Evite esses alimentos com a pior gordura para a saúde

Especialista da área:
atualizado em 25/08/2021

A presença das gorduras na dieta ainda pode ser um assunto polêmico. Enquanto alguns até hoje acreditam que elas são de todo ruim, a verdade é que nem todo tipo de gordura é igual ou faz mal. 

  Continua Depois da Publicidade  

Por exemplo, existem as gorduras boas (monoinsaturadas, polinsaturadas, ômega 3), que fazem bem para a saúde e devem ser incluídas, ainda que sem exageros, nas refeições.

Por outro lado, também existem gorduras ruins como as gorduras saturadas, que já devem ter o seu consumo limitado na dieta. Mas, há ainda aquelas que são o pior tipo de gordura para a saúde e precisam ser muito evitadas: as gorduras hidrogenadas, ou gorduras trans.

Por que elas são tão ruins?

Frituras

As gorduras trans são baratas, duram muito tempo e dão um sabor e textura agradável aos produtos. O problema é que elas também fazem bastante mal para a saúde.

Isso porque as gorduras trans elevam o colesterol ruim (LDL) e diminuem o colesterol bom (HDL). Elas também aumentam a inflamação no organismo, o que tem relação com o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral (AVC), diabetes do tipo 2 e outras doenças crônicas.

Mesmo quantidades pequenas de gorduras trans podem fazer muito mal para a saúde: segundo a Universidade de Harvard, para cada 2% de calorias que vem de gorduras trans, o risco de doença cardíaca aumenta em 23%.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o consumo de gorduras trans deve ser inferior a 1% do consumo calórico total, e que as gorduras saturadas e trans sejam substituídas pelas gorduras insaturadas.

Já o Ministério da Saúde, no seu Guia Alimentar para a População Brasileira, recomenda a eliminação por completo do consumo de gorduras trans.

5 alimentos com gorduras trans para você evitar

Gorduras trans

Portanto, é muito importante conhecer quais são os alimentos que têm este que é o pior tipo de gordura e evitá-los ao máximo. Confira alguns deles:

1. Gordura vegetal hidrogenada

Ela é basicamente gordura trans. Antigamente, a gordura vegetal hidrogenada era vendida nos supermercados no formato de blocos e algumas pessoas compravam para fazer frituras como pastel e batata frita.

  Continua Depois da Publicidade  

Atualmente, ela não é vendida dessa maneira, porém, pode estar presente em margarinas. Sempre que comprar um produto, confira não apenas a tabela nutricional, mas leia também a lista de ingredientes. Se a gordura vegetal hidrogenada estiver na lista, saiba que ele tem gorduras trans.

2. Pipoca de micro-ondas

A pipoca pode sim ser um aperitivo ou lanchinho saudável, desde que você saiba como usar na dieta e prepare em casa com pouco ou quase nada de óleo. 

Já a pipoca de micro-ondas não é uma boa opção porque geralmente traz gorduras trans. Os fabricantes escolhem colocar essas gorduras no produto porque elas conseguem suportar altas temperaturas, sem se degradar. 

3. Fast-food

Normalmente, os restaurantes de fast-food utilizam gorduras trans para preparar as frituras que comercializam, como batata frita e frango frito. Elas são escolhidas porque são estáveis, duram mais tempo e podem ser utilizadas várias vezes, o que é vantajoso em termos de custo.

O problema é que a reutilização dessa gordura trans a torna ainda pior. Então, sempre que tiver vontade de comer algum prato de fast-food, prefira fazer uma versão caseira e mais saudável.

Por exemplo, conheça receitas de hambúrguer caseiro light, de batata frita na airfryer e frango à milanesa light empanado na aveia.

4. Produtos de panificação

Bolos prontos, bolinhos recheados, bolachas recheadas e outros doces industrializados com uma consistência mais cremosa costumam ter gorduras trans. Portanto, antes de levar um produto desses para casa, leia detalhadamente a tabela nutricional e a lista de ingredientes no rótulo.

5. Outros alimentos industrializados

Em muitos casos, as pizzas congeladas que encontramos nos supermercados têm gorduras trans. Além disso, os sorvetes de massa industrializados geralmente são à base de gorduras trans.

  Continua Depois da Publicidade  

Outro exemplo são as batatinhas e salgadinhos fritos vendidos em pacotes que costumam ser feitos na gordura trans. Enfim, não há como fugir: os produtos industrializados normalmente possuem gorduras trans

Assim, antes de comprar um alimento industrializado, sempre cheque a tabela nutricional e a lista de ingredientes na embalagem. É importante olhar ambos porque em alguns produtos as gorduras trans não são apresentadas na tabela nutricional, porém, sua presença está descrita na lista de ingredientes.

Vídeo

A nossa nutricionista também fala sobre os alimentos que contêm a pior gordura que existe. Portanto, não deixe de conferir o vídeo.

Fontes e referências adicionais

Você se preocupa em evitar as gorduras trans? Conte o que usa para substituir os produtos que têm esse tipo de gordura!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...

Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário