Inhame Prende ou Solta o Intestino?

Também conhecido pelo nome de cará nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, localidades onde o alimento é popular, o inhame é composto por 118 calorias em cada porção de 100 g ou 177 calorias em cada porção correspondente a uma xícara do vegetal em cubos.

O inhame ainda serve de fonte de importantes nutrientes para o funcionamento do organismo como carboidratos, proteínas, fibras, cálcio, vitamina B1, vitamina B6, manganês, magnésio, potássio, cobre, zinco, ferro e vitamina C, segundo dados da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO).

O ingrediente pode ser utilizado em receitas de sopa, saladas, chips, purês, bolos salgados, nhoques, tortas e, inclusive, sucos.

O inhame prende ou solta o intestino?

Mas será que ao consumirmos o alimento, ele interfere de alguma maneira no funcionamento do nosso sistema digestivo? Você saberia dizer se o inhame prende ou solta o intestino? Vamos tentar descobrir isso agora!

O vegetal ajuda a aliviar a prisão de ventre, também conhecida como intestino preso. Ou seja, isso significa que o inhame carrega certo efeito de soltar o intestino.

Isso acontece graças ao teor de fibras encontrados no alimento – ele apresenta 4,1 g do nutriente a cada porção de 100 g e 6,2 g de fibras em uma porção equivalente a uma xícara em cubos na sua versão crua; já o inhame cozido com sal contém 3,9 g do nutriente em 100 g e 5,3 g de fibras em uma porção de uma xícara em cubos.

As fibras adicionam volume às fezes e estimulam a movimentação intestinal, que é justamente o que oferece o alívio ao intestino preso. Mas não é somente isso: a maior regularidade dessa movimentação intestinal também resulta na limitação de tempo em que o cólon é exposto a toxinas.

Além disso, o que acontece é que as fibras não são quebradas quando atravessam o trato digestivo do nosso organismo. Então, o nutriente absorve água e amolece e solta as fezes.

Não se esqueça da água

Mas há um ponto importante a ser ressaltado quando incluímos alimentos fontes de fibras em nossas refeições para lutar contra o intestino preso – faz-se necessário certificar-se que a ingestão de água também esteja apropriada.

Isso porque o consumo das fibras sem o líquido faz com que o intestino fique ainda mais preso.

Outra complicação associada ao consumo do nutriente sem a presença da água é o ressecamento do intestino, que acontece porque as fibras roubam água do organismo.

O outro lado da moeda – o excesso do consumo de fibras

Quando analisamos se o inhame prende ou solta o intestino, assim como qualquer outro alimento fonte de fibras, também precisamos saber o que acontece quando o nutriente é consumido de maneira exagerada.

A quantidade de ingestão diária de fibras recomendada para pessoas adultas é de 25 g a 35 g. Quando um indivíduo ultrapassa esse limite e consome muitas fibras em um curto espaço de tempo, no lugar do alívio à prisão de ventre, o que pode ser observado é o agravamento do quadro do intestino preso.

No entanto, esse não é o único perigo: a ingestão exagerada do nutriente por meio de alimentos como o inhame também traz o perigo de soltar demais o intestino, causando o desenvolvimento de uma diarreia.

A condição surge porque o corpo puxa a água que o organismo necessita para eliminar a fibra que foi consumida. Além disso, carrega o risco de causar uma desidratação.

Porém, essas não são as únicas complicações atribuídas ao exagero no consumo de fibras, pois a prática também pode causar problemas como a baixa qualidade na absorção de minerais e problemas abdominais como gases, inchaço e cólicas.

Obviamente, para chegar a ultrapassar o limite diário de ingestão de fibras em um curto período de tempo, seria necessário consumir muito inhame, não é mesmo? O que parece bastante inviável. Entretanto, precisamos levar em conta que o vegetal não é o único alimento que serve como fonte do nutriente.

Logo, se ele for consumido em grandes quantidades ao lado de outras porçoes volumosas de outras comidas que também oferecem as fibras, existem sim chances de que esse limite seja ultrapassado em pouco tempo e que os problemas associados a esse excesso sejam experimentados.

Você imaginava que o inhame prende ou solta o intestino? Tem o costume de ingerir este alimento com frequência em sua dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (23 votos, média: 4,22 de 5)
Loading...

Deixe um comentário