Veja 8 alimentos com calorias negativas para emagrecer

Especialista:
atualizado em 20/11/2020

Você sabe o que são calorias negativas? Essa expressão se refere aos alimentos que são mais difíceis de serem digeridos, o que faz com que o organismo gaste mais calorias para digeri-los, do que o número de calorias encontradas na sua composição.

Isso porque de 5 a 10% de todo o gasto energético que acontece no corpo humano é proveniente da digestão. É daí que surge a tese que incorporar os alimentos com calorias negativas pode ajudar a emagrecer.

Ou seja, comer um desses alimentos poderá fazer com que a pessoa perca calorias, ao invés de ganhar.

Ainda não existem pesquisas confiáveis da real existência de alimentos com calorias negativas. No entanto, não dá para descartar a ideia de que o efeito seja realmente observado, como explicou o médico Donald Hensrud, em artigo publicado no site da Mayo Clinic, organização americana de serviços e pesquisas médicas.

legumes e frutas diversos

Quer saber quais são os alimentos que podem entrar nessa categoria? Então confira a nossa lista a seguir:

1. Aipo

Esse vegetal, que também é conhecido como salsão, possui somente 16 calorias a cada 100 g e 75% da sua composição é água. Tem alto teor de fibras, o que favorece o processo de emagrecimento, já que esse nutriente promove a sensação de saciedade no organismo e ajuda a controlar o apetite.

Além disso, é um bom ingrediente para as refeições saudáveis, já que é fonte de cálcio, magnésio e vitamina C.

2. Pepino

Assim como o aipo, o pepino também tem apenas 16 calorias a cada porção de 100 g e apresenta muita água em sua composição. Além disso, é fonte de vitamina C e possui propriedades que ajudam a prevenir a retenção de líquido e ainda reduzem os níveis de inflamação no organismo.

3. Aspargo

Tem apenas 20 calorias por 100 g, e além disso, ele também ajuda a acelerar o metabolismo, tornando assim o processo de queima de gordura mais eficiente.

Ele ainda é fonte de folato, uma substância importante para mulheres grávidas, visto que previne problemas congênitos  nos fetos.

4. Couve-flor

A couve-flor traz 25 calorias a cada 100 g. É fonte das vitaminas C e K e de fibras. Além disso, possui pouquíssima gordura.

5. Tomate

100 g de tomate tem 18 calorias. Além de ser fonte de vitamina C e licopeno, um antioxidante que ajuda a diminuir o risco de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC) e ainda auxilia no controle da pressão arterial.

6. Mamão

O mamão possui 43 calorias a cada porção equivalente a 100 g. É tão rico em vitamina C como a laranja, é fonte em fibras, antioxidantes e também possui as vitaminas, A e E.

7. Alface e folhas verdes

alface e folhas verdes

Ricas em água e fibras, a alface e outras folhas verdes, como a couve e o espinafre, tem poucas calorias. Enquanto o espinafre tem 23 calorias a cada 100 g, a alface possui 15 calorias na mesma proporção. Já a couve manteiga crua apresenta 27 calorias em uma porção do mesmo peso.

Além disso, esses alimentos são fontes de importantes nutrientes como magnésio, vitaminas C, E e K, potássio, ferro, cálcio, selênio e fósforo.

8. Melancia

Praticamente livre de gorduras, a melancia fornece 30 calorias a cada 100 g. É rica em vitaminas A e do complexo B , que são conhecidas por aumentarem os níveis de energia do corpo.

Assim como o tomate, a fruta é fonte de licopeno. Além disso, possui muita água em sua composição, garantindo um efeito diurético, e ainda tem outros nutrientes como as fibras, ferro e cálcio.

Devo seguir uma dieta exclusivamente de alimentos com calorias negativas?

Não. Mesmo que esses alimentos efetivamente tenham calorias negativas, o consumo exclusivo deles pode causar deficiências nutricionais. Por isso, o ideal é seguir uma dieta equilibrada, que ofereça uma diversidade de nutrientes, sem exagerar nas calorias.

Além disso, a tese dos alimentos com calorias negativas ainda não foi comprovada cientificamente, como informado no início, e ela não é unanimidade entre os estudiosos.

Apesar desses alimentos não garantirem necessariamente um gasto calórico maior, não há erro em incluí-los na alimentação, desde que estejam aliados à uma dieta saudável. Até porque, eles não são apenas pouco calóricos, são também ricos em fibras e em nutrientes importantes.

Veja o vídeo abaixo da nossa nutricionista falando sobre os alimentos com calorias negativas.

Gostou das dicas?

O que você acha dessa teoria dos alimentos com calorias negativas? Você tem o costume de consumi-los com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (20 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário