Benefícios do Gengibre – Para que serve e como usar

Especialista da área:
atualizado em 22/12/2020

Os benefícios do gengibre são muitos, e vão desde a melhora de problemas digestivos até a sua ação antibacteriana.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, essa raiz, tão famosa por seu sabor característico, tem efeito antioxidante e anti-inflamatório.

Então, vamos conhecer mais sobre este condimento, seus usos medicinais, além de aprender como incluí-lo na dieta.

A história do gengibre

Chá de gengibre com laranja e mel
Chá de gengibre com laranja e mel

Oriundo do sul da Ásia, o gengibre chegou à Europa através do lucrativo comércio de especiarias.

Os exploradores espanhóis levaram a erva para as Índias Ocidentais (México e América do Sul), como uma forma de torná-la mais acessível, tendo em vista que esta era uma especiaria muito cara e de grande demanda entre o povo europeu.

Até os dias atuais, o gengibre é bastante usado na culinária, e famoso por suas propriedades medicinais.

Como utilizar o gengibre

O gengibre pode ser consumido na forma de chás, sucos, em pedaços frescos ou em pó. Os rizomas – termo usado para designar caules subterrâneos como o gengibre – quando jovens têm um sabor suave e podem ser utilizados em conservas.

Já o suco dos rizomas maduros é um ingrediente frequentemente utilizado na culinária indiana, e comum nas cozinhas chinesa, japonesa, vietnamita e outras do sul asiático, sendo usado para aromatizar pratos vegetarianos, frutos do mar e carnes.

O pó de gengibre é um condimento para receitas de pães, biscoitos, bolos e cervejas e o gengibre desidratado tem sabor bem mais forte e picante que o gengibre in natura, e pode ser consumido como se fosse uma bala.

Quais as propriedades do gengibre?

gengibre fatiado
Raiz de gengibre

O gengibre é um tempero aromático, de sabor pungente e picante. E, dentre todas as substâncias ativas presentes no gengibre, o gingerol merece maior destaque. Ele é o principal responsável pelo sabor característico do gengibre e por várias das suas propriedades medicinais.

  Continua Depois da Publicidade  

E já existem estudos, como este que foi publicado no periódico Advances in experimental medicine and biology em 2016, que mostram que esse composto possui atividade antioxidante, e pode trazer diversos benefícios para a saúde.

Quais os benefícios do gengibre?

Entenderemos agora, com mais detalhes, quais os benefícios do gengibre para a saúde e boa forma.

1. É um excelente remédio para alergias, gripes e resfriados

O gengibre sempre foi muito usado para o tratamento de gripes e resfriados, e seu chá alivia o desconforto na garganta e no nariz.

Além disso o gengibre também é usado no tratamento de alergias relacionadas ao trato respiratório, uma vez que ele tem propriedades anti-histamínicas, efeito demonstrado em um estudo publicado em 2016 no periódico The Journal of nutritional biochemistry.

2. É um grande aliado para quem emagrecer

O gengibre contribui bastante para o emagrecimento, através de uma série de efeito, como veremos a seguir:

  • Ajuda a manter o trânsito intestinal, evitando quadros de constipação;
  • É um alimento termogênico e ajuda a acelerar o metabolismo;
  • É considerado também um inibidor natural do apetite já que proporciona uma sensação de saciedade, e, consequentemente, reduz a ingestão calórica;
  • Ajuda a suprimir a produção de cortisol no organismo, que é um hormônio que estimula o acúmulo de gordura na região abdominal.

Para auxiliar no processo de emagrecimento é aconselhável ingerir pedaços de gengibre fresco (junto com saladas, por exemplo) e não consumi-lo apenas como chá, pois nessa forma seus ingredientes ativos podem ficar muito diluídos.

Mas é importante lembrar que ele não é um alimento milagroso, e que seu uso deve estar associado a uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios.

3. Tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias

O gengibre é rico em antioxidantes, como o gingerol. Essas substâncias ajudam a combater os efeitos do acúmulo dos radicais livres, e assim a prevenir e tratar problemas de saúde como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Doenças inflamatórias e autoimunes: esse efeito se deve a regulação do sistema imunológico, evitando reações exageradas. Além disso, por ter uma ação anti-inflamatória, o gengibre pode funcionar como um analgésico natural;
  • Certos tipos de câncer: outro efeito dos antioxidantes é a proteção contra mutações no DNA, provocadas muitas vezes pelos radicais livres.

Uma pesquisa publicada em 2001 no periódico Arthritis and Rheumatism, mostrou que em um estudo controlado com 247 pessoas com osteoartrite no joelho, aquelas que tomaram extrato de gengibre apresentaram menos sinais de dor, o que indica que a inflamação foi reduzida.

Além disso, existem pesquisas que dão suporte à utilização do gengibre para reduzir os níveis da dor e melhorar a mobilidade em portadores de artrite reumatoide.

4. O gengibre alivia a dor muscular

Uma pesquisa publicada em 2010 no The Journal of Pain mostrou que o consumo diário de gengibre alivia as dores musculares após a prática de exercícios físicos.

5. Ele pode ajudar a melhorar náuseas e vômitos

O gengibre tem se mostrado uma boa alternativa para o tratamento de náuseas e vômitos, incluindo os que são comuns durante a gravidez, como foi demonstrado neste estudo no periódico European review for medical and pharmacological sciences em 2015.

Nesse sentido, um outro estudo de revisão bem recente, publicado em 2018 na revista Food Science & Nutrition, fez uma constatação semelhante.

Nele, uma dose diária de 1.500 mg de extrato de gengibre consumida de forma fracionada ao longo do dia mostrou ajudar a aliviar os sintomas de náuseas e de outros problemas gastrointestinais, como os gases, má digestão e constipação.

6. Ele ajuda no tratamento do diabetes e da síndrome metabólica

Um estudo realizado na China em 2018 e publicado no periódico Evidence-based complementary and alternative medicine descobriu que o uso regular do gengibre ajuda a melhorar o controle glicêmico e a resistência à insulina, além de ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue.

Assim, o gengibre pode vir a se tornar um aliado no tratamento do diabetes e da síndrome metabólica.

7. O gengibre também tem ação antimicrobiana

Por fim, o gengibre também apresenta atividade contra vírus e bactérias, que ainda estão sendo estudadas com mais detalhes.

  • Atividade antiviral: Um estudo publicado na revista Journal of ethnopharmacology mostrou que o gengibre fresco é eficaz contra o vírus sincicial respiratório, um causador comum de infecções respiratórias, principalmente em crianças.
  • Atividade antibacteriana: O óleo essencial do gengibre tem ação contra algumas bactérias, embora mais estudos sejam necessários para avaliar melhor esse efeito.

Receitas

Biscoitos de gengibre, tradição natalina

Veja a seguir algumas receitas que vão trazer os benefícios do gengibre para o seu dia a dia de uma forma deliciosa:

Cuidados

Apesar de todos os benefícios do gengibre já citados, seu consumo deve ser feito com cuidado, e sem exageros.

  • Pessoas que fazem o uso de medicamentos para controlar diabetes ou hipertensão arterial devem conversar com seu médico antes de incluírem o gengibre na dieta, já que isso pode provocar um quadro de hipoglicemia ou uma queda significativa da pressão arterial;
  • Pacientes com distúrbios hemorrágicos devem evitar o consumo de gengibre devido ao alto risco de hemorragia por reduzir a taxa de coagulação sanguínea;
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando devem consultar um médico antes de usarem o gengibre

E quanto aos efeitos colaterais do gengibre, eles são raros e ocorrem principalmente quando se consome a raiz em doses muito altas. Nesses casos a pessoa pode apresentar azia, diarreia e irritação na mucosa oral e gástrica.

Assista aos vídeos abaixo que tratam das propriedades do gengibre para a saúde e a boa forma.

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais
  1. Borrelli, Francesca, et al. “Effectiveness and safety of ginger in the treatment of pregnancy-induced nausea and vomiting.” Obstetrics & gynecology 105.4 (2005): 849-856.
  2. Ficker, Christine E., et al. “Inhibition of human pathogenic fungi by ethnobotanically selected plant extracts.” Mycoses 46.1‐2 (2003): 29-37.
  3. Ippoushi, Katsunari, et al. “[6]-Gingerol inhibits nitric oxide synthesis in activated J774. 1 mouse macrophages and prevents peroxynitrite-induced oxidation and nitration reactions.” Life sciences 73.26 (2003): 3427-3437.
  4. Ryan, Julie L., et al. “Ginger (Zingiber officinale) reduces acute chemotherapy-induced nausea: a URCC CCOP study of 576 patients.” Supportive care in cancer 20.7 (2012): 1479-1489.
  5. Black, Christopher D., et al. “Ginger (Zingiber officinale) Reduces Muscle Pain Caused by Eccentric Exercise.” The Journal of Pain 11.9 (2010): 894-903.

Você já conhecia todos esses benefícios do gengibre para a saúde? Você costuma consumi-lo com frequência? De que formas? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (55 votos, média 4,13)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

33 comentários em “Benefícios do Gengibre – Para que serve e como usar”

  1. Parece até brincadeira. Mas uso sempre que preparo uma caipirinha.
    Ou seja: coloco 4 cubos de limão,2 colheres de mel puro,1colher de gengibre ralado. Macero, coloco 150ml de aguardente,coloco na coqueteleira, acrescento GELO. Agito e pronto.
    É só correr para o abraço.

    Responder
  2. Eu sou portadora de epilepsia, faço uso contínuo de medicações controladas, há duas semanas estou tomando suco de couve com leite e gengibre estou gostando muito dessa vitamina, gostaria de saber se pode fazer algum mal devido minha doença???

    Responder
    • Tenho hábito de consumir água com gengibre a um ano e meio e lá se foram 17 kg embora!!! É verdade sobre o consumo do gengibre! No meu insta Marlene_artistapimpa já postei fotos do antes e depois, atualmente faço academia para enrijecer a musculatura (a 2 meses) Não fiz loucuras, foi apenas gengibre mesmo!!!
      Lembrando que eu tomava leite condensado no bico! Perdi a vontade de comer doce!

      Responder
  3. Boa noite! eu iniciei o consumo do gengibre, batendo no liquidificador com limao. alguma contra indicaçao?

    Responder
    • O gengibre pode aumentar o risco de sangramento, interagir com medicamentos (se usar remédios, converse com o seu médico para saber se eles não interagem com o ingrediente) e pessoas com problemas no coração devem consultar o médico antes de utilizá-lo.

      Mulheres grávidas só devem usar o gengibre após autorização médica e as que estão amamentando não devem utilizar o ingrediente por questões de segurança. O gengibre também pode aumentar os níveis de insulina ou abaixar a taxa de açúcar no sangue. Portanto, quem tem diabetes pode precisar ajudar os medicamentos que usa para tratar a condição. Logo, antes de tomar suco de manga com gengibre, os diabéticos devem checar com o médico.

      O gengibre também não deve ser utilizado por quem sofre com hipertireoidismo e cálculo na vesícula biliar e que crianças, pessoas com cardiopatias, enxaqueca, úlceras e alergias não devem abusar da raiz.

      Responder
  4. Consumo porque sinto que me faz bem à garganta!!!….não abuso, tomo medicamento para a tensão arterial, e estou numa pré diabetes!!!….sinto que o pouco que consumo me faz muito bem mesmo!!!

    Responder