Carotenoides – O que são, benefícios e alimentos ricos

Especialista da área:
atualizado em 09/01/2021

Os benefícios dos carotenoides são bastante conhecidos pela ciência, principalmente quando falamos do betacaroteno.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas esses pigmentos vegetais tem muitas outras propriedades benéficas, que vão desde a proteção contra a radiação solar até a prevenção de doenças cardíacas.

Então, a seguir vamos descobrir o que são carotenoides, quais suas propriedades e o que eles podem fazer por nossa saúde.

O que são exatamente os carotenoides?

Os carotenoides são uma classe de mais de 600 substâncias produzidas naturalmente por várias frutas e outros vegetais. Eles são responsáveis pelas cores vibrantes de muitos alimentos, como o amarelo, o laranja, e o vermelho, presentes principalmente nas frutas e vegetais.

E, quando ingeridos, os carotenoides têm uma ação antioxidante, ajudando a combater os danos causados pelos radicais livres. Assim, eles são essenciais para a prevenção de várias doenças e para a regulação do sistema imunológico.

Benefícios dos carotenoides para a saúde

frutas e vegetais coloridos
Os carotenoides estão presentes em frutas e vegetais coloridos

De forma geral, os antioxidantes agem diretamente sobre os radicais livres, auxiliando o corpo a lidar com o estresse oxidativo.

Assim, quando ingeridos de forma regular e em quantidades adequadas, os carotenoides ajudam a manter o bom funcionamento de vários sistemas do corpo, como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Sistema imunológico: ajudam a regular a imunidade e a evitar reações inflamatórias exageradas;
  • Sistema cardiovascular: contribuem para a manutenção da saúde das artérias, evitando o acúmulo de gorduras. Além disso, o efeito anti-inflamatório também auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares;
  • Sistema nervoso central: O efeito anti-inflamatório dos antioxidantes contribui para a prevenção de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer por exemplo

Mas alguns carotenoides têm ações específicas no organismo, que vão além dos efeitos mais comuns dos outros antioxidantes, como demonstrado por um pesquisador alemão, em seu artigo publicado no periódico Biochimica et Biophysica Acta. São eles:

Luteína e Zeaxantina: aliados da saúde dos olhos

A luteína e de zeaxantina são encontradas na retina humana, numa área chamada mácula, responsável pela visão central e por proteger a retina da luz ultravioleta, que pode danificá-la.

Mas o corpo humano não produz esses pigmentos e, sendo assim, eles devem ser obtidos através da alimentação. Assim, a ingestão destes carotenoides ajuda a prevenir a degeneração macular relacionada à idade, uma das principais causas de cegueira.

Fontes de luteína e zeaxantina:

Beta-criptoxantina: pode ajudar a prevenir e tratar o câncer de pulmão

pimentões
Pimentões são fonte de beta-criptoxantina

A ciência já conhecia a associação entre o consumo de beta-criptoxantina e a redução do risco de câncer de pulmão, mas apenas recentemente testou-se essa substância em laboratório.

Os efeitos foram demonstrados em um estudo, publicado em 2016 no periódico Cancer prevention research.

  Continua Depois da Publicidade  

Nele os pesquisadores viram que este carotenoide não só ajuda na prevenção do câncer de pulmão, como também pode ser uma alternativa para os tratamentos que existem atualmente.

Entretanto, mais estudos são necessários para avaliar o uso da beta-criptoxantina em humanos, assim como a dosagem ideal.

Fontes de beta-criptoxantina: mamão, manga, laranja, milho, pimentão, gema de ovo e manteiga.

Betacaroteno: protege a pele contra os raios ultravioleta

cenouras fonte de betacaroteno
A cenoura é fonte de betacaroteno

O betacaroteno foi o primeiro dos carotenoides a ser estudado e ainda é o mais amplamente pesquisado por seus benefícios. Este carotenoide tem uma dupla função no organismo:

  • Ser convertido em vitamina A;
  • Manter sua forma original e agir como antioxidante.

Mas, em ambas as formas, seu principal benefício é a proteção da pele, ajudando a evitar o envelhecimento precoce e manter a elasticidade e a tonicidade.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, o betacaroteno contribui para a proteção contra a radiação solar, e é muito útil para evitar queimaduras e deixar o bronzeado mais uniforme.

Fontes de betacaroteno: melão, manga, mamão, cenoura, batata doce, espinafre, couve e abóbora.

Licopeno: protege a próstata

tomates ricos em licopeno
Os tomates são ricos em licopeno

O principal e mais conhecido benefício do licopeno é a proteção contra o câncer de próstata, já reconhecido e publicado em diversos estudos, como este, publicado no periódico Medicine, em 2015. Entretanto, o mecanismo deste efeito ainda não é totalmente compreendido pela ciência.

Fontes de licopeno: melancia, tomate, pimentão vermelho, goiaba, mamão, cenoura, aspargos, couve roxa, e salsa.

Carotenoides e a longevidade

Os carotenoides em geral ajudam a prevenir e tratar diversas doenças relacionadas ao envelhecimento, como demonstrado em um estudo publicano no periódico Molecules, em 2019.

  Continua Depois da Publicidade  

Assim, pode-se dizer que o consumo de alimentos ricos em carotenoides ajuda a aumentar a longevidade, ou seja, aumentar o tempo de vida e, acima de tudo, contribui para uma melhor qualidade de vida.

Dicas para aumentar a ingestão de carotenoides através da dieta

Para enriquecer a dieta com alimentos ricos em carotenoides, o ideal é incluir o maior número de vegetais que conseguir, pois quanto mais colorida a refeição, maior a abundância de carotenoides e outros nutrientes saudáveis;

Além disso, sempre que possível opte por frutas e legumes frescos. Seus antioxidantes ativos vão se perdendo gradualmente de acordo com o tempo que eles ficam armazenados.

Fontes e referências adicionais

Você acredita que consome carotenoides suficientes em sua dieta, ou precisa aumentar a frequência dos alimentos ricos nestes nutrientes? Quais deles? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votos, média 4,22)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

3 comentários em “Carotenoides – O que são, benefícios e alimentos ricos”

  1. Muito explicativo o texto. “São oxidantes no corpo humano.” – este termo ficou explicado em termos técnicos, poderia ser mais popular.
    Mas, gostei muito.

    Responder
  2. Sem dúvida aumentar o consumo de carotenóides
    O que como não é o suficiente
    Principalmente abóbora melancia e cenoura

    Responder