Alho é bom para espinhas?

Especialista:
atualizado em 09/03/2021

A acne é um problema que atinge praticamente todas as pessoas, e sempre buscamos algum tratamento natural, como o alho, que muitos dizem que é bom para espinhas.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, apesar de ser um problema tão comum, boa parte dos tratamentos para as espinhas não funciona adequadamente, ou causam efeitos colaterais bastante desagradáveis.

Por isso, o uso de substâncias naturais vem ganhando cada vez mais força, mesmo que boa parte delas não tenha comprovação científica.

Então, a seguir vamos descobrir se o alho é bom para espinhas, além de entender quais os seus benefícios para a pele.

Acne é o mesmo que espinhas?

mulher com espinhas

Pode-se dizer que sim, acne e espinhas são nomes diferentes para o mesmo problema de pele.

Mas acne é o nome científico da condição, enquanto espinha é a forma popular de chamar cada uma das lesões.

Então, podemos dizer que a acne é o nome do problema como um todo, ou seja, do “conjunto de espinhas”.

O que são as espinhas?

Antes de nos aprofundarmos nos efeitos do alho na pele e nas espinhas, primeiro precisamos conhecer melhor esta condição que incomoda tanto os adolescentes quanto os adultos.

A acne é uma condição inflamatória de pele, que acontece quando os folículos capilares são obstruídos por óleo e células mortas.  Forma-se então uma lesão, a espinha, que pode variar de tamanho e aparência, desde as pequenas e que não causam dor, até grandes caroços vermelhos e sensíveis.

E, apesar de ser mais comum em adolescentes e jovens, a acne também pode aparecer em adultos, muitas vezes causada por fatores como:

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, outras condições podem estar associadas ao aparecimento e à piora do problema, como a má higienização da pele, não retirar a maquiagem e uso de produtos muito gordurosos na pele.

E então, o alho é bom para espinhas?

alho sendo segurado por uma mulher na fazenda

Ainda que não existam provas científicas de que o alho é bom para espinhas, muitas pessoas acreditam que o ingrediente ajuda a tratar o problema, e os argumentos são diversos.

O principal argumento a favor desse efeito leva em consideração a presença da alicina, substância presente no alho cru e esmagado, considerada responsável por  propriedades como:

  • Ação contra bactérias, fungos e vírus;
  • Ação anti-inflamatória;
  • Melhora da circulação.

Outro argumento é que nutrientes encontrados no alho, como selênio, cobre, vitamina B6 e vitamina C, ajudam a manter a saúde da pele, e assim tratam a acne.

Mas, embora essas propriedades sejam reais, não há evidências científicas de que o alho realmente ajude no tratamento das espinhas.

Por isso, caso queira fazer algum tratamento para acne, o ideal é procurar um dermatologista, que irá diagnosticar adequadamente o problema e tratar da melhor forma o seu caso.

Tratamentos para espinhas

Os tratamentos para espinhas são muitos, e incluem cremes e produtos de limpeza de pele que podem ser comprados livremente, bem como medicamentos vendidos apenas com a apresentação de receita médica.

Mas existem algumas dicas que podem ajudar a amenizar o problema, e inclusive contribuir para um melhor efeito dos tratamentos.

  Continua Depois da Publicidade  

São elas:

  • Lave o rosto com frequência, e de preferência com sabonete neutro;
  • Prefira maquiagens a base de água;
  • Evite o uso de produtos oleosos no rosto;
  • Cuide da alimentação e, se possível, procure um nutricionista.

Alimentos que podem piorar as espinhas

Alguns alimentos podem piorar a acne, tornando as espinhas mais frequentes, maiores e mais dolorosas.

Alguns deles são:

  • Alimentos gordurosos, como amendoins, castanhas, cortes de carne com mais gorduras;
  • Derivados de leite, como os queijos, principalmente aqueles com maior percentual de gorduras;
  • Doces, em especial os industrializados.

Mas isso não quer dizer que esses alimentos estão proibidos para quem tem espinhas, mas sim que devem ser consumidos com moderação.

Como usar o alho

Mesmo sem comprovação científica de que o alho seja bom para espinhas, ele ainda pode trazer vários benefícios para a saúde, e seu consumo é recomendado por vários especialistas.

Então, veremos agora algumas formas de incluir o alho no seu dia a dia:

Riscos de aplicar o alho direto na pele

A aplicação tópica de alho na pele pode provocar problemas como reações alérgicas, irritação, erupção cutânea, dermatite, urticária e bolhas.

Então, caso experimente algum desses efeitos colaterais, ou qualquer outra reação ao usar o alho para lidar com as espinhas, procure atendimento médico, mesmo que o sintoma em questão não pareça ser muito grave. Isso é fundamental para descobrir qual é a real gravidade do problema e receber o tratamento necessário.

Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido falar que alho é bom para espinhas? Tem curiosidade de experimentar seu uso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário