Baço aumentado: sintomas, causas, tratamento e cirurgia

Especialista da área:
atualizado em 17/05/2022

O baço aumentado, cujo termo técnico é esplenomegalia, não é uma doença específica, mas uma consequência de outros problemas de saúde, como infecção, anemia e câncer no sangue. 

Os sintomas do baço aumentado são notados na região abdominal, mais especificamente no lado esquerdo da barriga, na altura do estômago. Normalmente, uma pessoa com baço aumentado sente dor e desconforto abdominal, além da sensação de estômago cheio, mesmo que não tenha se alimentado. 

  Continua Depois da Publicidade  

O tratamento do baço aumentado varia de acordo com a causa que originou o problema sendo, por isso, muito importante o diagnóstico médico realizado por um clínico geral ou hematologista, especialidade médica que se dedica às questões que envolvem o sistema circulatório (sangue). 

O baço aumentado não pode ser negligenciado, pois pode provocar complicações graves de saúde, como te deixar mais suscetível à infecções e a anemia. Dependendo da gravidade do aumento do baço, e em último caso, pode ser necessária a sua retirada, por meio de uma cirurgia. 

Veja para que serve o baço, os sintomas do baço aumentado e como são feitos o diagnóstico e o tratamento. 

Para que serve o baço?

Baço
O baço fica localizado logo abaixo do estômago, mais ao lado esquerdo

O baço é um órgão pouco conhecido, mas que desempenha funções muito importantes no nosso organismo. 

A principal função deste órgão é produzir e armazenar glóbulos brancos, que são as células de defesa do sistema imune. Também está envolvido com a “faxina” do sangue, eliminando as células velhas ou danificadas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Quando o baço fica com o tamanho aumentado, ele retém muitas células (glóbulos vermelhos), ao invés de simplesmente descartar as velhas, como consequência, menos células retornam à circulação, deixando a pessoa anêmica. Veja quais são os principais sintomas de anemia.  

A função alterada do baço também pode fazer com que ele destrua glóbulos brancos e plaquetas, provocando leucopenia e trombocitopenia, respectivamente. Com menos células de defesa no sangue e plaquetas, o nosso organismo fica mais vulnerável a infecções e suscetível a hemorragias. 

Sintomas de baço aumentado 

Os sintomas de baço aumentado nem sempre se manifestam no início do problema, quando seu tamanho não está tão alterado. Nessa fase, a descoberta se dá por exame de rotina, como o raio-X, que acaba denunciando a alteração de tamanho. 

Conforme o baço vai aumentando, começam a surgir os sintomas, que não são específicos, mas que podem levar a pessoa a procurar ajuda médica e descobrir o problema.

Alguns sintomas são sentidos em outros órgãos, pois o baço aumentado comprime os órgãos vizinhos, como o estômago. 

Dor no baço
A dor no lado esquerdo do abdômen é o principal sintoma

Os sintomas são: 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Dor ou desconforto no lado superior esquerdo do abdômen, que pode ser sentida até no ombro e nas costas. 
  • Sensação de estômago cheio, ou seja, de saciedade, ainda que a pessoa não tenha se alimentado ou tenha ingerido pouca quantidade de alimento. Esse sintoma ocorre pela compressão que o baço exerce sobre o estômago.  
  • Perda do apetite, como consequência da falsa saciedade. 
  • Barriga inchada
  • Sangramentos ou aparecimento de hematomas na pele. 
  • Falta de ar ou desconforto para respirar.
  • Fadiga
  • Perda de peso não intencional
  • Febre e calafrio

É motivo de preocupação se a dor localizada na parte superior esquerda do abdômen surgir de repente, de maneira muito intensa e associada à tontura ou confusão mental. Esses sintomas combinados e intensos podem indicar que o baço sofreu uma ruptura, o que é um caso de emergência médica, pois pode causar uma hemorragia interna. Por isso, nessa situação, deve-se buscar ajuda médica imediatamente. 

O baço aumentado também pode sofrer necrose, que é a morte de células, em algumas partes do órgão. Isso porque, um órgão maior do que o normal demanda mais sangue. Como o organismo continua suprindo o órgão com o volume sanguíneo normal, algumas partes do baço podem ficar sem nutrientes e oxigênio, levando à necrose.  

Diagnóstico do baço aumentado

Quando você chega ao consultório médico com sintomas de baço aumentado, o médico ou médica faz, primeiramente, um exame físico, que consiste na palpação do abdômen. Através desse exame, o clínico geral consegue ter uma noção se há algum problema envolvendo o baço. 

A partir disso, podem ser solicitados alguns exames para confirmar o diagnóstico, que pode ser alguma técnica de imagem, como o ultrassom, ressonância magnética ou uma tomografia computadorizada. Esse tipo de exame pode fornecer dados mais informativos, como o tamanho do baço e verificar se ele está comprimindo outros órgãos. 

O exame de ressonância magnética também pode fornecer informações sobre o fluxo sanguíneo no baço, a fim de verificar se ele está retendo muito sangue e destruindo células importantes, envolvidas na defesa do organismo e na cicatrização. 

Os componentes do sistema circulatório, glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas, também são quantificados, por meio de um hemograma completo.

  Continua Depois da Publicidade  

Outro exame que pode ser solicitado e tem relação com a investigação da causa do problema é a biópsia de medula óssea, solicitada quando o médico ou médica desconfia de cânceres, como leucemia e linfoma.  

A dosagem de lipase e exames da função hepática (fígado), também podem compor o conjunto de exames usados no diagnóstico.

Causas do baço aumentado

Muitas desordens no nosso organismo podem causar o baço aumentado, entre as principais causas estão:

  • Infecções: malária, endocardite bacteriana, mononucleose, tuberculose, HIV e histiocitose.
  • Lesões no baço
  • Cistos ou abscessos no baço
  • Artrite reumatoide
  • Lúpus
  • Leucemia 
  • Doença ou linfoma de Hodgkin
  • Insuficiência cardíaca congestiva
  • Cirrose ou hepatite
  • Trombose na veia porta do fígado
  • Doença de Gaucher
  • Doença de Niemann-Pick
  • Púrpura trombocitopênica idiopática
  • Anemia hemolítica
  • Neutropenia autoimune
  • Síndrome de Felty
  • Sarcoidose
  • Amiloidose

Tratamentos para o baço aumentado

Como você deve ter percebido pelas causas, o baço aumentado é apenas um sintoma ou sinal de alguma doença ou síndrome subjacente. 

Por isso, a origem do problema deve ser tratada, para evitar as complicações gerais que a doença pode causar e, também, as que o baço aumentado pode provocar no organismo e acabar contribuindo para a piora do quadro de saúde da pessoa. 

Então, se há algum tipo de infecção bacteriana envolvida no aumento do baço, o tratamento é feito com antibióticos, cuja escolha depende do tipo de bactéria. Se o problema de origem é a anemia, então o tratamento é direcionado para o tipo específico da anemia causadora, que pode contar até com transfusão de sangue. 

Quando o baço aumentado é consequência de câncer no baço ou de processo metastático de outros cânceres, o tratamento é feito com quimio e radioterapia. 

Cirurgia de remoção do baço

Também há casos em que a causa não é identificada ou não pode ser tratada, daí o baço pode ser retirado com cirurgia, chamada esplenectomia.

A cirurgia é feita a fim de evitar as complicações que o baço aumentado pode trazer à saúde da pessoa, como infecções frequentes, anemia e hemorragias. 

As cirurgias são realizadas apenas quando o baço:

  • Apresenta lesão grave.
  • Destrói muitos glóbulos vermelhos, em alta velocidade, causando anemia grave.
  • Destrói glóbulos brancos, deixando a pessoa muito vulnerável a infecções frequentes.
  • Está causando muita pressão nos outros órgãos.
  • Está com partes necrosadas.

A cirurgia também pode evitar a ruptura do órgão, que traz bastante risco de hemorragia interna, que pode ser fatal.  

Por isso, quem tem baço aumentado deve evitar os esportes de contato ou de levantamento de peso, pois as pancadas e a pressão podem provocar a ruptura do órgão e levar à hemorragia.   

Após a remoção do baço, a pessoa precisa ser vacinada contra infecções por Streptococcus pneumoniae, Neisseria meningitidis e Haemophilus influenzae e estar com todas as outras vacinas em dia, inclusive as anuais de gripe. 

Em alguns casos, devem tomar antibióticos diariamente, como forma de prevenção, pelo risco aumentado de sofrerem sepse, pela falta do baço. 

Fontes e referências adicionais

Você sabia da importância do baço para a nossa saúde? Qual complicação de baço aumentado mais te surpreendeu? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário