Bife de fígado engorda?

Especialista da área:
atualizado em 28/04/2022

O bife de fígado está presente na alimentação dos brasileiros há décadas, mas será que ele engorda?

Essa dúvida é muito comum entre pessoas que desejam perder uns quilinhos extra, pois temos a impressão de que qualquer carne que não seja descrita como “magra” pode levar ao ganho de peso. 

  Continua Depois da Publicidade  

Entretanto, o fígado é muito rico em uma série de nutrientes, além de conter apenas uma pequena quantidade de gorduras. 

Então, a seguir vamos conhecer melhor os nutrientes presentes no bife de fígado, e assim descobrir se ele engorda ou não e quais os seus potenciais benefícios para a saúde.

Veja também: Grávida pode comer fígado?

Propriedades nutricionais do fígado

Fígado acebolado engorda?
O

O fígado bovino é uma carne bastante nutritiva, repleta de vitaminas essenciais para a manutenção da saúde. Porém, o fígado é um órgão que lida com o colesterol do corpo, ou seja, muitas vezes esse composto fica armazenado ali.

Por isso, essa carne possui uma grande quantidade dessa substância, e deve então ser consumida com cuidado.

  Continua Depois da Publicidade  

Confira abaixo a composição de macronutrientes por porção de 100 gramas de fígado grelhado sem sal. 

ComponenteValor por 100 g
Calorias217 kcal
Carboidratos4,2 g
Proteínas29,9 g
Gorduras9,01 g
Colesterol601 mg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos da Unicamp (TACO)

Ao final do artigo você verá a tabela nutricional completa, com todas as vitaminas e minerais.

Bife de fígado engorda?

Apesar de ser rico em colesterol, o bife de fígado, quando preparado na grelha, possui apenas uma pequena quantidade de gorduras e calorias.

Por isso, é importante sempre prestar atenção na forma de preparo dos alimentos, assim como nos acompanhamentos que se coloca no prato, que podem aumentar bastante a quantidade de calorias da refeição.

Assim, ele isoladamente não causa o ganho de peso, desde que a pessoa tenha uma dieta balanceada.

Benefícios do bife de fígado

Agora que já sabemos que o bife de fígado, sozinho, não engorda, vamos conhecer os benefícios que este alimento pode trazer para a saúde:

  Continua Depois da Publicidade  

1. Ajuda a combater a anemia

Esse é um dos principais benefícios do bife de fígado, pois ele contém uma alta quantidade de ferro, além de ácido fólico, que participam da formação dos glóbulos vermelhos do sangue.

Por isso, muitos médicos e nutricionistas recomendam o consumo desse alimento para pessoas que sofrem de anemia, mas sempre associado com uma dieta balanceada.

2. Mantém a saúde dos nervos

Outro benefício do bife de fígado é a quantidade de vitaminas do complexo B que ele contém, que são essenciais para manter os nervos saudáveis e funcionando corretamente.

Um exemplo é a vitamina B12, um composto muito usado no tratamento de problemas que envolvem os nervos, como hérnias de disco e neuropatias.

3. Ajuda a prevenir problemas ósseos

Quando pensamos em alimentos que protegem os ossos, a primeira coisa que vem à mente é o cálcio, um nutriente que ajuda a evitar problemas como a osteoporose.

Mas saiba que ele não é o único mineral que participa dessa proteção: o potássio e o fosfato também contribuem para a densidade óssea, e devem ser consumidos diariamente.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, o bife de fígado contém vitamina D, um composto que é essencial para prevenir problemas que atingem os ossos e os dentes.

Assim, o fígado é um alimento que pode ser incluído no cardápio de pessoas que têm maior tendência a desenvolver esse tipo de problema, desde que seu consumo seja moderado.

4. Contribui para a saúde do sistema imune

O funcionamento do sistema imunológico depende de uma série de fatores, como do estado nutricional da pessoa e da presença de alguns nutrientes específicos.

Alguns exemplos são a vitamina A, presente em grandes quantidades no fígado bovino, e os compostos antioxidantes.

Por isso, consumir bife de fígado, juntamente com outros alimentos ricos em nutrientes, contribui para o bom funcionamento da imunidade, ajudando a prevenir doenças infecciosas como gripes e resfriados.

5. Tem ação antioxidante

O bife de fígado é rico em nutrientes com atividade antioxidante, como a glutationa, que ajuda a prevenir os danos causados pelos radicais livres, como:

  • Envelhecimento precoce da pele, uma vez que ela é bastante afetada pela radiação solar e por outros agentes oxidantes.
  • Inflamações, pois os antioxidantes participam da regulação do sistema imune, ajudando na prevenção de reações exageradas.

Riscos de consumir muito bife de fígado

Exame de sangue detecta se o bife de fígado engorda
O bife de fígado contém bastante colesterol, por isso quem tem problemas com o colesterol precisa evitar o excesso

Apesar de ser um alimento seguro para a maioria das pessoas e que traz benefícios para a saúde, quando consumido em excesso ele pode causar alguns problemas, como veremos agora: 

1. Cuidado com o colesterol

Apesar de saudável, o bife de fígado contém bastante colesterol, o que pode ser um problema para pessoas com doenças cardiovasculares e que têm níveis sanguíneos altos de LDL, o colesterol ruim.

Isso acontece porque o alimento contém 601 mg de colesterol para cada 100 g, o que está bem acima da quantidade diária recomendada pelo Ministério da Saúde, que é de 300 mg para pessoas saudáveis.

Por isso, antes de incluir o fígado na dieta, é importante consultar um profissional de saúde para saber se ele é adequado para você e qual a quantidade recomendada.

2. Não é recomendado para quem tem gota

Por ser rico em purinas, consumir fígado pode causar o aumento dos níveis de ácido úrico no sangue.

Então, o ideal é que pessoas que sofrem com gota evitem o alimento, para evitar a piora do problema.

Veja também: Dieta para Gota – Alimentos, cardápio e dicas

3. Pode conter metais pesados

Como o fígado é um órgão que pode acumular metais pesados no decorrer da vida, é possível que consumir essa carne em excesso possa causar problemas para o organismo.

Assim, além de consumir com moderação, é importante sempre checar a procedência do fígado, e optar sempre que possível por carnes de produção orgânica.

Tabela nutricional

Porção de 100 g de fígado grelhado sem sal.

ComponenteValor por 100 g
Calorias217 kcal
Carboidratos4,2 g
Proteínas29,9 g
Gorduras9,01 g
Colesterol601 mg
Gorduras saturadas4,7 g
Gorduras monoinsaturadas2,2 g
Gorduras polinsaturadas1,1 g
Gorduras trans0,11 g
Cálcio5,56 mg
Ferro5,79 mg
Sódio82,2 mg
Magnésio9,7 mg
Fósforo419 mg
Potássio309 mg
Zinco3,95 mg
Cobre12,6 mg
Vitamina A (RE)14574 mcg
Vitamina A (RAE)14574 mcg
Vitamina D2,06 mcg
Alfa-tocoferol (Vitamina E)0,87 mg
Tiamina0,21 mg
Riboflavina2,69 mg
Niacina11,9 mg
Vitamina B1277,2 mcg
Vitamina C2,08 mg
Equivalente de folato276 mcg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos da Unicamp (TACO)

Você tem o costume de comer bife de fígado? Acha seu sabor agradável ou não gosta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (79 votos, média 4,23)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário

30 comentários em “Bife de fígado engorda?”