Especialista da Área:

8 Alimentos Com Calorias Negativas Para Emagrecer

🕐 17/12/2019

Acredita-se que existam alguns alimentos com calorias negativas. Mas o que exatamente isso significa? A expressão quer dizer que algumas comidas promovem um gasto calórico no organismo durante o seu processo de digestão que é maior do que o número de calorias encontradas em sua composição. Ou seja, comer um desses alimentos poderá fazer com que a pessoa perca, em vez de ganhar calorias.

Embora ainda não existam evidências científicas de pesquisas confiáveis da real existência de alimentos com calorias negativas, não dá para descartar a ideia que o efeito seja realmente observado, como explicou o médico Donald Hensrud, em artigo publicado no site da Mayo Clinic, organização americana de serviços e pesquisas médicas.

Isso porque de 5 a 10% de todo o gasto energético que acontece no corpo humano é proveniente da digestão e do armazenamento dos nutrientes encontrados no que é consumido nas refeições. E mesmo os alimentos pobres em calorias exigem o uso dessa energia para serem digeridos.

É daí que surge a tese que incorporar os alimentos com calorias negativas pode ajudar a emagrecer. Ficou curioso para saber quais as comidas que podem entrar nessa categoria? Então confira a nossa lista a seguir:

1. Aipo

Esse vegetal, que também é conhecido pelo nome de salsão, possui somente 16 calorias a cada 100 g e é composto em 75% por água. Ele também possui um alto teor de fibras, o que dá uma força extra para quem deseja emagrecer, já que esse nutriente promove a sensação de saciedade no organismo e ajuda a controlar o apetite.

Além disso, ele é um bom ingrediente para aparecer nas refeições saudáveis, por ser fonte também de cálcio, magnésio e vitamina C.

2. Pepino

Assim como o aipo, o pepino também traz apenas 16 calorias a cada porção de 100 g, o que o coloca na lista dos alimentos com calorias negativas. A maioria de sua composição é de água, ele é uma boa fonte de vitamina C e possui propriedades que ajudam a prevenir a retenção de líquido e reduzem os níveis de inflamação no organismo.

3. Aspargo

Com suas 20 calorias por 100 g, o aspargo é outro vegetal apontado como dono de calorias negativas. Mas não é só isso, ele também está associado a outros benefícios como a aceleração do metabolismo, o que torna o processo de queima de gorduras mais eficiente, e a eliminação de toxinas do organismo.

Ele ainda é fonte de folato, uma substância importante para mulheres grávidas, tendo em vista que previnem problemas graves em seus bebês como a anencefalia e a espinha bífida, que acontece quando a medula espinhal não é fechada por completa.

4. Couve-flor

A couve-flor traz 25 calorias a cada 100 g e também é apontada como um dos alimentos com calorias negativas. Ela é fonte das vitaminas C e K e possui fibras, o que ajuda a deixar o corpo satisfeito após sua ingestão, e possui uma quantidade praticamente nula de gorduras.

5. Tomate

100 g de tomate trazem 18 calorias, vitamina C e licopeno, um antioxidante que ajuda a diminuir o risco de ataque no coração e acidente vascular cerebral (AVC) e colabora com o controle da pressão arterial.

6. Mamão

Uma fruta que faz parte dessa lista é o mamão, que contém 43 calorias a cada porção equivalente a 100 g, é tão rico em vitamina C como a laranja, serve como fonte de fibras, antioxidantes e também traz outras vitaminas, A e E, em sua composição.

7. Alface e folhas verdes

Ricas em água e fibras, a alface e outras folhas verdes como a couve e o espinafre fornecem quantidades baixas de calorias ao serem ingeridas. Enquanto o espinafre tem 23 calorias a cada 100 g, a alface possui 15 calorias na mesma proporção e a couve manteiga crua apresenta 27 calorias em uma porção do mesmo peso.

Isso sem contar que esses alimentos são fontes de importantes nutrientes como magnésio, vitaminas C, E e K. potássio, ferro, cálcio, selênio e fósforo.

8. Melancia

Praticamente livre de gorduras, a melancia fornece 30 calorias a cada 100 g e é rica em vitaminas do complexo B, que são conhecidas por aumentarem os níveis de energia do corpo, diminuindo a necessidade de comer mais para obter mais energia e, portanto, ajudando a controlar o apetite.

Assim como o tomate, a fruta é fonte de licopeno. Além disso, a melancia é composta em grande parte por água, o que traz um efeito diurético, e oferece outros nutrientes como vitaminas A e B, fibras, ferro e cálcio ao corpo.

Devo seguir uma dieta exclusivamente de alimentos com calorias negativas?

Não. Em primeiro lugar porque mesmo que eles efetivamente promovam uma gasto calórico maior do que a ingestão de calorias que trazem, o consumo exclusivo desses alimentos pode causar deficiências nutricionais. Por isso, o ideal é seguir uma dieta equilibrada, que ofereça uma diversidade de nutrientes ao corpo, sem exagerar nas calorias, é claro.

Segundo porque a tese dos alimentos com calorias negativas ainda não foi comprovada por pesquisas científicas de boa reputação, como informamos no início do texto, e ela não é unanimidade entre os estudiosos. Por exemplo, o chefe do departamento de ciências da nutrição da Universidade do Alabama em Birmingham, nos Estados Unidos, Tim Garvey, afirma que apesar disso ser teoricamente possível, na realidade não existem alimentos com calorias negativas. Para a nutricionista Marion Nestle, essa tese também não passa de um mito.

Sabe o que isso significa? Que apesar dois oito alimentos acima não garantirem necessariamente um gasto calórico maior, não há erro em incluí-los na alimentação desde que estejam aliados a uma dieta saudável e equilibrada. Até porque, como vimos acima, eles não são apenas pouco calóricos e possuem fibras, o que já ajuda a emagrecer, como também fornecem nutrientes necessários ao organismo, algo fundamental para a saúde.

Vídeo:

Gostou das dicas?

O que você acha dessa teoria dos alimentos com calorias negativas? Você tem o costume de consumi-los com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (18 votos, média: 3,89 de 5)
Loading...

Deixe um comentário