Especialista da Área:

6 Benefícios do Inhame – Para Que Serve e Propriedades

O inhame é um dos legumes mais versáteis e saborosos, dentre os alimentos saudáveis, que você poderá utilizar na sua dieta. A seguir, você descobrirá 6 incríveis benefícios do inhame, como essas características podem ser boas para a sua saúde, para que ele serve e as precauções que você deve ter ao consumi-lo.

Inhame (Dioscorea spp. L.) é o nome dado a tubérculos nutritivos muito consumidos em todo o Brasil. Mas, antes de apresentarmos os benefícios do inhame, para que serve e propriedades medicinais, é preciso esclarecer algumas questões quanto à sua nomenclatura.

Antes de conhecer todos os benefícios do inhame, vale a pena descobrir se o inhame engorda ou emagrece pois, dependendo da dieta em que você esteja nesse momento, talvez o inhame não se enquadre nela, mesmo tendo muito benefícios.

Se você está fazendo algum tipo de dieta que tenha restrições de carboidratos ou tem intolerância à glúten, também vai gostar de saber se o inhame tem carboidrato ou glúten.

Independente da sua variação e todas as maravilhas que ele pode fazer para a sua saúde, é muito importante entender se o inhame interfere de alguma maneira no sistema digestivo. Em outras palavras, vale a pena conferir se inhame prende ou solta o intestino.

Inhame, taro ou cará?

O “I Congresso de inhame e taro” (2002) estabeleceu que a hortaliça conhecida como inhame no Sudeste, Centro e Sul do Brasil, trata-se na verdade do taro, um rizoma da planta Colocasia esculenta, família Araceae. Já os tubérculos do gênero Dioscorea, anteriormente chamados de carás nesses mesmos locais e inhames no Nordeste, passaram definitivamente a serem designados como inhame.

Em síntese, o inhame é o nome comum do tubérculo de mais de 600 espécies do gênero Dioscorea, família Dioscoriaceae. Vale destacar que dentre todos estes exemplares, apenas 14 são usados como alimento. As espécies de inhame cultivadas em nosso país são oriundas da Ásia e África.

Além das formas acima apresentadas, um dos preparos mais gostosos feitos com inhame são as sopas. É possível obter sabores e texturas completamente diferentes utilizando-o como base e você não vai querer perder as 6 melhores receitas de sopa de inhame light. Além de ajudar na dieta, irá impressionar qualquer convidado.

Para que serve o inhame?

O inhame é cultivado em áreas tropicais. No Brasil, a região Nordeste é a maior produtora e também consumidora. Em geral, é um alimento muito consumido na América Latina, em ilhas banhadas pelo oceano Pacífico e no continente asiático. Na África Central, principalmente para os nigerianos, é considerado um item básico da dieta. Os tubérculos também são utilizados para fins medicinais: de algumas espécies, pode-se extrair a diosgenina, um fitoesterol de grande interesse da indústria farmacêutica. Através do método de Merker, a diosgenina é convertida em progesterona, que por sua vez é utilizada na produção de pílulas anticoncepcionais.

A partir do inhame, é possível obter uma farinha que pode ser usada em várias receitas e já é possível encontrar inhame na forma de suplementos em pó. O tubérculo em si pode ser ingerido assado, cozido na panela ou a vapor e até frito. A versatilidade do inhame permite que ele possa ser usado em receitas como purê de inhame, inhame frita como se fossem batatinhas, inhame assado e até em sucos de inhame que podem ser preparados com o tubérculo cru ou previamente cozido.

Apesar de ser mais rico em amido e de ter um sabor menos doce do que outros tubérculos como a batata doce, o inhame não perde nada em relação aos seus nutrientes. E embora algumas pessoas confundam os alimentos, é muito fácil identificar o inhame. A casca do inhame tem uma cor marrom característica. Já a polpa pode ser branca, amarela, rosa ou roxa dependendo de quão maduro está o tubérculo e de qual variedade se trata.  

Segundo uma pesquisa publicada em 2012 no periódico científico Preventive Nutrition and Food Sciencee,, o inhame serve para ajudar a prevenir problemas relacionados ao peso corporal como a obesidade além de melhorar a imunidade. De acordo com o uso tradicional do inhame, o tubérculo também serve para: 

  • oferecer uma infinidade de nutrientes;
  • melhorar a saúde do cérebro;
  • diminuir os processos inflamatórios;
  • melhorar a saúde das mulheres;
  • oferecer propriedades antioxidantes essenciais para a saúde;
  • regular os níveis de glicose e de colesterol;
  • melhorar a digestão e favorecer a perda de peso.

Propriedades do inhame

Cada 100 g de inhame cozido fornecem 118 calorias, na sua maioria proveniente de carboidratos, cerca de 28 g. Encontramos também 1,5 g de proteína, 3,9 g de fibras e uma quantidade insignificante de gordura (0,2g). Os tubérculos são uma excelente fonte de fibras solúveis e seus carboidratos são complexos. Eles apresentam um pouco de vitamina A e betacaroteno, quantidades significativas de vitamina C e são ricos em vitaminas do complexo B (tiamina, riboflavina, niacina, ácido pantotênico, piridoxina e ácido fólico). Com relação aos minerais, possuem potássio, ferro, cálcio, fósforo, magnésio e cobre.

Muitas das propriedades medicinais do inhame são decorrentes ação da diosgenina em nosso organismo. Os tubérculos também apresentam uma atividade antioxidante. Vejamos agora quais os benefícios do inhame para a saúde humana.

Veja também: Calorias do Inhame – Tipos, Porções e Dicas

Benefícios do inhame

Veremos agora como as propriedades do inhame são boas para sua saúde e boa forma:

1) O inhame é bom para a saúde feminina

No organismo humano, a diosgenina presente nos tubérculos é convertida a desidroepiandrosterona (ou DHEA), um hormônio que também é produzido pelas nossas próprias glândulas adrenais. O DHEA é uma molécula utilizada para a síntese de vários outros hormônios, como a progesterona, o estrogênio, a testosterona, o cortisol e a aldosterona.

Pesquisas – como a publicada em 2005 no Journal of American College of Nutrition – relatam que o consumo de inhame é útil na menopausa, para a tensão pré-menstrual (TPM), endometriose, doença fibrocística da mama e fibrose uterina. Ademais, os tubérculos ajudam a aumentar a fertilidade. Foi observado que mulheres africanas que os consomem com frequência são mais férteis.

2) O inhame é bom contra o câncer

Os compostos antioxidantes do inhame – betacaroteno e vitamina C – ajudam a prevenir os mais variados tipos de câncer. Estes nutrientes nos protegem da ação de radicais livres, agentes que podem provocar mutações no DNA que levam a uma proliferação celular desenfreada.

A diosgenina também tem se mostrado útil no combate ao câncer. Pesquisas têm mostrado que ela é capaz de impedir a proliferação de células cancerígenas da mama por estimular a p53, uma proteína pró-apoptótica, e de células de osteossarcoma por estimular a morte celular programada e interromper o ciclo celular. O fitoesterol ainda estimula a apoptose em células leucêmicas, especificamente na eritroleucemia, uma leucemia mielóide aguda, e de câncer de cólon, neste caso, também impede o crescimento celular.

Segundo um estudo publicado na revista científica Preventive Nutrition and Food Science, os efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios do inhame são importantes para proteger o corpo contra várias doenças, inclusive o câncer.

3) O inhame é bom para o coração

O excesso de colesterol no sangue é associado à ocorrência de doenças cardíacas e, as fibras do inhame ajudam a reduzir os seus níveis.

Nos laboratórios de análise clínicas também são mensurados níveis de homocisteína. Estudos revelam que quantidades elevadas desse aminoácido, que possui ação inflamatória, ajudam a formar as chamadas placas ateroscleróticas. Se uma pessoa possuir um nível normal de colesterol, mas um excesso de homocisteína, os riscos de problemas cardiovasculares ainda são consideráveis, pois o aminoácido acelera o processo de oxidação de colesterol LDL. O inhame, por sua vez, é um alimento rico em vitamina B6 (piridoxina) e B9 (ácido fólico), que ajudam a controlar os níveis de homocisteína no organismo.

Além de tudo, o inhame é uma boa fonte de potássio, um mineral que compensa as ações hipertensivas do sódio em nosso corpo.

4) O inhame ajuda a combater o mal de Alzheimer

Conforme já foi dito, o acúmulo do aminoácido homocisteína traz prejuízos para a nossa saúde. Seu excesso alimenta a inflamação no cérebro de portadores da doença de Alzheimer. A doença também tem sido relacionada com a diminuição dos níveis do hormônio DHEA, o que acontece à medida que envelhecemos.

Logo, o inhame é um ótimo alimento para ajudar a prevenir e a controlar o Alzheimer, pois o tubérculo é fonte de vitaminas B6 e B9, e a diosgenina é convertida em DHEA em nosso organismo.

Além disso, um estudo publicado em 2017 no periódico Nutrients mostra que a diosgenina presente no inhame estimula o crescimento dos neurônios e contribui para a melhora da função cerebral.

5) O inhame ajuda a emagrecer

O inhame é ótima opção de alimento para quem precisa emagrecer. Além de pouca gordura, o tubérculo apresenta carboidratos complexos, o que significa que a glicose, um dos produtos finais de sua digestão, será liberada de maneira gradativa para a corrente sanguínea, fazendo você sentir mais ativo para os treinos e ter menos fome ao longo do dia. 

Dados de um estudo feito com animais publicado no British Journal of Medicine & Medical Research em 2013 mostram que os ratos que consumiram quantidades maiores de um extrato de inhame roxo apresentaram redução no apetite, maior perda de peso e uma melhor regulação nos níveis de glicemia quando comparados com o grupo controle.

É importante destacar que as fibras do inhame também promovem essa sensação de saciedade.

Uma dica é acrescentar o inhame como ingrediente de receitas, para que você consuma uma quantidade menor dos pratos que for preparar. Você pode incorporá-lo, por exemplo, em massas de bolo, nhoque e até mesmo em sopas.

Outro dentre os benefícios do inhame para o emagrecimento está associado com o DHEA. O hormônio consegue inibir a glucose-6-fosfato-desidrogenase, uma enzima que participa da síntese de gordura bem como do crescimento de células cancerígenas.

Estudo publicado no Annals of the New York revelou que o aumento da concentração de DHEA no organismo, através do uso de suplementos a base desse hormônio, aumentou a força e a massa muscular em homens e mulheres. O DHEA também reduziu a quantidade de gorduras nos homens, mas aumentou, de forma sutil, nas mulheres.

6) O inhame ajuda a evitar a anemia

O inhame é um bom alimento para a prevenção da anemia. Ele é fonte de ferro, mineral que participa do processo de transporte de oxigênio, realizado pelas hemácias. O tubérculo também apresenta cobre, que ajuda no acesso ao ferro armazenado, para que ele possa ser utilizado na síntese de novas hemácias; vitamina C, que ajuda na absorção de ferro; vitamina B6, fundamental para a produção de hemoglobina; e ácido fólico, que ajuda no processo de maturação das células sanguíneas.

Precauções

  • Converse com seu médico a respeito do uso do inhame. O funcionamento do sistema endócrino é bastante delicado e integrado, e a diosgenina do tubérculo pode alterá-lo, mesmo que discretamente.
  • Grávidas e lactantes devem evitar o consumo do inhame.
  • Coma sempre com moderação.

Agora que você já está mais do que convencido dos benefícios que o inhame pode fazer para o seu corpo, você pode testar uma infinidade de receitas com esse tubérculo delicioso. Comece pelas 10 melhores receitas com inhame para emagrecer.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes consultadas:

https://www.healthline.com/nutrition/yam-benefits#section6

https://www.stylecraze.com/articles/benefits-of-yam-for-skin-hair-and-health/#gref

https://www.medicaldaily.com/yam-health-benefits-enhances-brain-function-fights-cancer-more-440984

O que achou dos benefícios do inhame? Agora que sabe para que serve e conhece suas propriedades, irá inclui-lo mais no seu cardápio? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (383 votos, média: 4,22 de 5)
Loading...

91 comentários em “6 Benefícios do Inhame – Para Que Serve e Propriedades”

  1. Faço uso do inhame cru pela manha é o meu café. Uso ele cru com maçã, cenoura, laranja e ainda coloco canela para adoçar. Gostaria de saber se é recomendável? Tem alguma restrição? Tbm faço uso dele cozido. Por gentileza me responda se o uso cru é ofensivo. Eu tomo 3 x por semana o suco cru e nao sinto nada.

    • Oi boa noite, vi uma receita que aumenta a imunidade , e ela foi usada na cura de uma senhora com cânce, foi usado uma sopa com 4 inhame cortado e cozido ,uma colher de misso e um sachê de hondashi .vou fazer pois estou com a imunidade baixa, e agora estou com artrite e artrose nos joelhos e cotovelos,.

  2. Fiz o suco com metade do inhame e uma folha de couve e metade de um limão é um copo de água me senti muito bem agora lendo esses posts fiquei com medo

Deixe um comentário