Especialista da Área:

Como Fazer Farinha de Banana Verde – 2 Formas e Dicas Especiais

Aprenda como fazer farinha de banana verde de duas formas diferentes e veja dicas para obter os melhores resultados com a receita.

Nós já estamos habituados a consumir a banana amarela e madura, seja in natura, seja em combinação com aveia, iogurte ou granola, seja em receitas de vitamina de banana, bolos ou tortas. Mas você sabia que a banana verde também tem a sua utilidade?

  Continua Depois da Publicidade  

Além da conhecida biomassa de banana verde e seus benefícios, ela pode ser utilizada na produção de uma farinha e, abaixo, você vai aprender algumas formas de como fazer farinha de banana verde em casa e os benefícios associados a ela.

Benefícios associados à farinha de banana verde

Uma pesquisa conduzida na Universidade de Santa Catarina e na Universidade do Pará apontou que as farinhas de banana verde servem como boas fontes de fibras e de amido resistente, principalmente quando a casca da fruta é mantida na preparação.

Para chegar a essa conclusão, os cientistas cortaram e trituraram a banana para obter uma pasta, que foi alimentada no secador leito de jorro, dando assim origem à farinha da fruta.

Que as fibras são importantes para a digestão e a sensação de saciedade do corpo, você provavelmente já sabe. Mas o que conhece a respeito do amido resistente?

Pois bem, segundo o pesquisador da área de nutrição Kris Gunnars, como o próprio nome já indica a substância é um amido que é resistente à digestão. Em outras palavras, uma pequena parte dele passa inalterada pelo sistema digestivo.

O pesquisador também relatou que o amido resistente alimenta as bactérias do bem encontrados no organismo humano e alimentam indiretamente as células do cólon (maior parte do intestino grosso).

Gunnars afirmou ainda que o amido resistente pode melhorar a sensibilidade à insulina. “Acredita-se que a baixa sensibilidade à insulina seja um grande fator de risco para diversas doenças séries, incluindo síndrome metabólica, diabetes do tipo 2, obesidade, doença cardíaca e Alzheimer”, acrescentou.

Além disso, o amido resistente já foi apontado como eficiente para a diminuição dos níveis de açúcar de sangue após uma refeição e que o seu efeito pode se estender para uma segunda refeição: por exemplo, se ele for consumido no café da manhã, também pode reduzir o pico de glicose sanguínea no almoço, escreveu o pesquisador.

Outro possível benefício do amido resistente refere-se ao auxílio à perda de peso. Uma das justificativas é que o amido resistente é menos calórico que o amido comum – enquanto o primeiro contém duas calorias por grama, o segundo contém quatro, descreveu o pesquisador, que disse ainda que quanto maior for o teor de amido resistente em um alimento, menos calorias ele terá.

“Diversos estudos mostram que os suplementos de fibra solúvel podem contribuir com a perda de peso aumentando as sensações de saciedade e reduzindo o apetite. O amido resistente parece ter o mesmo efeito. Adicionar amido resistente às refeições aumenta a sensação de saciedade e faz as pessoas consumirem menos calorias. Poucos estudos em animais mostram que o amido resistente pode causar a perda de peso, mas esse efeito não foi estudado apropriadamente em humanos”, adicionou Gunnars.

  Continua Depois da Publicidade  

Como fazer farinha de banana verde – 2 maneiras

Método 1

Ingredientes:

  • 6 unidades de banana verde.

Modo de preparo:

Cortar as bananas em rodelas de espessura média. Então, distribuí-las lado a lado em uma assadeira; Levar ao forno em temperatura baixa, o que serve para evitar que as rodelas sejam queimadas. Elas devem ficar no forno até que estejam bem secas, quase que esfarinhando nas mãos.

Feito isso, desligar o forno, retirar a assadeira e deixar esfriar na temperatura ambiente; Uma vez que as rodelas estiverem completamente frias, levá-las ao liquidificador e bater até adquirir uma farinha.

Na sequência, peneirar até obter a espessura da sua preferência. Armazenar a farinha de banana verde dentro de um recipiente muito seco e higienizado e tampar. A estimativa é que a farinha dure até 20 dias.

Método 2

Ingredientes:

  • Bananas verdes da variedade prata.

Modo de preparo:

Encher uma panela com água e levar para ferver. Quando a água estiver fervente, adicionar as bananas ainda com a casca e escaldá-las por dois minutos; O próximo passa é retirar as bananas da água fervente, descascá-las, descartas as suas pontas e cortar as frutas em tiras.

Distribuir essas tiras em uma assadeira antiaderente e levar ao forno. Não se deve usar uma temperatura muito elevada. O objetivo é deixar os pedaços de banana verde no forno até que eles fiquem esturricados, endurecidos, quebradiços e esfarinhando na mão, entretanto, eles não devem ganhar uma aparência de queimado.

Depois que retirar do forno, aguardar as tiras de banana verde esfriarem e levar tudo no liquidificador para bater até adquirir uma farinha. Passar a farinha por uma peneira fina e armazená-la em um local seco e arejado. A estimativa é que ela dure até uma semana.

Como usar a farinha de banana verde

Agora que já aprendemos como fazer farinha de banana verde e conhecemos os benefícios atribuídos a ela, chegou a hora de sabermos como ela deve ser usada para que as suas vantagens sejam bem aproveitadas.

Não se deve exagerar nas porções consumidas da farinha porque ela é uma fonte de carboidratos e, portanto, o seu excesso pode resultar no aumento de peso. Outro motivo para não exceder na quantidade é que o excesso de fibras e de amido resistente pode provocar a prisão de ventre.

  Continua Depois da Publicidade  

Recomenda-se não ingerir mais do que duas colheres de sopa ou 30 gramas da farinha de banana verde diariamente. A orientação é que ela seja consumida na companhia de outros alimentos como vitaminas, sucos, sopas, frutas e até no feijão ou que seja misturada em massas de bolos, tortas, muffins, panquecas e biscoitos, por exemplo. Outro modo de usar é misturar a farinha com água e tomar em jejum.

O consumo da farinha de banana verde precisa vir acompanhado de uma ingestão de água maior do que a de costume para evitar o ressecamento das fezes.

Ficou animado para começar a usar essa farinha? Então não perca tempo e aprenda algumas receitas de bolo com farinha de banana verde light.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sabia como fazer farinha de banana verde? Pretende experimentar a sua própria em casa? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário