativas apresentaram uma diminuição do pH vaginal, que mudou de 6 para 4 (justamente o valor tido como normal para o órgão), e da infecção como um todo. Já aquelas que receberam Iogurte sem culturas ativas continuaram a ter o pH igual 6.

6- O Iogurte ajuda a controlar a glicemia

Os probióticos ainda ajudam a controlar o nível de glicose do sangue. Além da lactose, essas bactérias consomem qualquer tipo de açúcar, como os provenientes da nossa alimentação, transformando-os em ácidos graxos de cadeia curta, compostos que podem ser aproveitados na produção de energia das células do intestino grosso.

Graças a essa conversão, uma parte da glicose gerada através do processo digestivo não é absorvida pelo organismo, o que diminui a quantidade da na corrente sanguínea.

Os diabéticos podem sim se valer desse benefício do Iogurte, desde que escolham as variedades diets.

7- O Iogurte ajuda a controlar a pressão arterial

A hipertensão é um problema que afeta milhares de brasileiros e que contribui para a ocorrência de doenças mais graves, como o infarto.

Uma pesquisa publicada no “Journal of Clinical Nutrition” demonstrou que adultos que consumiram mais laticínios magros (com pouca gordura), duas ou mais vezes ao dia, tiveram menores chances de desenvolver hipertensão arterial, em relação àqueles que comeram menores quantidades.

Por ser rico em potássio, o Iogurte ajuda a equilibrar os níveis de sódio no organismo, que em excesso contribui para o aumento da pressão arterial.

8- O Iogurte previne a Osteoporose

Os benefícios do Iogurte refletem até nos ossos, pois ele ajuda a evitar a Osteoporose. O cálcio, um nutriente fundamental para a tecido ósseo, é encontrado naturalmente no iogurte. Mas, o teor do mineral também é passível de variações dependendo do produto.

Para otimizar a absorção intestinal de cálcio, algumas empresas ainda incorporam a vitamina D em seus Iogurtes.

Dica: procure olhar os rótulos dos Iogurtes, assim você terá informações mais concretas sobre a quantidade exata de todos os nutrientes.

9- O Iogurte ajuda a nutrir os intolerantes à lactose

Indivíduos com intolerância à lactose (condição causada pela deficiência da lactase, enzima que degrada a lactose) precisam fazer uma suplementação de cálcio, já que o leite é uma das maiores fontes desse mineral.

O consumo de Iogurte é uma forma de evitar a carência de cálcio, já que os probióticos metabolizam a lactose. Mas, essas pessoas devem optar pelos de baixo teor ou sem lactose (verifique atentamente as informações do produto) porque em alguns Iogurtes, como os congelados, não há uma quantidade de culturas vivas o suficiente para reduzir de forma mais efetiva a quantidade desse açúcar do leite.

Considerações finais

  • Caso esteja fazendo o uso de antibióticos da classe das tetraciclinas, não faça a ingestão de Iogurte. O cálcio diminui a eficácia destes medicamentos. Exemplos: Tetraciclina, Minociclina, Demeclociclina.
  • O Iogurte também diminui a eficácia do antibiótico Ciprofloxacina.
  • Os imunossupressores são medicamentos que diminuem as nossas defesas imunológicas. Logo, se você estiver fazendo um tratamento com esses agentes terapêuticos, deixe de comer o Iogurte, pois os probióticos podem se desenvolver além do limite saudável. Exemplos: Corticosteroides, Prednisona, Azatioprina, etc.
  • Pacientes imunocomprometidos, como os transplantados e os portadores do vírus HVI, também devem evitar o consumo de Iogurte pelos mesmos motivos.
  • Em caso de dúvidas, sempre consulte seu médico.
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)

Publicidade

O que achou dos benefícios do iogurte? Agora que sabe para que serve e conhece suas propriedades, irá inclui-la mais no seu cardápio? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Publicidade
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*