2 erros que estragam a sua panqueca

Especialista da área:
atualizado em 27/08/2021

Prática e fácil de fazer, a panqueca também é um prato muito saboroso e versátil. Afinal, ela pode receber os mais diferentes recheios e fazer parte de qualquer refeição do dia. 

  Continua Depois da Publicidade  

Por exemplo, uma panqueca com fruta combina muito com o café da manhã, enquanto é possível rechear a panqueca com queijo para o lanchinho da tarde. Além disso, outra opção é fazer panqueca com frango, atum ou carne moída para o almoço ou jantar.

E tem panqueca para todos os gostos e necessidades: é possível fazer mais fininhas ou mais grossinhas como as americanas e existem receitas de panqueca que nem precisam de farinha de trigo.

Entretanto, ao escolher comer panqueca é muito importante ter cautela com o jeito de fazer, pois a forma errada pode engordar e até mesmo fazer mal. Confira dois desses erros e evite-os!

1. Usar muito gordura

Panqueca na panela

Mesmo quem tem uma frigideira antiaderente geralmente passa uma gordura como azeite de oliva, óleo de coco ou algum outro tipo de óleo ou gordura para evitar que a panqueca grude. Mas, é preciso tomar cuidado com a quantidade que se usa e a temperatura da frigideira.

Além de usar apenas um fio de azeite ou óleo e espalhar bem, tenha o cuidado de esquentar a frigideira antes de adicionar a gordura e a massa da panqueca. Isso porque se a panela estiver fria, a massa vai absorver aquela gordura e a panqueca vai ficar mais pesada e gordurosa.

O ideal é, antes de tudo, esquentar a frigideira no fogo. Só depois disso é que se deve colocar e espalhar o fio de azeite ou óleo. Por último, vai a massa da panqueca, que deve ser preparada no fogo médio.

2. Abusar no recheio ou cobertura

Panqueca doce

Algumas pessoas evitam a farinha de trigo branca devido a problemas de saúde, já outras passam longe do ingrediente porque querem evitar engordar. 

Assim, quando querem comer panquecas, elas optam por uma massa fit, que substitui a farinha de trigo por algum tipo de aveia ou farinha low carb.

Isso é muito bom, porém, deve-se tomar o mesmo cuidado com o recheio. Não adianta fazer uma massa fit de panqueca e recheá-la com requeijão, queijos gordurosos, bacon, doce de leite, chocolate, Nutella, muito mel e outros complementos ricos em gorduras ou açúcar.

  Continua Depois da Publicidade  

É fundamental rechear a panqueca com ingredientes saudáveis para que todo o prato seja equilibrado. Por exemplo, quem prefere algo salgado pode escolher frango grelhado ou desfiado bem temperadinho, um queijo magro como ricota ou cottage ou ovo cozido picado.

Já para aqueles que preferem uma panqueca mais doce, a alternativa é usar pedaços de frutas como morango, banana ou maçã. 

Completar o recheio da panqueca doce com canela deixará ela mais saborosa, porém, também vale a pena incluir sementes de chia ou linhaça para aumentar o seu teor de fibras. Além de serem boas para o sistema digestivo, as fibras ajudam a dar saciedade, algo muito útil quando se quer emagrecer.

Bônus: torne a massa mais nutritiva!

Para deixar a panqueca mais saudável, nutritiva e com maior poder de saciedade, você também pode adicionar ingredientes saudáveis à massa como legumes, proteínas ou fontes de fibras. 

Por exemplo, é possível colocar a chia ou a linhaça, ralar uma abobrinha na massa ou bater um queijo magro junto com a massa. Falando nisso, conheça uma receita de panqueca de beterraba light, uma de panqueca fit com banana e outra de panqueca de cenoura light.

Vídeo

Não deixe de conferir o que a nossa nutricionista diz sobre o jeito de fazer panqueca que engorda e faz mal.

Você gosta de panqueca? Então, comente como gosta de fazer a sua!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...

Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário