Long Jack: Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Como Tomar

O suplemento Long Jack tem sido usado por atletas e fisiculturistas que buscam intensificar o crescimento da massa magra, bem como aumentar a resistência durante os treinos. Esse suplemento, derivado de uma erva da medicina tradicional asiática, é de fato promissor – entretanto, restam dúvidas sobre sua eficácia. Além disso, são necessários cuidados para evitar efeitos colaterais e, sobretudo, substâncias adulteradas.

O que é Long Jack?

Long Jack é um suplemento feito a partir a Eurycoma longifolia, uma erva típica do sudeste asiático. Na região, esta erva faz parte da medicina tradicional de diversos povos que atribuem a ela diversas qualidades, entre as quais a mais mencionada é o aumento da libido e da força.

Dessa forma, a substância tem sido usada para tratar diversos males como a impotência sexual e a disfunção erétil, mas também para intensificar a performance de atletas e para reduzir a taxa de gordura corporal.

Para que serve Long Jack?

Long Jack é utilizado para diversos fins. De um modo geral, tanto atletas quanto pacientes que sofrem diversas doenças recorrem ao Long Jack devido à promessa de que o suplemento provoca um aumento nos níveis de testosterona no corpo. Dessa forma, para homens que sofrem de hipogonadismo (diminuição das funções das gônadas, isto é, nos homens, dos testículos) o Longe Jack é usado como forma de combater os mais diversos sintomas: baixa libido, impotência sexual, disfunção erétil, infertilidade e etc.

Entre atletas, o uso é orientado pelos efeitos positivos da testosterona na construção de um corpo forte e com baixa taxa de gorduras. A procura por níveis elevados de testosterona é constante entre fisiculturistas, de modo que mesmo substâncias altamente nocivas são por vezes utilizadas. Nesse sentido, o caráter relativamente seguro do Long Jack é um fator atraente.

Long Jack funciona?

Existem claras dúvidas sobre a eficácia do Long Jack. Os estudos realizados em torno dos efeitos da Eurycoma longifolia não são nem de longe suficientes para comprovar cientificamente seus efeitos sobre a testosterona. Na verdade, a maior parte dos estudos realizou-se em ratos, e ainda assim com resultados que ainda são questionáveis.

Em todo caso, o que os estudos que temos até agora dizem?

A promessa de que Long Jack atua sobre os níveis de testosterona foi testada em ratos algumas vezes, e os resultados não são impressionantes. Na verdade, aumentos significativos nos níveis de testosterona só foram observados em ratos que já sofriam com níveis baixos de testosterona. Em ratos normais, apenas doses muito elevadas foram capazes de sugerir algum aumento nos níveis de testosterona, ainda assim duvidoso.

O mesmo se repetiu nos estudos com humanos, bem menos numerosos: foi observado um incremento de testosterona em homens que sofrem de hipogonadismo. Entre homens saudáveis, ainda não existem estudos confiáveis.

Também existem estudos que avaliaram os efeitos de Long Jack na performance de atletas, e os resultados também não impressionam. Em um deles, os atletas que consumiram o suplemento obtiveram um ganho levemente maior de massa magra e de força, e os níveis de gordura corporal permaneceram os mesmos. Em outro estudo, não foi observada nenhuma diferença entre atletas que consumiram o suplemento e outros que consumiram um placebo.

Dessa forma, os efeitos benéficos de Long Jack ainda são objeto de dúvida para os cientistas.

Quais são os efeitos colaterais de Long Jack?

Os efeitos colaterais do Long Jack são largamente desconhecidos e, por isso, a substância é classificada como possivelmente saudável. Isso não retira dos usuários a responsabilidade de vigiar o surgimento de quaisquer sintomas inesperados.

Muitos usuários alegam que o uso de Long Jack provoca alguns efeitos colaterais leves, mas ainda assim incômodos, dentre os quais o mais mencionado é a insônia. Além disso, fala-se em leves dores de cabeça e febres fracas, bem como alterações comportamentais como impaciência e irritabilidade.

Como tomar Long Jack

A dosagem adequada de Long Jack depende de vários fatores, como idade e condição de saúde do paciente, de modo que não existe uma determinação precisa desta. É preciso lembrar que nem todo produto “natural” é sempre seguro, de modo que a dosagem é extremamente importante. Nesse sentido, um estudo realizado em ratos observou patologias no fígado provocadas por uma dose de Long Jack que equivaleria a 1200mg diários em humanos.

Muitos suplementos à base de Long Jack são vendidos com a recomendação de uma dosagem de 400mg duas vezes ao dia; outros recomendam 300mg ou 200mg uma vez ao dia, de modo que a irregularidade é notável. Para determinar uma dosagem, portanto, recomenda-se seriamente a consulta a um profissional da saúde.

Cuidados Necessários

O cuidado mais importante ao tomar Long Jack é verificar a procedência da substância adquirida. Uma vez que o Long Jack é um produto muito valorizado, as fraudes são muito frequentes. Muitas vezes os produtos adulterados não possuem efeito algum, mas frequentemente surtem efeitos surpreendentes provocados por substâncias artificiais acrescentadas ao suplemento. Trata-se, portanto, de um duplo risco.

Além disso, o uso não é recomendado para mulheres gestantes ou lactantes, uma vez que não se conhecem os efeitos do Long Jack sobre essas condições.

Fontes Adicionais:

Você conhece alguém que tenha tomado um suplemento de Long Jack e obtido resultados? Você tem vontade de tomá-lo para algum motivo? Qual? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (142 votos, média: 3,73 de 5)
Loading...

7 comentários em “Long Jack: Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Como Tomar”

  1. Eu to usando Long Jack a pouco tempo , e estou tendo dores de cabeça bem fracas durante meu treino e Tambem durante o dia a dia.

  2. Estou tomando 1 cápsula de 400 MG por dia há 3 semanas. Não percebi nenhuma melhora na performance para exercícios físicos nem no ganho de massa magra.

    • long jack é voltado mais para uma melhora na libido e 400 mg de long jack não é muito se não for um extrato padronizado tipo 100:1 ou 200:1 ! nesse caso seria mais conveniente o DHEA em doses baixas, 5mg, 10mg, 15mg no maximo 25mg!

Deixe um comentário