Calabresa é remoso? Causa alergia?

Especialista da área:
atualizado em 05/01/2022

Você já ouviu falar que calabresa é remoso? Já sentiu algum efeito alérgico depois de consumir esse tipo de linguiça? Vamos conferir se isso é verdade ou não.

A calabresa é um tipo de linguiça que é preparada a partir de carne de porco curada, que pode ser ou não ser defumada, e que passa pelo chamado processo de estufagem.

  Continua Depois da Publicidade  

A diferença da linguiça calabresa para os outros tipos de linguiça consiste no fato dela receber a adição da pimenta calabresa, que lhe confere não somente o nome como também um gostinho mais picante.

Se você segue também uma dieta low carb, vale a pena saber se a linguiça tem carboidrato, por exemplo. Confira também se a linguiça engorda mesmo ou não.

Essa linguiça mais apimentada vai bem como petisco e como ingrediente de receitas de pizza, por exemplo.

Mas o que são alimentos remosos?

Linguiça calabresa
A linguiça calabresa é considerada um alimento remoso

Para que possamos analisar se calabresa é remoso, precisamos antes conhecer o que esse termo significa, não é mesmo? Segundo a cultura popular brasileira, é a denominação dada a alguns alimentos que “fazem mal” aos doentes.

Alimentos remosos são aqueles que são ricos em gordura hidrogenada (trans), proteínas ou gordura animal, que prejudicam o organismo e facilitam o processo inflamatório, principalmente na pele.

  Continua Depois da Publicidade  

No entanto, diferentemente do alimento portador de alergênicos, que desencadearia uma reação alérgica, independente do estado de saúde, o alimento remoso é considerado prejudicial apenas quando a pessoa possui uma doença infecciosa ou ferimentos que estão sujeitos a infecções.

Se você acabou de passar por uma cirurgia, colocou um piercing ou fez uma tatuagem, é melhor evitar esse tipo de alimento, e optar por alimentos anti-inflamatórios, pois esta é a melhor maneira de garantir uma recuperação mais rápida e saudável.

Os alimentos remosos mais conhecidos são:  

  • Carne de porco, pato e carneiro
  • Enlatados e processados
  • Fast-food em geral
  • Chocolate ao leite
  • Frutos do mar em geral
  • Ovos
  • Bebidas alcóolicas e refrigerantes.

E então, calabresa é remoso?

A linguiça, ao lado de outras carnes processadas como a salsicha e o presunto, fazem parte do grupo de alimentos que possuem alto poder inflamatório.

Tanto que recomenda-se que eles não sejam consumidos após fazer uma tatuagem, por exemplo, pois eles podem atrapalhar a cicatrização.

O ideal é evitar o consumo desses alimentos, por pelo menos uma semana após realizar uma tatuagem.

  Continua Depois da Publicidade  

O consumo excessivo desses alimentos aumenta o processo inflamatório e dificulta a cicatrização da pele, podendo, inclusive, levar a outros problemas de saúde como dores de cabeça, colesterol elevado e diabetes.

Como já vimos acima, a linguiça calabresa é feita a partir da carne de porco e este alimento pode provocar inflamação na pele.

Além disso, esse alimento entra na categoria de alimentos classificados como muito alergênicos.

Portanto, se você sofrer alguma reação alérgica ou qualquer tipo de efeito colateral depois de comer a linguiça calabresa, procure imediatamente o auxílio do médico para receber o tratamento necessário.

Linguiças são embutidos e prejudiciais à saúde

Alimentos embutidos
Alimentos embutidos fazem mal para o processo de cicatrização de feridas

Além de saber se a calabresa é remoso, vale a pena conhecer quais outros perigos o alimento pode trazer para a saúde.

Os alimentos embutidos como a linguiça calabresa, a salsicha, a mortadela, o presunto e o salame, são conhecidos como alguns dos piores alimentos para a nossa saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

Um dos motivos é por conta dos corantes encontrados nos embutidos, que podem provocar alergias e problemas no estômago.

Eles são conhecidos por conterem conservantes como o nitrito e o nitrato, substâncias que dentro do nosso organismo são convertidas em compostos potencialmente cancerígenos.

Nutricionistas ressaltam ainda que os embutidos apresentam um teor de gorduras saturadas mais elevado do que as carnes naturais.

O problema com as gorduras saturadas

Um artigo do site da Escola Médica de Harvard afirmou que uma dieta rica em gorduras saturadas pode elevar os níveis totais de colesterol e aumentar o colesterol ruim, também chamado de LDL, que promove bloqueios nas artérias do coração e outros locais do corpo.

Uma meta-análise de 21 estudos indicou que não existem evidências suficientes para concluir que a gordura saturada aumenta o risco de ter doenças cardíacas, mas que trocar as gorduras saturadas pelas gorduras poli-insaturadas, que são consideradas gorduras boas, pode sim diminuir as chances do aparecimento de doenças cardiovasculares.

Veja também: Diferença entre gordura saturada e insaturada

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as gorduras saturadas devem representar menos de 10% da ingestão calórica total diária.

O consumo de gorduras trans, por sua vez, deve ser inferior a 1% do consumo total.

O consumo de gorduras deveria ser modificado para reduzir as gorduras saturadas e trans para gorduras insaturadas, com o objetivo de eliminar completamente o consumo da gordura trans produzida industrialmente (OMS).

A questão do sódio

Sódio
O consumo excessivo de sódio é prejudicial a saúde

Uma porção de cinco rodelas ou 50 g de linguiça calabresa da marca Sadia contém 725 mg de sódio, enquanto cinco fatias ou 50 g de linguiça calabresa da marca Perdigão apresentam 640 mg de sódio.

Apesar do nosso corpo necessitar de sódio para exercer o controle da pressão arterial, do volume do sangue e para o funcionamento adequado dos músculos, a ingestão de uma quantidade elevada desse mineral é bastante prejudicial ao organismo.

A Organização mundial de saúde (OMS) recomenda que os adultos limitem a sua ingestão de sódio para 2 gramas do nutriente por dia.

Além disso, a Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, alertou que o excesso de sódio pode provocar problemas como retenção de líquidos, endurecimento dos vasos sanguíneos (arteriosclerose), pressão arterial alta, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência cardíaca.

Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido falar que calabresa é remoso? Tem o hábito de consumi-la rotineiramente? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário