Especialista da Área:

9 Alimentos que Atrapalham a Cicatrização

Conheça quais são os alimentos que atrapalham a cicatrização e que precisam ser evitados para uma melhor recuperação.

Uma alimentação saudável e equilibrada é uma das coisas mais importantes para que nosso corpo tenha boas fontes de nutrientes para combater e prevenir doenças. Na cicatrização não é diferente.

Quem já fez uma tatuagem ou colocou um piercing deve conhecer os alimentos remosos, que são aqueles que promovem inflamação e que devem ser eliminados temporariamente da dieta por causa do risco de prejudicar a cicatrização. Inclusive, vale a pena saber o que não pode comer quando faz tatuagem.

Para que as feridas cicatrizem rapidamente, é importante ficar longe desse tipo de alimento e de quaisquer outros alimentos ruins para cicatrização.

O cuidado com a dieta após uma cirurgia ou após qualquer tipo de lesão é fundamental para que a cicatrização seja rápida e para evitar inflamações, mas também existem outras formas de acelerar o processo de cura como, por exemplo, usando as pomadas cicatrizantes mais famosas.

Se você quer dicas de como deve ser a sua dieta durante uma cicatrização, talvez tenha interesse em conferir também os melhores alimentos para a cicatrização.

No entanto, você verá a seguir quais alimentos deve evitar para que sua ferida cicatrize logo sem complicações.

Alimentos que atrapalham a cicatrização

A cicatrização de qualquer ferida é um processo complexo que só é bem sucedido quando seu corpo tem os nutrientes certos.

A nutrição adequada garante que a cicatrização seja rápida e previne o surgimento de cicatrizes aparentes. Por outro lado, a falta de nutrientes pode prolongar o tempo de cicatrização e favorecer a formação de cicatrizes mais difíceis de esconder.

Os seguintes itens são alimentos ruins para a cicatrização. É melhor evitá-los principalmente depois de se submeter a cirurgias ou de sofrer uma lesão grave.

1. Alimentos processados

O consumo de alimentos processados aumenta os níveis de inflamação no corpo, dificultando a cicatrização.

Muitos desses alimentos também são ricos em aditivos alimentares que não oferecem nutrientes e que ainda podem prejudicar a saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Alimentos gordurosos

Alimentos ricos em gordura – principalmente em gordura trans como os alimentos encontrados em fast food – aumentam a inflamação no organismo e podem prejudicar a cura de feridas, tornando a cicatrização mais lenta.

Mesmo as gorduras consideradas saudáveis como o ômega-6 podem prejudicar a cicatrização quando consumidas em excesso.

3. Carne vermelha

A carne de porco e a carne vermelha em excesso são alimentos que atrapalham a cicatrização porque aumentam a inflamação no organismo.

Isso aumenta o risco de doenças e também interfere no processo de cicatrização que pode ser mais difícil e mais lento.

Por falar em carne de porco, não deixe de conferir se o bacon é remoso e se ele também prejudica a cicatrização.

4. Leite e produtos lácteos

A gordura encontrada no leite integral e derivados pode induzir processos inflamatórios, e por isso esses alimentos devem ser evitados durante a cicatrização.

Apenas os produtos desnatados devem ser ingeridos enquanto sua pele se recupera.

5. Alimentos ricos em açúcar

O açúcar é um exemplo clássico do que os nutricionistas chamam de calorias vazias. Além de não fornecer nenhum nutriente bom para a saúde e de ser extremamente calórico, o açúcar pode prejudicar a qualidade do colágeno e da elastina na pele e aumentar a inflamação no organismo.

Tanto o colágeno quanto a elastina participam da estrutura da pele e contribuem para manter a sua firmeza sem perder a elasticidade.

Ao consumir alimentos ricos em açúcar ou em outros carboidratos refinados, a probabilidade de ter uma cicatriz mais grossa e mais visível é maior, já que o açúcar pode degradar o colágeno e a elastina.

Vale lembrar que muitos alimentos processados contêm açúcares adicionados e esse é um motivo extra para evitar esses alimentos que atrapalham a cicatrização.

6. Alimentos secos e desidratados

Alimentos como frutas secas, carne seca e outros produtos alimentícios desidratados podem causar constipação – uma exceção é a ameixa. Aliás, confira quais são os benefícios da ameixa seca e aprenda formas diferentes de consumir essa fruta seca.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas o que a prisão de ventre tem a ver com a cicatrização? Bom, além de causar dor e desconforto, a constipação pode prejudicar a absorção de nutrientes, colocar um estresse adicional na sua lesão e dificultar a formação da cicatriz.

7. Álcool

O consumo abusivo de bebidas alcoólicas pode prejudicar a absorção de nutrientes que a pele precisa para cicatrizar bem.

O álcool afeta a absorção de proteínas que deveriam ser quebradas em aminoácidos para formar o novo colágeno na pele. O colágeno traz vários benefícios e é uma proteína essencial para uma boa cicatrização. A falta dele pode resultar em uma lesão difícil de cicatrizar.

Além das proteínas, vitaminas como a vitamina A, B, C, D, E e K são indispensáveis para a cicatrização de feridas e para a manutenção das células e o álcool também prejudica a absorção desses nutrientes.

O mineral zinco – também muito importante para a síntese de colágeno durante a cicatrização – é menos absorvido pelo corpo quando você ingere álcool em excesso ou com muita frequência.

8. Alimentos ricos em nitrato

Os nitratos são nutrientes importantes para o corpo, mas em excesso eles podem danificar os vasos sanguíneos e prejudicar a cicatrização. Vasos sanguíneos saudáveis são importantes no processo de cicatrização porque é através deles que o oxigênio e outros nutrientes necessários para curar a ferida chegam no local.

O ideal é consumir apenas os vegetais ricos em nitratos que oferecem uma ampla gama de outros nutrientes e evitar aqueles que são provenientes de alimentos processados. Exemplos de alimentos processados ricos em nitrato são o bacon, a salsicha e o salame.

9. Cafeína

Apesar de o café ter propriedades antioxidantes, a cafeína presente nele pode dificultar o processo de cicatrização natural. Além disso, a ingestão de café em excesso pode prejudicar a absorção de nutrientes e causar desidratação, reduzindo a elasticidade da pele e a deixando mais frágil.

O transporte de nutrientes até a ferida também pode ser afetado negativamente devido à redução do volume do sangue causado pela desidratação.

Dicas para acelerar a cicatrização

Os alimentos que ajudam a ter uma cicatrização melhor e mais rápida são aqueles que nutrem o seu corpo e melhoram a sua saúde em geral. Priorizar os seguintes alimentos fará com que você tenha uma cicatriz pouco perceptível e um processo de cura rápido e tranquilo:

– Alimentos integrais

Alimentos integrais como grãos e cereais oferecem um alto teor de fibras, que é muito importante durante a cicatrização.

As fibras dietéticas encontradas em alimentos integrais evitam a constipação e contribuem para uma cicatrização saudável. Além das fibras, os grãos integrais fornecem muitos nutrientes que a pele precisa para cicatrizar bem.

– Proteínas de boa qualidade

As proteínas são importantes porque durante o processo de digestão elas são divididas em blocos menores chamados de aminoácidos. São esses aminoácidos que vão participar da formação do colágeno no tecido cicatricial.

Os aminoácidos mais usados no reparo de lesões são a arginina e a glutamina. Boas fontes de glutamina são alimentos como ovo, peixe, carne, frango, feijão, couve, espinafre, beterraba, cenoura, aipo, mamãe, salsa e missô. Já as melhores fontes de arginina incluem a soja, a semente de abóbora, o frango, a spirulina e o amendoim.

– Frutas e legumes

Vegetais como as frutas e os legumes são os grandes responsáveis por fornecer vitaminas para o seu corpo que são fundamentais para acelerar a cicatrização.

As vitaminas do complexo B, por exemplo, aumentam a síntese de proteínas e aceleram o reparo da pele. A vitamina B pode ser encontrada em ovos, aves, verduras, peixes, legumes verdes, abacate, lentilha, sementes de girassol, melão, amendoim, tomate, batata doce, cogumelos, grãos integrais, ervilhas, soja, melancia, sementes de gergelim e amêndoas.

A vitamina C encontrada em frutas cítricas e em vegetais de folhas verdes tem propriedades antioxidantes que estimulam a produção de colágeno.

Já a vitamina A também apresenta efeito antioxidante, além de propriedades anti-inflamatórias que previnem infecções no local. É possível encontrar vitamina A em abundância em alimentos como peixes, ovos e vegetais de folhagem verde-escura.

Minerais como o zinco também são indispensáveis para estimular a síntese proteica e a formação de colágeno. Boas fontes de zinco são peixes, carnes, aves, ovos, feijões, legumes em geral, sementes, aveia e nozes.

Frutas também são ótimos cicatrizantes. Conheça quais são as melhores frutas cicatrizantes para acelerar a cura da sua ferida.

Considerações

Além de ter uma ótima cicatrização, evitar os alimentos ruins para a cicatrização e passar a incluir alimentos bons para a cicatrização mesmo depois de estar curado fará com que sua saúde melhore muito.

Saiba ainda quais são as melhores formas de tirar uma cicatriz depois que a cicatrização terminar.

Preocupar-se com a ingestão de alimentos nutritivos e com a redução do consumo de alimentos processados é necessário durante a vida toda se você quer estar sempre saudável e livre de doenças.

Fontes e Referências adicionais:

Você já conhecia quais são os alimentos que atrapalham a cicatrização? Costuma evitá-los na sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário