Tendinite nos tornozelos: o que é, sintomas, causas e tratamentos

Especialista da área:
atualizado em 25/07/2022

Tendinite nos tornozelos é uma inflamação que afeta os tendões que participam da ligação existente entre ossos e músculos presentes nos pés e nas pernas, envolvidos na locomoção.  

Como consequência do processo inflamatório que caracteriza a tendinite, uma pessoa com os tendões dos tornozelos inflamados pode sentir dor ao caminhar, ou exercer qualquer outro tipo de movimento com os pés, e apresentar rigidez e inchaço nas articulações.

  Continua Depois da Publicidade  

A tendinite nos tornozelos pode se desenvolver como uma resposta a movimentos repetitivos e à sobrecarga dessas articulações, comuns entre pessoas que praticam modalidades esportivas que empregam muitos saltos ou corridas.

Para reduzir ou parar a inflamação nos tornozelos, é preciso dar um tempo de descanso para as estruturas que os constituem. Gelo e anti-inflamatórios ajudam a acelerar o processo de recuperação, que demanda, muitas vezes, sessões de fisioterapia.  

Veja mais detalhes sobre o que é a tendinite nos tornozelos, os sintomas, as principais causas e tratamentos.

Tendinite nos tornozelos: o que é?

Tendinite no tornozelo
A tendinite nos tornozelos se dá quando ocorre um processo inflamatório nos tendões

O tendão é um cordão constituído de tecido fibroso, que se liga a músculos e ossos na articulação do tornozelo.  

Durante um movimento, ocorre contração e relaxamento dos músculos. A função dos tendões é puxar os ossos, para colocar a articulação dos pés e dos tornozelos em movimento, impulsionado pelo trabalho muscular. 

  Continua Depois da Publicidade  

A tendinite nos tornozelos ocorre quando um processo inflamatório se desenvolve nos tendões desta região dos pés. 

Os tendões ficam inflamados, quando sofrem pequenas lesões decorrentes do estresse gerado nessas estruturas. Isso ocorre quando os músculos não conseguem realizar a contração de maneira adequada, seja por um enfraquecimento ou por sobrecarga. 

O processo inflamatório da tendinite pode lesar os tecidos dos tornozelos e evoluir para uma tendinopatia, que é uma condição em que há degeneração (destruição) dos tendões. 

Sintomas da tendinite nos tornozelos

Os principais sintomas da tendinite são aqueles típicos de um processo inflamatório, porém concentrados nessa região do pé:

  • Dor na articulação
  • Inchaço dos tornozelos
  • Vermelhidão nos tornozelos
  • Aumento localizado da temperatura 
  • Dificuldade para movimentar o pé e caminhar

Nos estágios iniciais da tendinite nos tornozelos, a dor não é intensa. Ela pode se manifestar no início de uma caminhada ou de alguma outra atividade física e vai melhorando com o aquecimento das articulações. A dor também pode melhorar após um longo período de repouso, por exemplo, você pode dormir com a dor e acordar sem ela. 

Já nos estágios mais avançados, quando já se observa degeneração das estruturas, a dor pode ser constante, estando presente mesmo em períodos de repouso e piorando com a atividade física.  

  Continua Depois da Publicidade  

Normalmente, esses sintomas são suficientes para se identificar e diagnosticar uma tendinite nos tornozelos. Em alguns casos, pode ser que o médico ou médica faça uma radiografia ou ultrassonografia, para avaliar com detalhes a extensão da inflamação.

Causas da tendinite nos tornozelos

Fatores internos, ou seja, da própria constituição corporal, e externos podem causar tendinite nos tornozelos.

Sobrecarga e lesões 

Os tendões dos tornozelos não se desgastam de uma hora para outra, mas vão acumulando, ao longo do tempo, o estresse gerado sobre suas estruturas durante movimentos repetitivos e desgastantes

É o caso de alguns esportes ou atividades profissionais que exigem saltos e agachamentos e levam à concentração do peso corporal sobre os pés, gerando um impacto sobre os tendões. Veja alguns erros comuns na execução de agachamentos com saltos e como corrigi-los

A corrida também pode sobrecarregar os tendões dos tornozelos, já que em cada passada, os membros inferiores e os pés recebem impactos de pequenos saltos, que chegam a ser até 4 vezes maior que o peso corporal. 

Por isso, é fundamental iniciar na corrida com treinamentos progressivos, fortalecer os músculos dos membros inferiores e trabalhar na eliminação do excesso de peso corporal, caso esteja com sobrepeso ou obesidade

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, se a corrida for feita ao ar livre, é aconselhável buscar por ruas com terrenos planos, ou seja, pouco acidentadas ou desniveladas, para evitar torções e maiores impactos sobre os tornozelos. 

Pancadas e entorses levam ao estiramento brusco dos tendões, o que pode ativar um processo inflamatório, para reparar as pequenas lesões geradas no tecido fibroso.  

Anatomia dos pés

Pessoas que possuem a anatomia dos pés alteradas, como pés chatos (planos) ou cavos (arqueados), são mais suscetíveis a tendinites nos tornozelos, devido à sobrecarga gerada nos tendões, para manter o amortecimento e estabilidade do corpo durante os movimentos e locomoção. 

Calçados inadequados

O uso de calçados inadequados também pode ser uma causa de tendinite nos tornozelos à longo prazo. Passar horas dos dias caminhando, trabalhando ou praticando atividade física com calçados apertados, desconfortáveis ou não apropriados para a anatomia dos seus pés pode desgastar os tendões dos tornozelos. Veja como escolher um tênis para corrida

Pisada incorreta

Uma pisada incorreta também pode causar tendinite, pois ela promove o desalinhamento dos tornozelos, levando à compressão ou estiramento dos nervos que passam por ele.

Numa pisada pronada, as articulações dos pés se deslocam para dentro, levando ao estiramento dos tendões localizados na parte interna dos pés. Já numa pisada supinada, os pés se deslocam para fora, causando a compressão dos tendões localizados na parte externa dos pés. 

Esses desvios também prejudicam o tendão de Aquiles, localizado na região posterior do tornozelo. 

Tratamentos da tendinite nos tornozelos

Fisioterapia no tornozelo
A fisioterapia pode ser indicada para o tratamento da tendinite na região

O tratamento da tendinite nos tornozelos é simples e tem como objetivo reduzir a inflamação e promover a melhora da mobilidade com exercícios de alongamento e de fortalecimento dos músculos, para reduzir a sobrecarga nas articulações.   

Existe um acrônimo na língua inglesa, RICE, que ajuda a lembrar dos passos básicos para tratar uma inflamação:

  • Rest: refere-se ao descanso da articulação dos tornozelos, isso pode incluir a interrupção temporária da atividade que gerou a inflamação e até o uso de muletas ou bengalas, temporariamente. 
  • Ice: aplicação de compressas de gelo no tornozelo, para aliviar a inflamação e o inchaço. Podem ser feitas em sessões de 20 minutos, de 3 a 4 vezes ao dia.
  • Compression: o uso de uma bandagem ou tornozeleira para comprimir o tornozelo reduz o acúmulo de líquido no local, responsável pelo inchaço, e ajuda a estabilizar a articulação durante a recuperação do tendão. 
  • Elevation: quando estiver repousando na cama ou no sofá, deixe os pés em um nível mais elevado do que o seu tronco, pois isso promove um melhor retorno do líquido linfático e do sangue, reduzindo o inchaço. 

O tratamento da tendinite também pode incluir medicamentos anti-inflamatórios, como ibuprofeno e cetoprofeno, que reduz o processo inflamatório e alivia a dor. 

Em alguns casos, o médico ou médica pode prescrever sessões de fisioterapia, em que os profissionais irão trabalhar o alongamento e o fortalecimento dos músculos e tendões. Confira 10 exercícios para fortalecer o tornozelo

Nessas sessões, os erros de pisada também são corrigidos, a fim de reduzir o estresse por carga sobre os tendões. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de palmilhas sob medida, para corrigir o desvio dos pés.

É importante que você crie o hábito de se aquecer antes de realizar as suas atividades diárias, por mais simples que sejam, pois o aquecimento melhora a circulação sanguínea, o funcionamento dos músculos e das articulações, além de lubrificar as cartilagens. 

Com todas essas estruturas funcionando bem, os tendões não sofrem com sobrecargas e lesões por estresse e fadiga. 

Fontes e referências adicionais

Você já teve tendinite nos tornozelos? Qual foi a causa que promoveu a inflamação dos seus tornozelos? Como foi ou está sendo o seu tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário