Diabético pode comer pizza?

Especialista da área:
atualizado em 26/03/2021

A diabetes é uma doença que vem atingindo cada vez mais pessoas, e é comum que o diabético tenha diversas dúvidas sobre quais alimentos pode comer, como no caso da pizza.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, no geral, o recomendado para quem tem diabetes é seguir um plano alimentar com pouca gordura e carboidrato.

Por isso, vamos conhecer um pouco mais sobre esse problema de saúde, os seus diferentes tipos, quais os alimentos são adequados, e descobrir finalmente se diabético pode comer pizza ou não.

O que é diabetes?

A diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não consegue regular a quantidade de açúcar no sangue.

Ela pode ser causada tanto pela redução da produção de insulina, quanto pela resistência das células do corpo ao hormônio.

Ela pode ser dividida em 3 tipos:

  • Diabetes tipo 1, que é uma doença autoimune que causa a destruição das células produtoras de insulina do pâncreas;
  • Diabetes tipo 2, também conhecida como diabetes do adulto, que é causada por uma série de fatores, como a obesidade e a resistência à insulina;
  • Diabetes gestacional, que, como o próprio nome diz, ocorre durante a gravidez, e normalmente é revertida após o parto.

Veja também: Diabetes e obesidade – entenda a relação e saiba o que ajuda

Pizza e diabetes

pizza vegetariana de brócolis

Se você sofre de diabetes, especialmente a do tipo 2, precisa modificar seus hábitos alimentares, assim como o seu estilo de vida.

E, embora a diabetes não seja fatal, é uma doença crônica que pode levar a sérias complicações, e por isso é importante cuidar dos níveis de glicose no sangue.

Então, devemos estar atentos aos ingredientes usados na pizza, para evitar alimentos com um alto índice glicêmico.

  Continua Depois da Publicidade  

1. Os ingredientes da pizza

A pizza normalmente é composta por três partes:

  • Massa;
  • Molho;
  • Recheio.

E, para quem tem diabetes, o ideal é que os ingredientes usados nessas três partes sejam de baixo índice glicêmico, além de conter o mínimo possível de carboidratos simples, como a farinha branca, e gorduras saturadas.

2. A pizza tradicional

O diabético pode comer pizza tradicional, mas não mais do que 1 fatia média.

Entretanto, é bom evitar aquelas que contenham embutidos, como presunto, pepperoni e peito de peru defumando, pois são ricos em sódio e gordura.

Além disso, o melhor é optar por um sabor que contenha pelo menos duas variedades de vegetais, como a pizza vegetariana com legumes frescos.

3. A pizza caseira

A pizza caseira é uma ótima opção para diabéticos, uma vez que é possível substituir alguns ingredientes e torná-la mais adequada.

Por isso, no final do artigo colocamos uma receita de molho de tomate caseiro que vai ajudar a deixar a sua pizza mais saudável.

Quais os melhores alimentos para diabéticos?

alimentos com fibras
Alimentos ricos em fibras são ideais para os diabéticos

Para conseguir controlar bem as taxas de açúcar no sangue, é preciso dar preferência a alimentos ricos em fibras alimentares e carboidratos complexos, e pobres em açúcares simples e gorduras saturadas.

  Continua Depois da Publicidade  

Alguns exemplos são:

  • Frutas como maçã, pera, mamão e melancia;
  • Vegetais ricos e fibras e pobres e carboidratos, como abobrinha, acelga, brócolis, vagem e chuchu;
  • Carnes magras;
  • Laticínios magros;
  • Versões diet de alimentos, mas prestando atenção na quantidade de gorduras e sódio;
  • Versões integrais de alimentos como pão, macarrão e biscoitos.

Alimentos proibidos na diabetes

Além de saber o que é permitido para quem tem diabetes, é essencial saber quais são os alimentos que devem ser evitados.

São eles:

  • Açúcar, mel e doces açucarados;
  • Frutas em caldas;
  • Refrigerantes e outras bebidas doces;
  • Pães, biscoitos e outros alimentos feitos com carboidratos simples.

Veja também: Diferenças entre carboidratos simples e complexos

Como tornar a pizza mais saudável?

pedaços de pizza vegetariana saudável

Se você é um fanático por pizza, mas é diabético, existem algumas dicas que podem te ajudar a manter uma dieta saudável, mesmo comendo pizza de vez em quando.

1. Limite a ingestão e tamanho da porção de pizza

Se você deseja comer pizza uma ou duas vezes por mês, tente limitar a sua porção para uma ou duas fatias.

2. Escolha opções de pizzas mais saudáveis

Sempre que possível, escolha massas finas, e se a pizzaria oferecer a opção de massa integral, experimente.

Outro ponto importante é se atentar ao recheio da pizza. Então:

  • Peça para eles não exagerarem no queijo;
  • Evite as carnes e os embutidos;
  • Opte por legumes e frutas, como tomates, brócolis, abacaxi, cogumelos, cebolas ou pimentão, por exemplo.

Além disso, tente completar a refeição com uma salada ou mesmo algumas frutas.

3. Faça sua própria pizza

Você também pode fazer a sua própria pizza, para assim ter mais controle sobre os ingredientes usados na preparação da massa e do recheio.

É possível tanto fazer a massa em casa, ou comprar uma massa integral pré-fabricada, por exemplo.

Mas prefira usar queijos com pouca gordura, fazer o molho caseiro e rechear com vegetais cozidos no vapor ou salteados.

E lembre-se de estar sempre atento às possíveis mudanças nos níveis de glicose no sangue, pois talvez seja necessário ajustar o tamanho das porções.

Mas se você tiver dúvidas ou perguntas sobre a inclusão de pizza em sua dieta, não se esqueça de mencioná-las ao seu médico e nutricionista. Seguindo essas dicas, você verá como diabético pode comer pizza sem maiores problemas.

Dicas e cuidados

A diabetes é uma doença crônica, e por isso o cuidado com a alimentação deve ser constante.

Assim, é importante procurar a orientação de um nutricionista, que irá montar um cardápio que, além de ajudar a evitar as complicações da doença, pode garantir uma boa nutrição.

Receita de molho de tomate caseiro

molho de tomate caseiro

Ingredientes:

  • 5 tomates maduros;
  • Uma cenoura grande;
  • Um dente de alho;
  • Uma colher de chá de orégano seco;
  • Uma colher de sopa de azeite;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta-do-reino moída na hora;

Modo de preparo:

  • Cozinhe a cenoura no vapor;
  • Enquanto ela cozinha, corte um X na base de cada tomate e coloque-os em uma panela com água fervente;
  • Após 5 a 10 minutos, transfira os tomates para um recipiente com água gelada. O choque térmico irá ajudar a soltar a pele do tomate;
  • Então, descasque o tomate, corte-os ao meio e retire as sementes;
  • Depois, bata os tomates e a cenoura em um liquidificador;
  • Enquanto isso, refogue o alho e depois acrescente o molho batido;
  • Por fim, acrescente o sal e a pimenta-do-reino.
Fontes e referências adicionais

Você gosta de pizza e tem a diabetes? Como lida com essa situação? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “Diabético pode comer pizza?”