Benefícios da pimenta malagueta – Como plantar e usar

Especialista:
atualizado em 20/02/2021

Apesar de bastante consumida no Brasil, os benefícios da pimenta malagueta não são muito conhecidos. Mas saiba que essa pimenta pode ajudar no emagrecimento, além de prevenir uma grande variedade de doenças.

  Continua Depois da Publicidade  

Ela é antiga conhecida de muitas pessoas, principalmente por seu sabor picante e característico que a faz ser usada nas mais diversas receitas.

Então, vamos descobrir quais os benefícios da pimenta malagueta para a saúde e a boa forma, além de aprender a plantar, curtir e preparar um molho da pimenta.

Benefícios da pimenta malagueta 

Pote de pimenta malagueta

O consumo da pimenta, seja da malagueta ou de outras espécies, pode trazer diversos benefícios para o nosso organismo.

O principal componente da pimenta responsável por esses benefícios é a capsaicina, uma substância que vem sendo bastante estudada por pesquisadores de todo o mundo.

Além disso, a pimenta é rica em antioxidantes, como veremos a seguir.

1. Ação antiviral

A pimenta, ou mais especificamente, o seu extrato, possui uma ação antiviral importante.

Por isso, estudos estão sendo desenvolvidos para entender melhor esse efeito, e assim desenvolver novos tratamentos para diversos tipos de infecções virais.

2. Ação antioxidante

A pimenta malagueta também é um alimento rico em carotenoides, que possuem uma ação antioxidante potente, e podem ajudar a combater os danos causados pelos radicais livres, como:

  • Problemas relacionados ao sistema imunológico, como inflamações e doenças autoimunes, uma vez que os carotenoides ajudam a regular o funcionamento da imunidade;
  • Alguns tipos de câncer, por sua ação protetora contra os danos ao DNA das células, causados pelo estresse oxidativo;
  • Envelhecimento precoce da pele, pois aumenta a produção de colágeno e protege a pele contra os efeitos dos radicais livres e da radiação solar.

3. Ajuda a prevenir problemas oculares

Outro benefício da pimenta malagueta é a proteção contra problemas oculares, uma vez que ela é rica em luteína, um carotenoide com ação antioxidante, que está associado à melhoria da saúde dos olhos.

  Continua Depois da Publicidade  

No entanto, a quantidade de luteína é maior na pimenta malagueta madura, de cor vermelha.

4. Efeito analgésico

A capsaicina, o principal composto ativo presente na pimenta malagueta, é capaz de se ligar e bloquear os receptores da dor.

Essa ligação leva a um efeito analgésico, como foi demonstrado por pesquisadores brasileiros, em um estudo publicado no periódico Molecules.

Mas, de acordo com os autores, mais pesquisas ainda são necessárias para definir as doses ideais, assim como a melhor forma de aplicação da substância.

5. Pimenta malagueta emagrece

Outro benefício da capsaicina é o auxílio na perda de peso, que se deve a uma série de efeitos, como:

  • Redução do apetite e, consequentemente, uma menor ingestão de calorias;
  • Aumento do metabolismo, que leva a um maior gasto calórico;
  • Aumento da queima de gordura, uma vez que ela induz o organismo a utilizar a gordura como fonte de energia.

6. Melhora dos níveis de colesterol e triglicérides

De acordo com um artigo publicado no periódico Nutrients, a capsaicina pode ajudar a melhorar os níveis sanguíneos de colesterol e triglicérides, principalmente quando associada às mudanças de estilo de vida como a adoção de uma dieta equilibrada e a realização de exercícios físicos.

Além disso, esse efeito é de extrema importância para pessoas com risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, assim como para aqueles que já foram diagnosticados com o problema.

7. Maior expectativa de vida

Esse não é um efeito direto da pimenta, mas sim o resultado da combinação de seus outros benefícios para a saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

Isso acontece porque o consumo de pimenta pode agir em diversas doenças e fatores de risco, como:

  • Níveis de colesterol;
  • Gordura abdominal;
  • Inflamação sistêmica;
  • Obesidade.

Assim, podemos dizer que a pimenta ajuda a reduzir a ocorrência de problemas de saúde relacionados à idade, o que pode, em alguns casos, aumentar a expectativa e a qualidade de vida.

Pimenta malagueta desidratada
Pimenta malagueta desidratada

Como plantar pimenta malagueta 

Para quem gosta de alimentos orgânicos, a pimenta é uma ótima opção, uma vez que ela é fácil de ser cultivada em casa.

Preparação do solo:

  • Para o plantio, o ideal é que seja feito durante épocas quentes, já que ela gosta muito do calor;
  • O solo escolhido para seu plantio deve ser poroso, fofo e adubado com material orgânico, que pode ser esterco de galinha ou bovino;
  • Em caso de canteiros, a regra é distribuir 2 kg de esterco bovino e 500 g de esterco de galinhas para cada m². No caso dos plantios em vasos, recomenda-se misturar a terra com os estercos de maneira proporcional à área.

Cultivo das mudas:

  • Para o cultivo das mudas, primeiro é necessário adquirir sementes e providenciar sementeiras apropriadas, que podem ser feitas com bandejas de isopor, vasos pequenos ou copinhos descartáveis;
  • Após isso, preencher a sementeira com solo preparado conforme a instrução anterior;
  • Então, adicione três sementes em cada recipiente em uma profundidade entre 0,5 cm e 1 cm;
  • Depois, cubra as sementes com uma camada de substrato e regue o solo, mas sem exageros;
  • Fazer regas de uma a duas vezes ao dia – de manhã e no período da tarde -, tomando cuidado para evitar o excesso de água;
  • Quando as plantas atingirem entre 10 e 15 cm de altura, transfira as mudas para um canteiro próprio, com espaços de 0,8 cm entre as plantas e, caso decida plantar em grande quantidade, de 1,2 m entre as fileiras.

A colheita da pimenta malagueta ocorre após cerca de 90 dias, e você perceberá o momento ideal de colher as suas pimentas, devido ao tamanho delas.

Mas lembre-se: É aconselhável usar luvas durante a colheita, e evitar tocar os olhos, para prevenir irritações e queimaduras.

Como curtir pimenta malagueta

pimenta malagueta curtida
Como curtir a pimenta malagueta

Ingredientes:

  • 3 xícaras de pimenta malagueta;
  • ¾ de xícara de vinagre de vinho branco;
  • ½ xícara de açúcar;
  • 2 dentes de alho picadinhos;
  • ½ cebola pequena picada;
  • 2 colheres de chá de sementes de mostarda amarela;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

  • Coloque todos os ingredientes em uma panela grande e leve ao fogo médio;
  • Então, mexa até o açúcar dissolver e levantar fervura (leve);
  • Depois, reduza o fogo e cozinhe em fogo brando durante 25 a 30 minutos, ou até o líquido ser absorvido pela mistura;
  • Por fim, transfira para uma jarra ou recipiente de vidro e espere esfriar.

Receita de molho de pimenta malagueta

molho de pimenta malagueta
Molho de pimenta malagueta

Ingredientes:

  • 5 dentes de alho;
  • 1 cebola média;
  • 10 unidades de pimenta malagueta médias sem sementes;
  • ½ xícara de chá de azeite de oliva espanhol;
  • 4 folhas de louro;
  • ½ xícara de chá de extrato de tomate;
  • 1 xícara de chá de vinagre.
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

  • Descasque os dentes de alho e a cebola;
  • Depois, lave e pique a cebola, e bata no liquidificador junto com os dentes de alho, o azeite de oliva, as pimentas, as folhas de louro e o sal;
  • Após bater por cerca de três minutos, e acrescente o extrato de tomate, o vinagre e bata por mais um minuto;
  • Então, coloque a mistura dentro de uma panela, leve ao fogo baixo e cozinhe durante três minutos ou até aquecer, mexendo esporadicamente;
  • Por fim, retire do fogo e sirva-se.

Dicas e cuidados

A pimenta pode causar irritação gástrica, principalmente quando consumida em excesso. Os sintomas incluem:

  • Diarreia;
  • Náusea;
  • Dores abdominais.

Além disso, quando em contato com mucosas, a pimenta causa irritação e dor intensa.

Por isso, é fundamental consultar o médico antes de iniciar o uso de pimenta malagueta para algum fim medicinal.

Fontes e referências adicionais

Você já conhecia estes benefícios da pimenta malagueta para a boa forma e saúde? Vai incluí-la mais em seu dia a dia agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 3,57 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário