Por Que Ficamos Cansados ao Comer Muito Doce?

O corpo reage ao consumo de doces de várias formas, e o cansaço é uma delas. Isso porque o metabolismo do açúcar é mais lento, comparado a outros alimentos – como peixes, aves, nozes e vegetais. Seu metabolismo é mais lento devido à estrutura de suas moléculas, fazendo com que o processo digestivo e armazenagem da energia exijam manobras, por assim dizer, mais elaboradas.

Na medicina Ayurveda, por exemplo, recomenda-se a ingestão de doces antes de salgados, por esse motivo. E as pesquisas no ocidente também mostram que o conteúdo do que comemos é o que determina a saúde do organismo, sendo a contabilização das calorias menos relevante.

O que acontece no corpo após comer muito doce é explicado por Jonah Lehrer. Ao consumirmos açúcar, a substância química no cérebro que nos mantém acordados – a orexina – fica inibida. Por isso, surge a sensação de cansaço quando comemos muita quantidade de doces. A orexina, descoberta em 1990, é um neurotransmissor localizado no hipotálamo, de onde se originam o ritmo circadiano, e as sensações de fome e saciedade.

Quando consumimos proteínas, a reação no corpo é diferente da que ocorre com o açúcar. As proteínas, ao invés de inibirem, estimulam as células de orexina, tornado-as ativas, e então sentimos vivacidade e energia, a sensação de estarmos despertos. E isso acontece mesmo quando pouca proteína é consumida, mesmo quando consumida junto com o açúcar. Aí está uma boa dica para evitar o cansaço – coma uma sobremesa que contenha proteínas.

Por que comer muito doce?

Como vimos, é errônea a ideia de que o consumo de açúcares (ou carboidratos, que se transformam rapidamente em açúcar) aumentará a sua energia a longo prazo. Isso acontece, mas por pouco tempo. O metabolismo aumenta com a ingestão do açúcar até o ponto da queima das calorias. Depois, vem a sensação de cansaço e sono.

Mesmo assim, quase todos os produtos industrializados que consumimos contêm grandes quantidades de açúcar, exceto se você estiver comprando produtos sem açúcar, e isso deve estar expresso na embalagem. Médicos e pesquisadores alertam para o cuidado com esse tipo de alimento, mas talvez muitas pessoas ignorem porque desconhecem seus efeitos para a saúde.

O consumo de refrigerantes, por exemplo, envelhece o corpo, a partir das células, na mesma velocidade que os cigarros, segundo um estudo realizado na Universidade da Califórnia. Afirma-se que quase todo o corpo sente os efeitos da ingestão de muito açúcar, seja a curto ou longo prazo, de modo mais complexo do que um simples ganho de peso ou cansaço.

Sinais do corpo

A obesidade é um sinal relevante de excesso de açúcar, assim como o desequilíbrio da insulina, sensibilidade ao açúcar, ou hipoglicemia. Além disso, estes sinais podem significar diabetes num estágio tratável ou que evolui para diabetes tipo 2.

Outros sintomas podem ocorrer quando uma pessoa tem o hábito de comer muito doce, em paralelo a esses:

1. Obesidade

A Dra. Kristen F. Gradney, Diretora dos Serviços de Metabolismo e Nutrição do Centro Médico Reginal Nossa Senhora do Lago, afirma que a obesidade é um ciclo perigoso. “O excesso de açúcar equivale ao excesso de calorias, que equivale ao excesso de peso na forma de gordura. Alimentos com muito açúcar acumulam calorias e não contêm fibras ou proteínas. E se você só come açúcar, pode engordar, e ainda sentir fome. Por exemplo, pode-se ganhar 500 calorias por dia com o consumo de uma barra de chocolate e um refrigerante”.

2. Desequilíbrio da Insulina

Quando você comer muito doce, os níveis de açúcar no sangue vão se elevar, e pelo princípio de homeostase, o pâncreas vai liberar insulina, e com ela, os níveis de açúcar no sangue diminuirão bruscamente. Nesse momento, você se sente cansado. Esse é o papel da insulina, remover o excesso de açúcar no sangue e estabilizá-lo. Depois, o corpo pode sentir a necessidade de mais doce de novo, para recuperar a sensação de energia sentida anteriormente, pelos altos níveis de açúcar no sangue.

3. Sensibilidade ao Açúcar

Outros neurotransmissores presentes no cérebro, a serotonina, que atua nas funções do apetite, sono e memória, e a betaendorfina, também são influenciados pela grande quantidade de açúcar no corpo. O cansaço e a falta de concentração são indicadores de níveis baixos de serotonina. Depressão e anseio por mais doces são sinais de que os níveis de beta-endorfina diminuíram.

A sensibilidade ao açúcar relaciona-se à velocidade com que as taxas de açúcar no sangue diminuem, diferente da diabetes, que se manifesta quando estas aumentam.

4. Resfriados constantes

O sistema imunológico pode ficar debilitado quando se tem o hábito de comer muito doce, o que dificulta o combate a vírus e bactérias.

5. Depressão ou ansiedade

Após o forte desejo por açúcar terminar, o corpo fica física e emocionalmente cansado, quando se manifesta a depressão, letargia, tristeza, isolamento, ansiedade e preocupação.

6. Problemas na pele e pés

Pode ocorrer o aparecimento de acnes, rosácea, eczemas, oleosidade ou pele seca, pelo efeito inflamatório do açúcar na pele. Há efeitos também nos pés, como a fascite plantar, e olheiras, que podem surgir devido à exaustão adrenal.

7. Hipoglicemia

A liberação de insulina pode acontecer naturalmente se você comer muito doce, provocando sintomas como fadiga, fraqueza, dor de cabeça, tremores, tontura, nervosismo, suor e confusão mental, causados pela queda da glicose. 

Segundo o National Diabetes Information Clearinghouse, a hipoglicemia pode ocorrer quando se está em jejum, com causas desconhecidas, ou poucas horas após as refeições. 

Seja em diabéticos ou não-diabéticos, a hipoglicemia, ou níveis baixos de açúcar no sangue, não se trata de uma doença, mas o sintoma de algum problema. Pode se manifestar após a ingestão de doces e carboidratos, como bolos, pães e massas.

O consumo de carboidratos que contêm glúten pode causar cansaço em pessoas portadoras de doença celíaca, pois eles estimulam uma resposta inflamatória no intestino delgado, pelo alto grau de refino desses produtos. Os sinais clínicos são diversos: cansaço, suor, insônia, tontura, nervosismo, ataques de pânico, ou dores de cabeça.

8. Pré-diabetes

Diferente da diabetes, a pré-diabetes caracteriza um estágio onde os níveis de açúcar não são tão altos, mas acima do normal. A causa está na insulina insuficiente, ou incapacidade do organismo de processá-la.

A perda de peso e a eliminação de doces e carboidratos podem curar a pré-diabetes. Mas ela pode se transformar em diabetes tipo 2, caso seja negligenciada, ou não diagnosticada a tempo.

9. Diabetes

A sonolência após o comer muito doce pode ser consequência de diabetes, principalmente se você estiver tomando insulina, ou pelo excesso de consumo de álcool, tumores e deficiências endócrinas.

10. Pressão arterial alta

Em 2010, na Universidade do Colorado, em Denver, foi feita uma pesquisa relacionando a pressão arterial alta com o alto consumo de açúcar. Foi mostrado que, diferente do que se pensa, seria o açúcar o responsável pelo aumento da pressão.

11. Problemas no coração

Um estudo conduzido em ratos pela Case Reserve Western University demonstrou que uma alimentação rica em açúcar acelera a morte e problemas no coração, mais do que carboidratos e gorduras. O estudo não pode ser aplicado em seres humanos.

12. Síndrome Metabólica

A sonolência pode ser sintoma de síndrome metabólica, condição em que o corpo não reage de forma adequada à secreção de insulina. O que ocorre é uma instabilidade nos níveis de açúcar no sangue, que é o que provoca a sensação de cansaço.

Outros sintomas

Cada pessoa reage de uma forma diferente, e os sintomas variam nas suas manifestações e na frequência.

  1. Dificuldade de concentração devido à confusão mental, nervosismo ou irritabilidade, até mesmo dificuldade em realizar tarefas costumeiras.
  2. No caso de pessoas com o sistema digestivo frágil, podem ocorrem problemas estomacal, além do cansaço, e o desenvolvimento da síndrome do intestino irritável.
  3. O cansaço também pode vir acompanhado de tontura, que é o sintoma mais comum que se apresenta depois de comer muito doce.

Conclusão

A Mayo Clinic recomenda que a ingestão de açúcar deve ser controlada. Verificarmos a concentração de açúcar principalmente dos alimentos processados e nas bebidas, como refrigerantes por exemplo. E no momento que optar por retirar o açúcar da dieta, faça isso de forma gradual.

Você sente os sintomas listados acima depois de comer muito doce? Costuma evitar ter esse hábito para cuidar de sua saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votos, média: 4,56 de 5)
Loading...

Deixe um comentário