Benefícios do Azeite – Para Que Serve e Como Usar!

Especialista:
atualizado em 01/07/2020

Auxílio na perda de peso, promoção da saúde cardiovascular e melhora da qualidade da pele: conheça todos os benefícios do azeite e como usar!

Alimento muito consumido na dieta mediterrânea, o azeite de oliva é considerado um dos responsáveis pela grande longevidade e menor risco de doenças cardíacas da população dessa região, que é banhada pelo mar Mediterrâneo.

Quando as azeitonadas são prensadas, o azeite é obtido, e então ele poderá ser refinado ou não. As variedades virgem e extra virgem não são refinadas.

Para que o azeite seja considerado extra virgem, é necessário preencher certos requisitos químicos que evidenciam sua qualidade. Esse é o tipo que apresenta menor acidez (menos que 0,8%) e é considerado o mais saudável por ter a maior quantidade de nutrientes. Já o azeite virgem, embora não seja refinado, possui qualidade um pouco inferior ao extra virgem e com índice de acidez um pouco maior, de até 2%.

Propriedades e benefícios do azeite de oliva

O azeite de oliva é composto basicamente por gorduras, sendo 73% delas monoinsaturadas, ou seja, benéficas à saúde. Trata-se de uma substância rica em ômega 6 e que também possui ômega 3 em sua composição, além de vitamina E, vitamina K, vitamina E e antioxidantes. Confira os benefícios do azeite que essas propriedades promovem:

1. Saúde do coração

Com o tempo, o coração, artérias e veias também sofrem um processo de envelhecimento, e um estudo de pesquisadores espanhóis descobriu que o azeite ajuda a manter a função cardíaca na velhice e pode ainda prevenir infartos.

O azeite é também um excelente aliado na prevenção da hipertensão arterial. Assim, o consumo regular de azeite pode manter sua saúde cardiovascular forte e resistente mesmo contra os efeitos do avanço da idade.

2. Efeitos sobre o colesterol

Um estudo japonês descobriu que a suplementação de 28 pacientes por apenas seis semanas com azeite de oliva já foi o suficiente para reduzir os níveis de LDL (o colesterol ruim) e aumentar os níveis de HDL (o colesterol bom) por conta de seus antioxidantes.

3. Construção muscular

As gorduras insaturadas do azeite são fundamentais no processo de construção muscular, pois auxiliam na recuperação do tecido muscular e na reparação após estresse causado pelo exercício, etapas fundamentais para a construção de massa magra.

Além de participar no processo direto de síntese muscular, as gorduras saudáveis presentes no azeite são excelente fonte energética para praticantes de diversos tipos de atividade física, melhorando o desempenho e o metabolismo e prevenindo lesões.

4. Perda de peso

Um metabolismo acelerado é muito importante para quem deseja perder peso, e a ingestão de gorduras saudáveis, especialmente as monoinsaturadas – como o azeite – é fundamental para estimular o metabolismo das gorduras e acelerar a sua queima.

5. Ajuda a reduzir o risco de diabetes tipo 2

Um estudo científico demonstrou que a dieta mediterrânea, rica em azeite, foi capaz de reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2 em 50% em relação a dietas de baixa gordura, derrubando por terra uma antiga teoria de que uma alimentação rica em gordura é fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas, o que demonstra que mais importante que a quantidade de lipídeos na dieta é o tipo e qualidade.

6. Potencial antioxidante

Componentes antioxidantes do azeite podem ajudar a eliminar ou evitar os danos causados pela oxidação que atinge o DNA, que leva às mutações que fazem com que as células se multipliquem sem controle, o que é a causa do câncer.

7. Prevenção da osteoporose

Um estudo demonstrou que a ingestão de azeite de oliva afeta positivamente a densidade óssea, melhorando a saúde dos ossos. Mulheres pós-menopausa têm especial tendência a desenvolver osteoporose e a inclusão do azeite em suas dietas pode ajudar a combater os sinais dessa doença.

8. Diminui o risco de depressão

Estudo publicado por uma universidade da Espanha indicou que o azeite tem papel protetor contra o desenvolvimento de depressão. Após mais de 12.000 voluntários serem submetidos ao consumo frequente de azeite de oliva, constatou-se que o risco de desenvolver depressão diminuiu em 48% em relação ao grupo que consumiu altas quantidades de gorduras trans no lugar do azeite.

9. Efeito anti-inflamatório

Em estudo, o oleocantal, um antioxidante presente no azeite de oliva, demonstrou ter atividade similar ao ibuprofeno, um medicamento anti-inflamatório bastante utilizado. Além disso, a atividade anti-inflamatória do azeite estaria ligada à menor expressão de mediadores inflamatórios, prevenindo diversas doenças crônicas.

10. Saúde da pele

Devido à ação antioxidante do azeite de oliva, ele evita os danos do estresse oxidativo também sobre as células da pele, ajudando no combate aos sinais da idade e proporcionando uma pele mais jovem e saudável também por conta de sua vitamina E. Além disso, devido à alta concentração de ácido oleico, a aplicação de azeite na pele é capaz de melhorar sua textura e ajudando a reparar danos.

Como usar: aproveite os benefícios do azeite!

Pelo fato de as formas extra virgens sofrerem oxidação e, com isso, perda de nutrientes com facilidade quando aquecidas, uma alternativa para cozinhar com azeite de oliva é utilizar formas mais refinadas, que suportam temperaturas mais altas.

Mesmo sendo mais refinado, o azeite de oliva ainda é uma opção mais saudável para frituras e outros pratos quentes que outros óleos convencionais, como por exemplo o óleo de soja, comumente utilizado no Brasil.

No entanto, ao usar no tempero de saladas ou quando adicionar o azeite frio aos pratos, sem dúvida, prefira o extra virgem. Vale a pena conhecer essas receitas de azeite aromatizado para fazer parte dos seus pratos favoritos.

Há, ainda, uma outra possibilidade de uso que ainda não é muito popular no Brasil, mas que você pode fazer na sua casa: saiba aqui como fazer manteiga de azeite de oliva. Outra receita diferente com a qual você pode aproveitar os benefícios do azeite é o biscoito de azeite.

Incluí-lo na sua alimentação em quantidades moderadas e em conjunto com uma dieta equilibrada e adequada às suas necessidades e objetivos pode melhorar sua saúde como um todo. As quantidades geralmente recomendadas são em torno de 2 a 3 colheres de sopa ao dia.

Fora a alimentação, além da aplicação do azeite na pele, como mencionado acima, você pode aproveitar os benefícios do azeite no cabelo – veja como.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Outras referências:

  1. Beauchamp, Gary K., et al. “Phytochemistry: ibuprofen-like activity in extra-virgin olive oil.” Nature 437.7055 (2005): 45-46.
  2. Waterman, Emily, and Brian Lockwood. “Active components and clinical applications of olive oil.” Alternative medicine review: a journal of clinical therapeutic 12.4 (2007): 331-342.
  3. Covas, María-Isabel, et al. “The Effect of Polyphenols in Olive Oil on Heart Disease Risk FactorsA Randomized Trial.” Annals of Internal Medicine 145.5 (2006): 333-341.
  4. Tripoli, Elisa, et al. “The phenolic compounds of olive oil: structure, biological activity and beneficial effects on human health.” Nutrition Research Reviews 18.01 (2005): 98-112.
  5. Covas, María-Isabel. “Olive oil and the cardiovascular system.” Pharmacological Research 55.3 (2007): 175-186.
  6. Sánchez-Villegas, Almudena, et al. “Dietary fat intake and the risk of depression: the SUN Project.” PLoS One 6.1 (2011): e16268.
  7. Terés, S., et al. “Oleic acid content is responsible for the reduction in blood pressure induced by olive oil.” Proceedings of the National Academy of Sciences 105.37 (2008): 13811-13816.

Você tem o costume de consumir boas quantidades de azeite diariamente em sua dieta? Quais benefícios do azeite mais impressionaram? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (37 votos, média: 4,54 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

8 comentários em “Benefícios do Azeite – Para Que Serve e Como Usar!”

  1. Gratificada por compartilhar com vosso trabalho ____sou idosa (86) Saudável , no geral

    Sensibilizada ao ver anto sofrimento à vola .

    No momento , a surpresa : Pernas e lombar não Bem ___Minha busca de melhora só com

    o Natural ___nesta hora os encontrei ____sou Agradecida ___as bençãos de Deus , nos alcance Luiza

  2. Amei as dicas principalmente quando contém a vitamina E que é ótima para o cabelo e o azeite contém uma série de benefício

  3. quero experimen tar preciso perder peso mas a vontade de comer é grande preciso de um remédio que tire a vontade de comer muito óbrigada