Alimentos que ajudam a prevenir e a tratar a dor de cabeça

Especialista da área:
atualizado em 24/02/2022

Quando estamos com dor de cabeça, é natural pensarmos em tomar algum analgésico, para ver se a dor vai embora. A solução do problema pode estar em alguns alimentos que ajudam a prevenir e a tratar as dores de cabeça, eliminando, muitas vezes, a necessidade de recorrer aos medicamentos.

Um dos principais causadores da cefaléia é a desidratação, então comece incluindo água pura e alimentos ricos em líquidos em sua rotina. 

  Continua Depois da Publicidade  

Porém, também existem alimentos que podem desencadear crises de dores de cabeça, como os industrializados, versões light, estimulantes (energéticos), bebidas alcoólicas e condimentados. A sensibilidade a esses alimentos varia de pessoa para pessoa, o segredo é consumi-los com moderação e, sempre que possível, optar pelas opções naturais ou menos processadas.  

Veja alguns exemplos de alimentos que você pode incluir em sua dieta, pois irão te ajudar a prevenir e a tratar a dor de cabeça. 

Peixes gordos 

Salmão
O salmão é um exemplo de peixe gordo que ajuda a diminuir a dor de cabeça

Mesmo esse nome soando estranho, não se assuste, os peixes gordos são aqueles ricos em ômega 3 e gorduras saudáveis. Salmão, atum e sardinha são excelentes opções para serem incluídas em seu cardápio.  

O ômega 3 ajuda na prevenção de doenças cardíacas e cerebrais, e também diminui a viscosidade do sangue. Isso melhora a circulação sanguínea na cabeça, contribuindo para a diminuição da dor.

Existem outros alimentos que também são ricos em ômega 3, como sementes de linhaça, sementes de chia e ostras. Veja quais são os 8 melhores alimentos com ômega 3

  Continua Depois da Publicidade  

Alimentos ricos em magnésio 

O magnésio é um mineral muito importante para o corpo humano e está relacionado a contração muscular, o que, algumas vezes, pode ser a causa de algumas dores de cabeça. Um dos tipos de dor de cabeça é o tensional, em que os músculos ficam contraídos por muito tempo, devido ao estresse, por exemplo. 

Esse mineral é necessário para o bom funcionamento do nosso cérebro, pois facilita a atuação de neurotransmissores, como a serotonina, que nos dá a sensação de bem-estar e relaxamento. 

Existem diversos alimentos ricos em magnésio, como:

  • Feijão 
  • Nozes 
  • Abacate
  • Amendoim 
  • Banana
  • Espinafre 
  • Castanhas
  • Aveia
  • Sementes de abóbora
  • Chocolate amargo

Alimentos ricos em vitamina C 

Nosso organismo não é capaz de produzir a vitamina C, por isso é necessário recorrer aos alimentos, como vegetais de folhas verdes, frutas cítricas e frutas vermelhas.

Por serem alimentos com alto teor de água em sua composição, também se encaixam na categoria de diuréticos, que ajudam a regular a pressão alta, uma das causas mais comuns de dor de cabeça. 

A vitamina C ajuda no fortalecimento e relaxamento das paredes dos vasos sanguíneos, o que promove uma melhor circulação de sangue no cérebro. Além disso, a vitamina C exerce uma atividade antioxidante e anti-inflamatória, que são essenciais na prevenção e, também, no tratamento da dor de cabeça

  Continua Depois da Publicidade  

Você deve saber que a laranja e o limão são ricos em vitamina C mas, além deles, também entram na lista:

  • Morango 
  • Tangerina 
  • Acerola
  • Goiaba
  • Mamão
  • Abacaxi
  • Melão 
  • Kiwi    

Além das frutas, alguns vegetais também possuem vitamina C: 

  • Brócolis
  • Couve
  • Pimentão
  • Espinafre
  • Cenoura
  • Acelga  
  • Batata

Alimentos que ajudam no sono

Existem alguns alimentos que ajudam a reduzir os níveis de ansiedade e estresse e, por isso, promovem uma melhor noite de sono. Noites de sono mal dormidas são uma das causas comuns de dor de cabeça. 

O maracujá, a cereja e a canela são exemplos de alimentos que nos ajudam a relaxar e a dormir melhor. 

Veja outros alimentos que promovem uma boa noite de sono:

  • Aveia: é um alimento que possui melatonina, um hormônio liberado no início da noite, quando a iluminação natural vai diminuindo. Ao consumi-la, você pode pegar no sono mais rapidamente.  
  • Leite: é um alimento rico em triptofano, responsável pela produção da melatonina e serotonina, hormônios que regulam o ciclo do sono e proporcionam sensação de relaxamento. Assim, beber um copo de leite, 30 minutos antes de dormir, pode ajudar a ter um descanso melhor. 
  • Cereja: também é uma rica fonte de melatonina, pode ser consumida como uma sobremesa após o jantar, ou como suco. 
  • Couve: por ser uma fonte de magnésio, a couve trabalha diretamente no relaxamento muscular, aliviando, assim, as tensões que podem atrapalhar o sono e provocar dores de cabeça. 

Chás

Chá
Existem diversos chás que podem ajudar a melhorar dor de cabeça

Os chás nos trazem a sensação de relaxamento, pois são calmantes naturais. Eles diminuem os níveis de estresse e ansiedade, que são poderosos gatilhos para as dores de cabeça. Antes de recorrer ao analgésico, experimente tomar um chá, de preferência sem a adição de açúcar.  

  Continua Depois da Publicidade  

Chás como o de hortelã, de camomila e de gengibre são excelentes anti-inflamatórios naturais, que podem aliviar a dor de cabeça.  

Veja abaixo como prepará-los: 

Chá de hortelã

Ingredientes:

  • 5 a 10 folhas frescas de hortelã
  • 2 xícaras de água
  • Açúcar ou mel (opcional)
  • Rodelas de limão (opcional) 
  • Gelo (opcional)

Modo de preparo:

Ferva a água e, então, coloque as folhas de hortelã. Abafe o recipiente e deixe em infusão por 5 minutos. Coe a água com as folhas e sirva. Se preferir adoçar, você pode usar açúcar ou mel e, para deixar um sabor ainda mais refrescante, adicione uma rodela de limão. Esse chá pode ser servido gelado, basta adicionar alguns cubos de gelo. 

Chá de camomila

Ingredientes:

  • Flores de camomila frescas ou desidratadas
  • 1 xícara de água fervente 
  • Açúcar ou mel (opcional)

Modo de preparo:

Aqueça a água e, quando levantar fervura, desligue o fogo. Coloque as flores de camomila frescas ou desidratadas e deixe a caneca tampada, por 5 a 10 minutos. Coe o chá e sirva. Se desejar, adoce com açúcar ou mel. 

Chá de gengibre

Ingredientes:

  • 4 cm de raiz fresca, ralada ou cortada em pedaços pequenos
  • 1 litro de água fervente 
  • Açúcar ou mel a gosto 

Modo de preparo:

Aqueça a água, juntamente com o gengibre, em fogo médio. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos. Desligue o fogo, tampe a panela e deixe em infusão por mais 2 minutos. Adoce a gosto com açúcar e mel, coe e sirva. 

Cafeína

xícara de café
É preciso tomar cuidado com a quantidade, mas a cafeína pode ajudar

A cafeína é usada na composição de alguns analgésicos que aliviam a dor de cabeça, porém, para algumas pessoas, ela pode ser um gatilho para a dor de cabeça, seja pela abstinência ou pelo consumo excessivo. 

Pelo fato da cafeína ser uma substância vasoconstritora, ela é capaz de contrair os vasos sanguíneos, ajudando a eliminar as dores de cabeça causadas pela dilatação dos vasos, uma condição conhecida como vasodilatação.

Então, o café é herói ou vilão? Isso depende de alguns fatores, como a quantidade de cafeína ingerida no decorrer do dia. O café em excesso pode provocar dores de cabeça, mas a falta dele em quem já tem o hábito de ingeri-lo também pode provocar dores e desconfortos.

Segundo estudos, há benefícios em ingerir 400 mg de cafeína por dia, o que equivale a 4 xícaras de café filtrado (225 mL). Veja os benefícios de tomar 4 xícaras de café por dia.  

Grãos integrais

Alimentos integrais como arroz, pão, macarrão, chia, quinoa, aveia, linhaça, gérmen de trigo e gergelim possuem uma quantidade notável de fibras, que previnem os picos de insulina no sangue. 

As variações muito bruscas de glicose no sangue são um fator desencadeante de crises de dores de cabeça. Além disso, as fibras auxiliam no bom funcionamento do intestino, diminuindo a inflamação corporal e, por isso, as chances de você sofrer com dor de cabeça.

Alguns desses alimentos são ricos em mais de um nutriente, podendo trazer benefícios para a saúde em geral, e não somente para as dores de cabeça. Ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos são essenciais para uma melhor qualidade de vida.

Fontes e referências adicionais

Quais desses alimentos já fazem parte do seu cardápio no dia a dia? Quais você pensa em inserir na sua dieta? Teve algum alimento que te surpreendeu pelos benefícios? Comente abaixo! 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário