O que é a barriga negativa? Vale a pena ter uma?

Especialista da área:
atualizado em 15/06/2021

Todo mundo já sabe que não existe milagre quando falamos em perder peso. A chave para o tão sonhado peso ideal é aliar alimentação e atividades físicas. Recentemente, um novo termo vem chamando a atenção e despertando o desejo principalmente das mulheres: a barriga negativa.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas você sabe o que isso significa? Nesse artigo você vai saber exatamente o que é isso, a relação entre a magreza e a saúde e verá se vale a pena ter uma barriga negativa.

O que é a barriga negativa?

Em 2012 a modelo sul africana Candice Swanepoel postou uma foto no Instagram que deu o que falar. A modelo, que já era criticada por ser magra demais antes dessa foto, passou a ser alvo de críticas mais severas por causa dela. Mas ela também ganhou muitas admiradoras, principalmente mulheres que queriam ter esse tipo de barriga.

A barriga negativa é aquela que está tão sequinha que até parece que a modelo está deitada, deixando à mostra alguns ossos. Melhor dizendo, a barriga não está seca, está côncava: ao invés da barriga estar curvada para fora, está curvada para dentro.

Essa barriga ganhou o apelido no Brasil de “barriga negativa” e muitas mulheres hoje em dia fazem de tudo para alcançá-la. Mas a que custo?

Magreza x Saúde

O fato é que tanto magreza demais quanto gordura demais podem ser prejudiciais à saúde. Apenas uma pequena parcela da população é naturalmente muito magra sem prejudicar sua saúde.

Pessoas que tentam emagrecer para além de seu biotipo podem sofrer sérias consequências. No entanto, muitas mulheres ignoram este fato e saem em busca da tal barriga negativa.

  Continua Depois da Publicidade  

Na época da foto, Candice respondia às críticas com tranquilidade, sempre dizendo que é saudável e que não faz nenhum esforço para alcançar o resultado. De acordo com seu personal trainer, Justin Gelband, Candice fazia um treino de apenas 1 hora durante quatro vezes por semana.

Além disso, variando entre pilates, ioga e boxe, Candice também controlava sua alimentação para não ver os números subirem na balança. E só. Isto quer dizer que Candice não faz nada de anormal. Treinos de uma hora são normalíssimos e muita gente treina até mais do que ela. E por que ela conseguiu a barriga negativa?

Porque Candice, como a maioria das modelos, é naturalmente magra. Ela tem um metabolismo e uma constituição física que favorecem o baixo peso. Portanto, mesmo que Candice tenha de fato emagrecido ainda mais quando tirou a tal foto, é provável que o corpo dela funcione bem mesmo estando em um peso tão baixo.

Para a grande maioria da população feminina, a barriga negativa só pode ser alcançada por meio de muita motivação para fazer exercícios físicos em excesso e baixíssima ingestão de alimentos, como em um processo de desnutrição, o que não é nem um pouco saudável.

Barriga negativa x barriga saudável

Como podemos observar, a barriga negativa na maior parte das vezes não é saudável. Colocá-la como um dos objetivos do seu processo de emagrecimento e boa forma provavelmente não será uma meta realista. Você pode até alcançá-la, mas será que vale a sua saúde?

Há vários parâmetros que você pode usar para saber se, mesmo com uma barriguinha saliente, você está saudável ou não. Primeiramente, estar no peso correto já é pelo menos 50% do caminho andado. Um parâmetro que médicos e nutricionistas normalmente usam é a medida da circunferência do abdômen.

  Continua Depois da Publicidade  

O ideal é que mulheres tenham uma circunferência abdominal menor que 88 centímetros e os homens, menor que 102 centímetros. Medidas acima destas podem ser fatores de risco para doenças cardiovasculares.

E só depois então entram os critérios estéticos. Ninguém quer ter uma barriga saliente, ainda que a barriga não seja grande. A luta então é para conseguir uma barriga sequinha, definida.

Para isso, é necessário enxugar o excesso de gordura com uma boa alimentação, exercícios aeróbicos para acelerar a perda de gordura corporal e exercícios localizados como abdominais para fortalecer esta área. Respeitando sempre seus limites físicos e emocionais, todos podem, sim, alcançar uma barriga saudável.

barriga negativa

Como conseguir uma barriga sequinha

Não é fácil ter uma barriga sequinha – mas é possível! Se você é igual a milhares de pessoas que não gostam de fazer abdominais ou passar muito tempo na academia, saiba que é possível ter uma barriguinha tanquinho sem abdominais.

Você com certeza terá que fazer mais esforço para isso, mas atingirá seus objetivos. Mudanças de hábitos alimentares e outros tipos de exercícios podem te ajudar a alcançar esse corpo. Confira!

Cuide da alimentação

  • Reduza o consumo de alimentos ricos em gordura e açúcar – doces, refrigerantes, fast food, biscoitos recheados, entre outros;
  • Troque os carboidratos refinados (pão branco, arroz branco etc.) pela versão integral – As fibras irão proporcionar mais saciedade e ajudarão a manter o intestino funcionando, reduzindo o inchaço na área abdominal;
  • Evite alimentos ricos em sal, como sopas em pó, enlatados, macarrão instantâneo e refrigerantes – o excesso de sódio retém líquido e contribui para deixar o abdômen inchado;
  • Tome bastante água;
  • Inclua alimentos diuréticos na sua rotina – pepino, abacaxi, melancia, melão, chá verde, salsa;
  • Utilize chás que ativem o metabolismo como chá de canela, gengibre, chá verde e chá branco (se você sofre com pressão alta, consulte seu médico antes de fazer uso desses chás);
  • Utilize chá de carqueja, pois a carqueja ajuda o fígado a funcionar melhor e, com isso, seu corpo metabolizará gorduras com mais eficácia;

Faça os exercícios corretos

  • Faça aeróbicos. É um erro fazer 1000 abdominais por dia achando que ele vai queimar a gordura localizada. O que o abdominal faz é fortalecer e definir os músculos, mas se a camada de gordura for grande, não será possível ver essa definição. Para perder gordura eficazmente, inclua exercícios aeróbicos diários;
  • Pranchas. Os exercícios de prancha são mais eficazes do que aparentam. Através de uma contração constante, elas fortalecem a musculatura abdominal;
  • Pilates é um ótimo exercício que fortalece a musculatura do corpo todo de forma lenta;
  • Corrija a postura – É bom lembrar que a postura também é parte do processo de ter uma barriga sequinha. Além de ser ótimo para sua coluna, faz você ficar com uma figura mais esguia, esbelta, alta. Uma cinta para corrigir a postura pode ser uma grande aliada.

Já que você já está convencido de que não existe fórmula mágica para perder medidas e ter a barriguinha perfeita, aprenda de vez qual é o melhor exercício para perder a barriga.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas também não adianta correr para academia ou fazer exercícios em casa se você não ficar atento na sua alimentação. Preste atenção redobrada nos 17 alimentos que mais incham a barriga. E, caso você já tenha isso no seu radar, aprenda como emagrecer tomando chá.

Você já conhecia a barriga negativa? Já tentou alcançá-la? O que você faz para ter uma barriga sequinha? Conhece outras dicas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (15 votos, média 4,87)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário

1 comentário em “O que é a barriga negativa? Vale a pena ter uma?”

  1. excelente matéria, estou tentando conseguir a minha Barriga Negativa
    não é fácil precisa de disciplina, mas estou focado.

    Responder