Benefícios do Crataegus – Para Que Serve e Como Usar!

Especialista:
atualizado em 30/07/2020

Confira o que é e quais as propriedades do crataegus para a saúde, além de entender para que serve e conhecer os benefícios do crataegus.

O crataegus é uma fruta pequena que cresce em árvores e arbustos que pertencem ao gênero de plantas Crataegus. Esse gênero contém centenas de espécies diferentes presentes especialmente em países da Europa, da América do Norte e da Ásia. Uma delas é o espinheiro-branco, que tem propriedades semelhantes às do crataegus.

Dados publicados em 2015 na revista científica Nutrients mostram que as frutas de Crataegus são muito nutritivas. A cor varia do amarelo para o vermelho escuro, mas há também frutas de cor preta. O sabor é levemente doce, com um toque picante e azedo característico.

O suplemento e o chá de crataegus são muito procurados para regular a pressão arterial. Conheça também outros chás que são ótimos para a pressão alta.

Crataegus – O que é e para que serve

Na medicina tradicional chinesa, o crataegus era – e ainda é – muito utilizado como remédio herbal para tratar problemas digestivos, controlar a pressão alta e lidar com a insuficiência cardíaca.

Alguns relatos sugerem que o crataegus emagrece e isso pode estar relacionado com o potencial do fruto de auxiliar no controle da diabetes tipo 2 e na digestão.

O crataegus se destaca pelas suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Outra propriedade interessante é o seu efeito vasodilatador, que ajuda no controle da pressão arterial. O fruto também é conhecido por seus benefícios em relação ao controle da ansiedade, ao tratamento de doenças do coração e à melhor aparência da pele.

Benefícios do crataegus

1. Efeito antioxidante

Os polifenóis encontrados no crataegus são os responsáveis pelo efeito antioxidante do fruto. Um estudo publicado em 2017 na revista científica BMC Complementary and Alternative Medicine indica que os antioxidantes presentes na fruta podem reduzir o risco de diversas doenças, incluindo infecções, asma, diabetes tipo 2, câncer, doenças cardíacas e envelhecimento precoce da pele.

Tudo isso é possível por causa da capacidade dos antioxidantes em neutralizar os radicais livres. Os compostos antioxidantes do crataegus ajudam o corpo a reestabelecer o equilíbrio de radicais livres, evitando assim o surgimento de algumas doenças.

2. Redução da pressão arterial

Muitos estudos indicam que o espinheiro é uma espécie de vasodilatador. Dessa forma, o fruto consegue dilatar os vasos sanguíneos e contribuir para a redução da pressão arterial sanguínea.

Alguns desses estudos apresentam conclusões contraditórias, mas é mais provável que o crataegus seja eficaz na regulação da pressão arterial alta. Segundo um estudo clínico randomizado publicado em 2006 no periódico científico The British Journal of General Practice, diabéticos e hipertensos que tomaram de extrato de crataegus apresentaram uma redução expressiva na pressão arterial.

3. Ação anti-inflamatória

As propriedades anti-inflamatórias do crataegus podem melhorar a saúde e até prevenir algumas doenças. De acordo com um estudo publicado no periódico Chemico-Biological Interactions em 2016, um extrato de crataegus foi capaz de reduzir de modo significativo os níveis de compostos inflamatórios no corpo.

Uma outra pesquisa de 2012 publicada na revista PLoS One realizada em ratos com asma atestou que um suplemento contendo extrato de crataegus diminuiu a inflamação e os sintomas da asma.

Esses achados sugerem que o efeito anti-inflamatório do espinheiro também pode ser útil para seres humanos, mas antes é preciso conduzir estudos para garantir que a ação anti-inflamatória é replicável em humanos.

4. Diminuição do teor de gordura no sangue

Embora nenhum estudo tenha sido feito com seres humanos, já há algumas pesquisas com ratos que sugerem que o crataegus pode contribuir para a regulação dos níveis de gordura no sangue.

Em 2009, um estudo publicado no American Journal of Chinese Medicine mostrou que o extrato de espinheiro foi tão eficaz quanto o remédio sinvastatina para diminuir o colesterol total e os triglicerídeos. Além disso, o colesterol do tipo LDL (colesterol ruim) também teve uma queda significativa. Uma outra publicação de 2016 da revista Nutrients confirmou os resultados.

5. Redução da queda de cabelo

Um benefício estético do crataegus é o fortalecimento do cabelo. Um estudo realizado em ratos publicado em 2013 na revista Phytotherapy Research sugere que o extrato de espinheiro estimula o crescimento capilar, além de aumentar a quantidade e o tamanho dos folículos capilares dos animais.

Dessa forma, além de fazer o cabelo crescer o suplemento foi capaz de deixar os fios mais saudáveis e menos propensos à queda. Conheça também outros alimentos que fazem o cabelo crescer.

6. Auxílio à digestão

Problemas como indigestão e dor de estômago podem ser amenizados através do uso de crataegus porque as fibras presentes na fruta são probióticos que auxiliam em todo o processo digestivo, garantindo uma flora intestinal saudável e evitando desconfortos como a constipação.

Um estudo publicado em 2018 na revista científica Food Chemistry mostrou que o extrato de crataegus é capaz de reduzir o tempo de trânsito dos alimentos, o que se traduz em um sistema digestivo mais rápido e eficiente que pode até mesmo ajudar na perda de peso.

7. Tratamento da insuficiência cardíaca

Muitos são os estudos que indicam a eficácia do fruto no tratamento de problemas de saúde como a insuficiência cardíaca. Em 2008, uma publicação da revista Cochrane Database of Systematic Reviews avaliou 14 estudos randomizados sobre o tema e foi constatada uma melhora significativa na função cardíaca, na tolerância à atividade física e em sintomas como a fadiga e a falta de ar com uso de crataegus.

Além de ter um tratamento mais eficiente, a médio e longo prazo esses pacientes que usam a planta tendem a precisar de doses mais baixas de medicamentos para tratar a insuficiência cardíaca.

Indicação: como usar o crataegus!

Alguns médicos indicam o uso de um extrato ou suplemento de crataegus como tratamento complementar em casos de insuficiência cardíaca. Eles geralmente são encontrados na forma líquida, em pó ou em comprimidos.

– Dosagem

A dose típica costuma variar de 250 a 500 mg de crataegus que pode ser dividida em até 3 doses ao longo do dia.

Segundo um estudo publicado em 2005 no Journal of the American College of Cardiology, a dose mínima eficaz de um extrato de espinheiro para o tratamento da insuficiência cardíaca foi de pelo menos 300 mg por dia, o que condiz com a dosagem indicada.

É preciso ser consistente no tratamento pois a ação do suplemento é lenta. Sendo assim, é importante usar o crataegus por pelo menos quatro ou oito semanas para observar os seus benefícios.

– Outros usos

A versatilidade do crataegus é um ponto que chama a atenção. Ele pode ser consumido na sua forma in natura como um fruto ou então na composição de chás, doces, vinhos e vinagres.

Quando consumido cru, o espinheiro tem um sabor azedo e ao mesmo tempo levemente adocicado que não agrada a todos os paladares e por isso ele é mais apreciado na forma de chá ou na composição de suplementos.

Nos Estados Unidos, é comum usar o crataegus para o preparo de geleias, xaropes e recheios de tortas.

Cuidados

Como qualquer remédio, herbal ou não, existe o risco de efeitos colaterais. Apesar de poucos relatos, algumas pessoas que participaram do estudo publicado em 2008 no periódico científico Cochrane Database of Systematic Reviews sobre o uso de crataegus para o tratamento de insuficiência cardíaca afirmaram sentir náusea ou tontura leve.

Quem faz uso contínuo de remédios para a pressão arterial, para o colesterol ou para o coração não deve usar suplementos de crataegus sem antes conversar com um médico.

Também é preciso lembrar que estes suplementos não são regulamentados por órgãos de saúde e, por isso, não é possível atestar a eficácia e segurança desses produtos. Assim, ao procurar um suplemento de crataegus, busque por fabricantes comprometidos com a qualidade de seus suplementos.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar do crataegus e seus benefícios para a saúde? Pretende experimentar e incluir essa fruta em sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário