Comer tapioca pós-treino é bom?

Especialista da área:
atualizado em 06/07/2021

Típica do Nordeste, a tapioca se popularizou em todo o Brasil. Ela é uma opção para quem precisa fazer uma dieta sem glúten, mas será que comer tapioca pós-treino também é uma boa ideia?

  Continua Depois da Publicidade  

Bem, além de ter um pouco de zinco e potássio, a tapioca é uma rica fonte de carboidratos. E é justamente daí que vem a ideia de usar a tapioca depois do treino.

Quando uma pessoa ingere carboidratos, ela ganha mais glicose em sua corrente sanguínea, que é a substância responsável por fornecer energia para as células do corpo.

Assim, resumidamente, o principal benefício da tapioca é ser uma fonte rápida e prática de energia para o organismo.

Mas por que isso torna a tapioca pós-treino vantajosa?

Tapioca pós-treino

Portanto, é por fornecer rapidamente a energia que se perdeu durante a prática da atividade física que a tapioca pós-treino pode ser uma boa escolha.

Por apresentar alto índice glicêmico, a tapioca é excelente para ser utilizada com um recheio proteico no pós-treino, promovendo rápida recuperação muscular e saciedade.

Sabemos que os carboidratos são muito importantes para as pessoas que querem tonificar ou melhorar os níveis dos músculos. A tapioca pode ser uma das opções de fontes de carboidratos para consumir depois do treino, junto com batata-doce, mandioca, frutas e vegetais, arroz integral, granola (uma versão saudável) e aveia.

No entanto, a escolha por uma dessas alternativas varia bastante de acordo com o horário em que a refeição pós-treino ocorre. 

Como usar a tapioca pós-treino 

Para quem optar pela tapioca depois do treino, é importante saber que é necessário ter algumas cautelas.

Além de recheá-la com uma fonte de proteínas, evite os complementos mais gordos como carne seca, requeijão e queijo coalho, por exemplo.

  Continua Depois da Publicidade  

A recomendação é que as fontes de proteínas para rechear a tapioca pós-treino sejam saudáveis. Por exemplo, ovo mexido, atum com cenoura ralada, frango desfiado com ricota e salsinha ou tofu com cogumelos.

Outra sugestão é preparar a famosa crepioca, uma junção da tapioca com o ovo. Ela é preparada através da mistura de duas colheres de tapioca com um ovo na frigideira.

A combinação entre a proteína e a tapioca no pós-treino gera uma refeição que é uma excelente fonte de energia e ajuda na recuperação da massa muscular.

Por outro lado: a tapioca não emagrece

Emagrecimento - Tapioca pós-treino

Embora a tapioca pós-treino possa ajudar a repor as energias depois de um treinamento intenso, o alimento não emagrece.

Isso porque a farinha de tapioca não é pobre em calorias. Ela apresenta uma quantidade parecida com a de outras farinhas, como a de trigo, a de arroz e a de aveia. 

Uma colher de sopa cheia ou 20 gramas apresenta 70 calorias e uma porção de 100 gramas do produto carrega 331 calorias. Por isso, é aconselhado comer a tapioca moderadamente.

Além disso, é preciso lembrar que a tapioca é rica em carboidratos. Eles são importantes após um treino focado no ganho de massa muscular, mas podem favorecer o aumento de peso para quem não faz esse tipo de exercício ou quando se come a tapioca em outros períodos em excesso.

Mais do que saber se a tapioca pós-treino faz bem

As pessoas que treinam para favorecer a perda de peso ou o aumento de massa muscular devem seguir uma dieta saudável, equilibrada, nutritiva e voltada para os seus objetivos em particular.

  Continua Depois da Publicidade  

Para isso, vale muito a pena contar com o acompanhamento de um nutricionista. O profissional saberá recomendar uma alimentação que ajude a atingir os objetivos, se encaixe na rotina do paciente e forneça os nutrientes e a energia que o organismo necessita.

Tenha em mente que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as orientações profissionais e qualificadas de um nutricionista ou de qualquer outro profissional da área da saúde. 

Vídeo

Gostou da ideia da tapioca pós-treino? Então, não deixe de conhecer também os alertas e cuidados da nossa nutricionista sobre o uso da tapioca depois do treino:

Você costuma comer tapioca depois do treino? Acha que ela ajuda? Então, comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário