Chá Verde para Diabetes é Bom Mesmo?

Especialista:
atualizado em 01/07/2020

Entenda como o consumo do chá verde para diabetes funciona, todos os seus benefícios e o que os especialistas dizem a respeito desta relação.

A maioria dos especialistas sugere alguns alimentos e bebidas que ajudam a gerenciar os níveis de açúcar no sangue. Uma dessas sugestões é o chá verde. Embora as pesquisas ainda estejam em estágio preliminar, essa bebida é conhecida por ter um potencial efeito na redução do açúcar no sangue.

De acordo com uma publicação feita na revista acadêmica Chinese Medicine (Medicina Chinesa), os pesquisadores estudaram o potencial papel desse chá em melhorar a saúde do coração, combater infecções e até mesmo melhorar a função cerebral.

Agora, novas pesquisas a respeito do uso de chá verde para diabetes estão sendo feitas. Aproveite para já conhecer também outros tipos de chá para diabetes e 5 receitas de suco detox para diabetes.

Existem dois tipos de diabetes. Ambas levam ao aumento de glicose no sangue pois há um metabolismo deficiente na absorção da glicose ingerida.

No caso da diabetes tipo 1, o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina. Já no caso da diabetes tipo 2, o pâncreas produz a insulina, mas ela não consegue ser aproveitada de forma eficaz.  

A diabetes não pode ser completamente curada, por isso é muito importante tê-la sob controle e se cuidar levando uma vida saudável através de uma alimentação equilibrada e da prática de exercícios físicos.

Por que escolher boas bebidas é importante para cuidar da diabetes?

Quando uma pessoa tem diabetes tipo 2, as células do seu corpo não conseguem mais absorver de forma eficiente a glicose, isso é conhecido como resistência à insulina.

A resistência à insulina leva a um nível elevado de glicose no sangue, que é chamado de hiperglicemia. Isso aumenta o risco de complicações da diabetes, incluindo insuficiência renal, doenças cardíacas e danos nos nervos (neuropatia).

Como você já deve ter escutado, as suas escolhas alimentares, que também incluem as bebidas, podem afetar de maneira drástica o seu nível de açúcar no sangue.

A Escola de Saúde Pública da Harvard – Harvard T.H School of Public Health observou em suas pesquisas que um dos principais fatores que está por trás da epidemia de obesidade e diabetes é o açúcar adicionado nos alimentos, como os refrigerantes, sucos de frutas industrializados, bebidas esportivas, etc.

É neste ponto da sua dieta que entra o consumo do chá verde para diabetes, pois ele pode ser muito útil para estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

Tendo como base estudos realizados, o chá verde (não fermentado) tem sido o principal foco em âmbito internacional entre os outros chás para a saúde e nutrição, incluindo o chá oolong (meio fermentado), o chá preto (totalmente fermentado) e Chá pu-erh (pós-fermentado).

Os chás são uma das bebidas mais populares do mundo, especialmente o chá verde, que é predominantemente utilizado na China e no Japão.

Os benefícios do chá verde para diabetes

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, dependendo da variedade do chá, uma xícara desta bebida contém 0 caloria, o que significa que é uma ótima alternativa para bebidas energéticas e refrigerantes calóricos e cheios de açúcar.

Sandra Arevalo, educadora certificada em diabetes com sede em Hilton Head, Carolina do Sul, EUA, e porta-voz da Associação Americana de Educadores em Diabetes (American Association of Diabetes Educators), disse: “Quando você perde peso, aumenta a sensibilidade à insulina e por isso terá um nível mais baixo de açúcar no sangue”.

– Benefícios do chá verde para diabetes tipo 1

O chá verde contém o antioxidante EGCG, epigalocatequina-3-galato, que pode prevenir e retardar a diabetes tipo 1 dependente de insulina.

Estudos foram realizados em camundongos com genes associados ao diabetes tipo 1 e à síndrome de Sjogren, que são doenças autoimunes incuráveis.

O Dr. Hsu, que participou do estudo, afirmou: “Nosso estudo é significativo porque usamos um modelo de camundongos com defeitos genéticos que causam sintomas semelhantes à diabetes tipo 1 em humanos e à síndrome de Sjogren, de modo que as células imunológicas atacam o pâncreas e as glândulas salivares até que não funcionem mais”.

Com este estudo, verificou-se que o EGCG modula vários genes importantes, suprimindo a anormalidade no nível molecular na glândula salivar.

O efeito deste antioxidante na diabetes tipo 1 foi positivo. Após 16 semanas, os camundongos que receberam EGCH tiveram mais de 6 vezes menos chances de ter diabetes tipo 1 e 4,2 vezes menos chances após 22 semanas quando comparados com aqueles que receberam apenas água.

Isso representa uma potencial prevenção e eficácia no tratamento desta doença.

– Benefícios do chá verde para diabetes tipo 2

O chá verde tem propriedades hipoglicêmicas que são ideais na prevenção da diabetes tipo 2 e também é rico em moléculas que são muito ricas em antioxidantes, as catequinas.

Essas moléculas permitem que a glicose entre nas células, o que pode promover um nível mais baixo de açúcar no sangue apenas entre os diabéticos.

Como visto no caso da diabetes tipo 1, um estudo recente sugere que a EGCG pode desempenhar um papel fundamental na redução dos picos de açúcar no sangue.

Outro estudo publicado no Journal of Research in Medical Sciences analisou diferentes doses de chá verde em 63 pessoas com diabetes tipo 2 e descobriu que beber 4 xícaras por dia estava relacionado à perda de peso e menor pressão arterial.

Um estudo publicado no Iranian Journal of Medical Sciences sugere que consumir regularmente este chá tem um efeito positivo na resistência à insulina em pessoas com diabetes.

Além disso, há muitas pesquisas sobre como o chá verde pode ajudar as pessoas a perderem peso, o que faz com que ele ajude ainda mais as pessoas com diabetes tipo 2, que geralmente estão acima do peso ou obesas.

Pesquisas publicadas no Annals of Internal Medicine descobriram que as pessoas que bebiam 6 ou mais xícaras de chá verde por dia no Japão tinham 33% menos probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2 em comparação com aquelas que bebiam menos de 1 xícara por semana ao ajustarem fatores como idade e índice de massa corporal (IMC).

Ter uma condição crônica como a diabetes pode causar ansiedade e estresse, e foi comprovado que beber uma xícara de chá verde pode oferecer o benefício da calma.

Qual a quantidade ideal de chá verde para diabetes?

Pesquisas sugerem que desde que você não seja intolerante a cafeína ou não adicione açúcar ao chá verde, não há efeitos negativos ao bebê-lo.

Uma infusão de 3 g de folhas de chá verde em 140 ml de água é mais forte do que uma xícara de chá verde de saquinho, que geralmente contém 2 g de folhas de chá para cerca de 230 ml de água.

Especialistas sugerem que é possível obter os mesmos benefícios do chá feito com folhas ao beber várias xícaras por dia daqueles em saquinho, porém ressaltam que é improvável que apenas o chá verde controle os níveis de açúcar no sangue e o colesterol.

Isso acontece porque a pessoa também terá que seguir uma dieta equilibrada, com baixo teor de açúcar, gorduras saturadas, carboidratos simples e monitorar regularmente os seus níveis de glicose no sangue.

Winonha Hoffmans, gerente de enfermagem da Clínica Regional de Austin, no Texas, EUA, recomenda nunca adicionar açúcar às bebidas, e em vez disso, aconselha beber chá sem açúcar ou com alternativas de baixas calorias, como por exemplo a estévia.

A estévia é um substituto do açúcar proveniente das folhas das plantas que leva o mesmo nome, estévia, e a especialista a vê como uma boa opção para as pessoas com diabetes porque não contém carboidratos e contém menos de 1 caloria.

Chá verde contém cafeína

Outra coisa que é importante ter em mente quando for beber chá verde é que ele contém cafeína, o que pode afetar o açúcar e a pressão sanguínea.

Este último é algo muito importante para as pessoas com diabetes tipo 2, pois de acordo com a Associação Americana do Coração, elas têm de 2 a 4 vezes mais chances de morrer devido a doenças cardíacas quando comparadas com as pessoas que não têm diabetes tipo 2.

Uma boa maneira de ver como o seu organismo reage à quantidade de cafeína presente no chá verde é medindo seu nível de açúcar no sangue antes de tomar e depois de uma a duas horas. Se você ainda está nos seus níveis desejados tanto antes como depois, você não atingiu o seu limite.

A boa notícia é que este chá tem muito menos cafeína do que o chá preto ou café. Em média, a cada 230 ml de chá verde há cerca de 25 a 29 mg de cafeína, enquanto que para esta mesma quantidade de café há entre 95 a 165 mg e 25 a 48 mg para o chá preto.

Porém, se você é sensível à cafeína, o chá verde pode não ser recomendado, por isso é muito importante prestar atenção à reação do seu corpo após beber esse chá.

Como você pode ver, o chá verde para diabetes pode ser uma ótima opção de bebida, que além de te ajudar a controlar essa condição, irá trazer vários outros benefícios para a sua saúde.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que tomar chá verde para diabetes é bom? Possui a condição e pretende aderir à bebida agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

Deixe um comentário