7 Benefícios da Carqueja – Para Que Serve e Propriedades

Os benefícios da carqueja ainda são pouco conhecidos pela maioria das pessoas. A carqueja é uma erva, considerada uma planta medicinal, que pode ser encontrada nos países da América Latina e possui propriedades antianêmicas, tônicas, laxantes, antiasmáticas, antibióticas, antidiarreicas, antigripais, antirreumáticas, digestivas, vermífugas e anti-inflamatórias.

A planta medicinal é composta por nutrientes como óleos essenciais, potássio, cromo, flavonoides e saponinas. Com tantas propriedades e nutrientes importantes, é de se esperar que a erva faça bem à saúde, então é mesmo? Então, que tal conhecer alguns dos benefícios da carqueja e descobrir para que serve essa erva?

7 benefícios da carqueja – Para que serve e Propriedades

1 – Proteção ao fígado

Os flavonoides encontrados na composição da planta medicinal, com um destaque para a hispidulina, são dotadas de ação hepatoprotetora. Isso significa que eles fornecem proteção ao fígado.

O chá de carqueja pode ser inclusive utilizado como auxílio ao tratamento de congestão hepática, condição caracterizada pela acumulação ou excesso de sangue estancado no fígado. Para casos assim, a recomendação é consumir quatro xícaras do chá de carqueja diariamente.

Veja também: 21 Alimentos Bons Para o Fígado

2 – É antioxidante

Outro dos benefícios da carqueja que merece destaque é a sua ação antioxidante. Isso acontece também graças aos seus flavonoides, que possuem ação antioxidante. Com isso, eles conseguem combater os radicais livres causadores de doenças e promotores do processo de envelhecimento, protegem ao cérebro e o sistema cardiovascular e melhoram a circulação sanguínea.

3 – É anti-inflamatória

As saponinas também encontradas na composição da carqueja possuem efeito anti-inflamatório. Uma das consequências positivas que esse efeito gera é a diminuição dos níveis de colesterol no organismo.

O chá de carqueja pode ser usado como auxiliar da redução do colesterol. Para tanto, a recomendação é consumir uma xícara de chá da bebida quatro vezes por dia.

4 – Aliada do sistema digestivo

A planta medicinal é dotada de propriedades digestivas, portanto, pode ser considerada uma aliada do sistema digestivo. A erva protege o estômago, previne úlceras – devido ao fato de possuir extratos com habilidade para reduzir a secreção gástrica, cujo aumento exagerado pode estar ligado ao desenvolvimento da úlcera – e tem efeito analgésico (de diminuição da dor).

5 – Auxílio aos diabéticos

A carqueja é benéfica para as pessoas diagnosticadas com diabetes porque diminui a absorção dos carboidratos ingeridos na alimentação. Vale lembrar que o maior determinante dos níveis de glicose no sangue são os carboidratos.

Daí, a necessidade de controlar a quantidade e a qualidade dos carboidratos consumidos, consumindo as fontes complexas e de baixo índice glicêmico de carboidratos, que trazem um aumento devagar nas taxas de açúcar no sangue. Já os alimentos com carboidratos de alto índice glicêmico levam a um pico mais alto nos níveis sanguíneos de glicose ao longo das primeiras duas horas após o consumo.

Obviamente, isso não significa que o diabético possa sair por aí se entupindo de carboidratos apenas porque também usa a planta medicinal. Ela apenas oferece uma ajuda, mas, não reverte os efeitos que esse tipo de nutriente pode causar no organismo do paciente com diabetes.

6 – Contribuição com o emagrecimento

A planta medicinal possui efeito diurético, o que ajuda a eliminar o excesso de líquido no corpo e a diminuir o inchaço causado por essa retenção.

Além disso, de acordo com o site Minha Vida, existem estudos que afirmam que a erva é termogênica, ou seja, possui a ação de aumentar a temperatura do corpo e acelera o metabolismo, elevando também o gasto calórico do corpo. Por consequência, isso favorece a perda de peso.

É claro que não é somente consumir o chá feito à base da carqueja que causará o emagrecimento. Ele até pode auxiliar, porém, além disso é fundamental seguir uma alimentação equilibrada e saudável e praticar exercícios físicos regularmente, como forma de estimular ainda mais a elevação do gasto calórico.

7 – Colaboração com o tratamento de outros problemas de saúde

A planta medicinal ainda pode ser benéfica ao tratamento de problemas como faringite, asma, bronquite asmática, amigdalite, vermes intestinais, reumatismo e má circulação.

O chá de carqueja também pode auxiliar em casos de cálculos biliares. Para os diagnosticados com o problema, a orientação é ingerir ½ xícara do chá várias vezes ao dia, ao longo de três semanas.

É claro que além de usar a erva, é essencial buscar ajuda e acompanhamento médico para tratar qualquer tipo de doença ou condição que a carqueja possa auxiliar, inclusive perguntando ao profissional sobre a utilização do chá como forma de auxiliar a sua condição de saúde.

Efeitos colaterais

Mesmo com os benefícios da carqueja citados acima, é importante ter cuidado com o uso da erva. É que ela pode trazer efeitos colaterais como diminuição da imunidade e hipotensão (diminuição da pressão arterial em um nível mais baixo que o normal; pressão baixa) quando consumida de maneira exagerada.

Existe a recomendação de não ingerir a planta medicinal durante um período prolongado de tempo, pois há o risco de toxicidade.

Contraindicações

Não é recomendado que mulheres grávidas, mães que estejam em processo de amamentação de seus bebês, pessoas com diabetes controlada, indivíduos que sofram com hipertensão, tomam medicamentos hipertensivos, possuem hipoglicemia (níveis baixos de açúcar no sangue) e aqueles que ingerem inibidores de síntese de proteínas façam uso da carqueja.

Receita de chá de carqueja

– Ingredientes:

  • 20 g de folhas picadas de carqueja;
  • 1 l de água fervente.

– Modo de preparo:

1 – Colocar a erva no litro de água fervente, já com o fogo desligado, e abafar durante 10 minutos;

2 – Esperar esfriar, coar e servir-se. Caso leve parte da bebida à geladeira, consumir em até 24 horas.

Para auxiliar a diabetes, a indicação é que a proporção da receita seja de uma colher de sopa de folhas picadas para um litro de água fervente. A indicação para esses casos é tomar o chá seis vezes ao dia. É recomendado controlar as taxas de açúcar no sangue para que elas não baixem muito com o uso do chá e ocorra a hipoglicemia.

Quais dos benefícios do carqueja você tem mais interesse? Agora que sabe para que serve e conhece melhor suas propriedades, pretende inclui-la na sua alimentação? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (105 votos, média: 3,98 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

5 comentários

  1. Sim tenho 48 anos e tenho alterações de pressão e sintomas de diabets

  2. Sandra Maria Aparecida Justino

    sim já faco uso de carquejo tomo como agua, coloco a erva dentro de uma garrafa com agua e ingiro um copo em jejum todos os dias.

  3. Tenho infecção de urina com muita frequência resolvir fazer o tratamento com o chá de carqueja e logo noborimeiro dia vi o resultado.essa planta deveria chamar Jesus Cristo.

  4. Fiz cirurgia nos rins para tirar 3 pedras. E depois da cirurgia fiquei com prisão de ventre. Tomei o chá de carqueja bem morno e foi certeiro.
    O artigo é muito bom e esclarecedor.
    Obrigada!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*