7 Benefícios do Chá de Funcho – Para Que Serve e Propriedades

O funcho (Foeniculum vulgare Mill.) é uma planta originária do Norte da África, da Europa Mediterrânea e da Ásia, que é cultivada em estados brasileiros como Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Santa Catarina. Existem alguns benefícios do chá de funcho importantes para a saúde que você pode aproveitar ao tomar essa bebida com regularidade.

Suas sementes, conhecidas também como erva-doce, são utilizadas no preparo deste chá. Confira abaixo uma lista dos principais benefícios do chá de funcho e uma análise para entender se o chá de funcho emagrece ou engorda.

Para que serve – 7 benefícios do chá de funcho

1. Propriedades do funcho

De acordo com o Formulário de Fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira da ANVISA, a tintura feita à base dos frutos secos de funcho é dotada de propriedades antiflatulentas (que combate os gases intestinais), antidispépticas (contra problemas de digestão) e antiespasmódicas (contra os espasmos).

Os frutos do funcho são popularmente chamados de sementes, que como vimos acima, aparecem no chá da planta.

2. Auxílio à digestão

Herbalistas defendem que as sementes do funcho são eficientes para auxiliar a digestão. Acredita-se que elas podem ajudar os músculos lisos do sistema gastrointestinal a relaxar, colaborando com a diminuição dos gases, do inchaço e das cólicas estomacais.

As tinturas e os chás feitos à base das sementes de funcho podem ser utilizados para tratar os espasmos musculares causados pela síndrome do intestino irritável, pela colite ulcerativa, pela doença de Chron ou outros problemas gastrointestinais. Se você se interessa por essa propriedade, vai gostar muito também de conhecer também os 8 melhores de chás digestivos.

3. Dores menstruais

Uma pesquisa realizada por pesquisadores do Irã e divulgada na publicação AYU, um jornal trimestral de pesquisa em Ayurveda, sugeriu que o funcho pode ser útil para aliviar as dores menstruais.

De acordo com os pesquisadores, o funcho impede o útero de contrair, que é o que incita a dor menstrual.

O estudo foi conduzido em 50 meninas virgens que se queixavam de dismenorreia (menstruação dolorosa). Elas foram divididas em dois grupos – um deles recebeu uma cápsula com 30 mg de extrato de funcho quatro vezes por dia durante três dias, a partir do início do seu período menstrual.

Já ao outro grupo de participantes foi administrado um placebo, na forma de uma cápsula com a mesma dose de farinha de trigo.

Como não sabemos se os mesmos compostos dos 30 mg do extrato de funcho estão presentes no chá da planta, ao menos em quantidades similares, não podemos bater o martelo e afirmar que um dos benefícios do chá de funcho é aliviar dores menstruais.

4. Hidratação

Permanecer bem hidratado é importante para a saúde e tomar o chá de funcho pode ser uma alternativa de líquido para consumir com um sabor a mais.

5. Pode auxiliar a pegar no sono

Um dos benefícios do chá de funcho é que a bebida pode dar uma força para a hora de dormir.

Como o funcho pode relaxar os músculos, a pessoa que o consome pode se sentir mais pronta para ir para a cama depois de tomar o chá à base da planta. Existem também outros chás que ajudam a dormir bem e rápido que vale a pena conferir.

6. Mais antioxidantes para o organismo

Um dos benefícios do chá de funcho é ser composto por antioxidantes, e portanto, auxiliar em relação ao fornecimento dessas substâncias benéficas ao nosso corpo.

Vale lembrar que os antioxidantes são conhecidos por combaterem os chamados radicais livres, que danificam o DNA e estão associados a doenças graves como o câncer e ao envelhecimento precoce.

7. Alívio do mau hálito

A ingestão do chá de funcho é um método conhecido para amenizar o mau hálito – acredita-se que tomar a bebida ao acordar ajuda a combater o hálito desagradável que se costuma ter de manhã.

A hipótese para explicar esse efeito é que o chá de funcho contém propriedades antibacterianas que limpam os patógenos (microrganismos causadores de doenças) que fazem com que o hálito fique com um cheiro ruim.

Atenção: não troque qualquer tipo de tratamento indicado pelo médico pelo uso exclusivo do chá de funcho sem consultar mais de uma opinião médica, porque isso pode prejudicar a sua saúde.

O chá de funcho engorda ou emagrece?

Os frutos do funcho, que são popularmente chamados de sementes, são indicados para a inapetência, ou seja, quando há perda de apetite ou diminuição da vontade de comer.

Com base nisso, podemos entender que o chá com os frutos/sementes da planta pode ser útil quem sofre com a ausência de apetite e o baixo peso e necessitar engordar para atingir um peso saudável.

Por outro lado, um dos usos tradicionais do chá de funcho é para auxiliar a perda de peso.

Entretanto, isso não quer dizer que o chá de funcho emagrece milagrosamente. Para emagrecer, é necessário fazer mudanças no estilo de vida e não existem evidências clínicas conclusivas que sirvam de suporte para o uso do chá de funcho em prol do emagrecimento.

Antes de incluir o chá de funcho como parte de um programa de perda de peso, recomendamos consultar o médico.

Vale lembrar ainda que nenhum chá sozinho pode ser considerado a solução para ganhar ou diminuir o peso. Quem precisa engordar ou emagrecer deve seguir uma alimentação saudável, equilibrada e nutritiva com foco nesses objetivos.

Isso pode parecer algo difícil de fazer sozinho, não é mesmo? Por isso, vale a pena contar com o acompanhamento de um bom nutricionista, que saberá indicar uma dieta apropriada que, além de ajudar a alcançar a meta em questão, forneça os nutrientes e a energia que o organismo exige para funcionar apropriadamente.

Além disso, o profissional pode explicar se e como o chá de funcho pode ser utilizado para auxiliar o ganho ou a perda de peso.

Cuidados com o funcho

Agora que conhecemos os benefícios do chá de funcho, além dos efeitos que ele pode trazer em relação ao peso, vamos nos ater aos cuidados que o uso da planta exige.

A tintura com os frutos secos do funcho não deve ser utilizada por mulheres que estejam grávidas, mulheres que estejam no período da amamentação, crianças com menos de dois anos de idade, diabéticos, alcoólatras e pessoas portadoras de síndromes que seguem o curso do hiperestrogenismo (produção excessiva de estrógenos).

Essa tintura da planta também deve ser evitada por pessoas que sofrem com alergia ou hipersensibilidade ao funcho ou a plantas da família Apiaceae.

Os casos são raros, porém, a tintura feita com os frutos secos funcho pode provocar efeitos colaterais na pele e no sistema respiratório como asma, dermatite de contato e rinoconjuntivite.

Vale lembrar que os frutos do funcho são popularmente chamados de sementes, que é a parte usada para preparar o chá à base da planta.

No mesmo sentido, o funcho não pode ser utilizado por mulheres que estejam grávidas ou na fase do aleitamento, em crianças com menos de cinco anos de idade e em pessoas que sofrem com o hipertireoidismo.

A pode provocar algumas reações alérgicas quando é utilizada em excesso.

Segundo a Monografia da espécie Foeniculum vulgare mill. (funcho), do Ministério da Saúde e da ANVISA, o uso do funcho não é indicado em crianças, em indivíduos sensíveis a seus efeitos alérgicos e em pacientes que utilizem medicamentos sedativos.

O uso interno do funcho também é contraindicado para quem sofre com gastrite, úlceras gastroduodenais, síndrome do cólon irritável, colites ulcerosas, doença de Crohn, afecções hepáticas, epilepsia, doença de Parkinson, ou outras enfermidades neurológicas.

Quem tem alergia a cenouras ou outras plantas da família da cenoura como aipo e artemísia deve evitar o funcho e as pessoas que usam anticoagulantes ou têm problemas hemorrágicos devem ter cautela ao utilizar a planta.

Antes de começar a tomar o chá de funcho para qualquer finalidade, consulte o médico para se certificar de que ele é realmente indicado para você e que a bebida não pode causar danos ao seu corpo, além de verificar em que dosagem e frequência a bebida pode ser consumida.

Também informe ao médico caso esteja utilizando qualquer medicamento, suplemento ou planta medicinal para saber se não faz mal usar o funcho ao mesmo tempo em que o produto em questão.

Mesmo as plantas podem ter contraindicações, provocar efeitos colaterais e interagir com medicamentos. Portanto, essa recomendação de consultar o médico antes de começar a ingerir a bebida é importante para todas as pessoas, principalmente para adolescentes, idosos e pessoas que sofrem com qualquer tipo de doença ou condição específica de saúde.

Não use o chá de funcho no lugar de um tratamento já indicado pelo médico, especialmente sem consultar mais de uma opinião médica profissional, porque isso pode prejudicar gravemente a sua saúde.

Vídeo:

Gostou das dicas?

O que você achou dos benefícios do chá de funcho que listamos acima? Pretende incluir essa bebida agora no seu dia a dia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário